Posts Tagged With: #Mercenários e soldados.

Mercenários e soldados.

“Um velho soldado que foi para a guerra para o comércio, não mais entusiasmo do que as ovelhas tosquiador caminhando em direção ao celeiro, ele já estava dizendo a quem quisesse ouvir, Ellen Esparta viveu muito saboroso em Troy, … toda a história filha do cativeiro doloroso da Leda, ofendido e humilhado pelos trojans, foi mera guerra de propaganda, incentivado por Agamenon, com o consentimento de Menelau. Na verdade, por trás da empresa que se escondeu com tais propósitos elevados, houve muitas empresas que beneficiam todos os lutadores mais ou menos foi principalmente -afirmaba o velho soldado para vender mais cerâmica, tecidos mais, mais copos com cenas de corridas de carro, e de abrir novos caminhos para os povos asiáticos, amantes de trocas, terminando uma vez com a competição de Tróia. ”
Fragmento da história “Similar à noite”, do livro “Guerra do tempo e outras histórias”. Autor, o grande escritor cubano Alejo Carpentier.

Quantos soldados daqueles que vão às guerras como invasores, mercenários afinal, são filhos da grande burguesia? Em um relatório sobre o mesmo assunto, o cineasta Michael Moore descobriu, para sua surpresa, que de todos os deputados estadunidenses apenas um dos que foram ao Iraque era filho de um parlamentar, e como eu poderia dizer que ele faria carreira em um emprego confortável e de pouco risco.

Michael Moore, em um de seus magníficos documentários, mostrou-nos como alguns soldados fazendo algo como vendedores de seguros ofereciam, nas ruas dos bairros, jovens desempregados, especialmente negros, um contrato com o exército para ir ele não sabia bem onde em troca de um salário, e alguns se inscreviam ali mesmo, embora a experiência nas tarefas fosse dada no exército e pudesse então ser contratada em uma empresa privada para travar uma guerra.

Falta de consciência, o abandono humano e futuro vazio, a necessidade de encontrar os meios com que para comer, desprezo pela vida de si e dos outros, … levando a esses jovens, muitos negros, sirva como “carne de canhão”. O dinheiro do capitalista sempre por meios. Continuar a ler

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: