Posts Tagged With: #O Governo Trump é ou não fascista?

O Governo Trump é ou não fascista?

“Trump demonstrou como combinar políticas econômicas regressivas com uma imagem populista, atacando minorias e elites”.  X

Por Andrew Gawthorpe*

  
 
Em torno do crescimento global do populismo de direita, “fascista” tornou-se um qualificativo comum – que, na verdade, é superutilizado. A palavra “fascismo” é conveniente para os críticos da nova onda de retrocesso, que buscam vincular seus opositores a movimentos históricos que a maioria considera lamentáveis. Mas a palavra é conveniente também para a direita, permitindo-lhe demarcar seus críticos, evitando discussões sérias sobre a substância de suas políticas e retórica.

Mesmo o Partido Republicano trumpificado, nos EUA, não é um movimento fascista e Trump certamente não é Hitler. O fascismo geralmente surge sob a pressão do colapso econômico ou da guerra, mas é construído a partir de matérias-primas sociais e políticas pré-existentes. Mas, embora a era Trump não tenha visto a ascensão de um verdadeiro fascismo nos EUA, ela nos fornece insights aguçados e dolorosos sobre a matéria-prima a partir da qual um futuro fascismo estaduidense poderia ser construído.

Qualquer fascismo no futuro será diferente daquele do século XX. Mas terá que compartilhar características com seus antepassados, incluindo o ultranacionalismo, o não liberalismo, um forte impulso ao controle social e a eliminação forçada da oposição. Esse fascismo, em outras palavras, cortaria o que a maioria dos estadunidenses ainda reconhece – mesmo que apenas da boca pra fora – como os valores centrais de sua nação.

Ainda assim, a persistência de Trump em sua base mostra como uma coalizão contra valores caracteristicamente estadunidenses pode ser construída e usada para manter o poder, mesmo que represente apenas uma minoria no país. Em particular, Trump apela a dois grupos sobrepostos – evangélicos brancos e eleitores brancos motivados principalmente pela resistência contra mudanças raciais e culturais – cada um com suas próprias razões para abraçar o não liberalismo e endossar o poder de um Estado não liberal para ser usado contra seus inimigos. Continuar a ler

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: