Posts Tagged With: Seis ações que os EUA poderiam tomar. EUA para o benefício da humanidade antes do Covid-19

Seis ações que os EUA poderiam tomar. EUA para o benefício da humanidade antes do Covid-19

Além de suas tentativas de politizar a pandemia, de manter uma abordagem pouco cooperativa e marcadamente unilateral, o governo dos Estados Unidos, no momento atual, deve realizar alguns atos de boa vontade e profundo compromisso humanitário com a comunidade internacional.

Autor: Enrique Moreno Gimeranez | enrique@granma.cu

Atualmente, pelo menos seis ações demonstrariam seu compromisso com a Carta das Nações Unidas, o Direito Internacional, os Direitos Humanos e os povos do mundo.

Eliminar – completa, incondicional e definitivamente – todas as medidas coercitivas unilaterais aplicadas contra Cuba, Venezuela, Irã, Síria e outros Estados.
Hoje, essas ações são duplamente genocidas, pois impedem, limitam ou fazem a compra por esses países de medicamentos, alimentos e outros suprimentos necessários para prevenir e combater a doença. Mais uma vez, é revelado que as sanções dos EUA não são contra governos, mas contra povos.

Termine o conflito armado.
A única guerra que a civilização humana deveria travar neste momento é a luta contra a covid-19, a luta pela vida. Somente entre 2001 e o final de 2020, o custo estimado dos “esforços antiterroristas” dos EUA em mais de 80 países é estimado em US $ 6,4 trilhões. Quanto poderia ser financiado com esses recursos com base na eliminação da pobreza, na luta contra a fome e as mudanças climáticas ou na luta contra doenças? Esses dados não incluem a perda de vidas humanas ou os danos ao patrimônio cultural e natural causados ​​por suas aventuras bélicas.

Advogar pelo cancelamento da dívida externa dos países pobres.
Os Estados Unidos poderiam propor ao Fundo Monetário Internacional (FMI), bem como a outras organizações multilaterais e estados desenvolvidos, o cancelamento da dívida externa dos países pobres, para que não seja mais um obstáculo entre os desafios a serem enfrentados por essas nações. enfrentando as drásticas conseqüências da pandemia.

Implantar cooperação e solidariedade globais.
No momento, é necessária uma ação política conjunta e inovadora das principais economias do mundo diante da pandemia, além de posições egoístas.

Pare imediatamente a campanha contra a colaboração médica que Cuba oferece a outros estados.
As brigadas cubanas combatem o novo coronavírus em vários países, salvando vidas e proporcionando saúde aos mais necessitados. Por que a Casa Branca está empregando tanta perseguição contra médicos do Caribe, afetando povos carentes?

Tome medidas eficazes para prevenir e controlar a pandemia nos Estados Unidos.
Hoje nos uu É o país com o maior número de novos casos positivos de coronavírus do mundo. O governo da nação mais rica do planeta deve usar todos os recursos necessários para proteger sua população.

“Os Estados Unidos não estão prontos para esta pandemia porque nosso governo está gastando dinheiro com coisas erradas (…). As alocações deste ano para a Administração de Alimentos e Medicamentos, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças e os Institutos Nacionais de Saúde combinados foram de US $ 48 bilhões, menos de 1% dos custos das guerras “. Catherine Lutz, da Brown University, denunciou.

Categories: "para Cuba Eu até ando de bicicleta, # Cuba, # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #China#EEUU#Iran#Nicaragua.barco hospital naval Arca de la Paz, #China#EEUUDonald TrumpFondo Monetario Internacional (FMI)Ivan Duque, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, #salud, #Salud en Cuba, #Venezuela, A força-tarefa e a guerra na internet contra Cuba, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, Cuba, Historia de Cuba, Tarará, Acciones contra Cuba, fake news, agressão internacional contra a Venezuela,, China, EE. UU insiste em desestabilizar a Venezuela, epidemia, Estados Unidos Venezuela, Estados Unidos, Golpe de Estado, Injerencia, Lima, Nicolás Maduro Moros, Venezuela, EUA contra a Venezuela na ONU, governo de transição na Venezuela, Jose Angel Portal Miranda, Medico y Enfermera de la Familia Salud Publica cubana, Organiacion Panamericana de la Salud, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, SALUD, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: