Não perca as novas teorias da conspiração contra o #GuerreiroCubano.

#ManipulacionMediatica #RedesSociales #MafiaCubanoAmericana #CubaNoEsMiami

A batalha entre as carraças aquece.

#SaludMundial #Covid-19 #RedesSociales #ManipulacionMediatica #MafiaCubanoAmericana #ElBloqueoEsReal

Memes dos que odeiam e destroem.

#RedesSociales #ManipulacionMediatica #MafiaCubanoAmericana #MercenariosYDelincuentes

As redes sociais são uma espada de dois gumes, pode usá-las para fazer o mal e difamar sem ter em conta as consequências ou pode usá-las como uma bela ponte de amor e amizade…. Escolhe se está no grupo dos que odeiam e destroem ou no grupo dos que amam e constroem.

Puede ser una imagen de 1 persona y texto que dice "FAKE NEWS Legionario Cubano #PonleCorazón facebook faltas ortográficas Realidad LA DICTADURA ESTABA SURTIENDO HOSPITALES CON AIRE COMPRIMIDO EN VES DE OXIGENO Y DESPUES PABAN OS MEDICO DE LAS MUERTES ORMALA PRACTICA LOS MEDICOS NO SABIAN POR QUE MORIAN SUS PACIENTES POR FAL A DE OXIGENO CENtRO MiSSiONARiO DiOCESANO PADOVA Una preghiera Fake News per Manaus (BRASIL) La situazione sanitaria in Manausè molto preoccupante e grave."

Cuba face ao ódio e às falsas notícias .

#MercenariosYDelincuentes #ManipulacionMediatica #RedesSociales #CIA #EEUUBloquea #CubaSalva #TenemosMemoria #PatriaOMuerte #CubaSoberana

A campanha de notícias falsas contra Cuba continua.

#ManipulacionMediatica #RedesSociales #FakeNewsVSCuba #MafiaCubanoAmericana #CubaNoEsMiami

Como as marionetas do exílio manipulam a informação .

#MafiaCubanoAmericana #ManipulacionMediatica #MercenariosYDelincuentes #RedesSociales #ArtistasDelImperio #FakeNews

Cuba continua a desmascarar #FakeNews .

#CubaSoberana #RevolucionCubana #FakeNewsVSCuba #CubaNoEsMiami

Face às interferências, pelo fim do #Bloqueio e pelo respeito da soberania de #Cuba.

#Cuba #RedesSo0ciales #ManipulacionMediatica #EliminaElBloqueo #PuentesDeAmor #ACubaPonleCorazon

A Comissão de Relações Internacionais da Assembleia Nacional do Poder Popular emitiu no sábado uma declaração na qual denuncia a interferência nos assuntos internos de Cuba e os apelos permanentes à subversão dos EUA, bem como o bloqueio que o povo cubano tem sofrido durante quase 60 anos por parte das sucessivas administrações da Casa Branca.

Abaixo está o texto completo do texto.

Dirigimo-nos aos Parlamentos, Grupos Parlamentares de Amizade e legisladores, para divulgar a nossa verdade face à imensa e brutal operação político-midiática contra Cuba, orientada e financiada pelos Estados Unidos, implantada através de redes sociais, com padrões automatizados com centenas de milhares de tweets e um número semelhante de seguidores, com o uso intensivo de robôs, algoritmos e contas recentemente criadas para a ocasião; tudo isto com o apoio dos meios de comunicação social internacionais e de empresas de informação transnacionais.

Banderas de Cuba

Incitaram a violência, o crime, a desordem e a indisciplina social, ao mesmo tempo que distorceram total e escandalosamente a nossa realidade para o mundo como parte da Guerra Não Convencional orientada e financiada pelos Estados Unidos contra o nosso país, para alcançar uma mudança no sistema livre e soberanamente escolhido pelo nosso povo, tal como aprovado pela Constituição aprovada a 10 de Abril de 2019 por 86,85% dos que votaram, numa eleição democrática com ampla participação popular.

Com absoluta descaramento, espalharam por todo o mundo imagens manipuladas de acontecimentos que ocorreram noutros países para reforçar, como os seus manuais exigem, que não existe governabilidade em Cuba, que existe caos nacional, ao mesmo tempo que espalham uma repressão interna que não existe.

No meio de uma pandemia que afecta tanto a humanidade e que em Cuba, como mostram as estatísticas, recebe a atenção permanente e devida; não contente por ter endurecido o bloqueio criminoso e genocida e a perseguição financeira até limites perversos e aplicado 243 medidas desumanas nos últimos quatro anos para tentar sufocar o nosso povo, o governo dos EUA está agora a tentar preparar o terreno para uma agressão militar, sob o pretexto da conhecida “intervenção humanitária”, que constitui uma violação das nossas leis, do Direito Internacional e da Carta das Nações Unidas.

Como se viu nas imagens transmitidas, ocorreram distúrbios, e vários grupos em algumas localidades cometeram actos de vandalismo, causaram danos materiais, fizeram ameaças de morte, e levaram a cabo graves agressões, alterando, com acções que constituem crimes flagrantes, a tranquilidade cívica que caracteriza o nosso país.

Em Cuba não tem havido a convulsão social que o governo dos EUA tem promovido e anseia.
Como resultado de mais de seis décadas de bloqueio, acumulámos problemas, agravados pela pandemia e pelas enormes despesas que ela implica, bem como pela crise económica que gera.

Cabe ao povo cubano, unido, resoluto e empreendedor, procurar soluções e, como sempre fizeram, enriquecer e cumprir as estratégias económicas e sociais, avançar com criatividade e rectificar o necessário, ao mesmo tempo que enfrenta com inteligência e audácia a guerra económica que lhe é imposta e que constitui o principal obstáculo ao desenvolvimento e ao pleno exercício dos direitos humanos.

Não se deixem enganar, o povo de Cuba avançará com o seu Partido e Governo liderado pelo Presidente Miguel Díaz-Canel Bermúdez, com a Assembleia Nacional do Poder Popular e o seu Conselho de Estado que o representam, e com as suas instituições e organizações da sociedade civil.
O nosso povo tem valores profundamente enraizados de unidade, paz, harmonia, respeito, solidariedade, amor e patriotismo para defender a sua independência e soberania com coragem e bravura, a qualquer custo que seja necessário.

Apelamos aos legisladores de todo o mundo para que levantem a sua voz para exigir o fim do bloqueio genocida e a aplicação do Título III da Lei Helms-Burton; para retirar Cuba da espúria e ilegal lista de países que patrocinam o terrorismo; para pôr fim à interferência, às tentativas de um golpe suave, a esta enorme campanha de mentiras para justificar os seus crimes, que neste caso contribuem para a proliferação da epidemia; para o respeito pela autodeterminação de Cuba, para o respeito pelo direito à autodeterminação, para o respeito pelo direito à autodeterminação, para o respeito pelo direito à autodeterminação, para o respeito pelo direito à autodeterminação, para o respeito pelo direito à autodeterminação, para o respeito pelo direito à autodeterminação, para o respeito pelo direito à autodeterminação, para o respeito pelo direito à autodeterminação, para o respeito pelo direito à autodeterminação; que a autodeterminação e a soberania do povo cubano sejam respeitadas; que os Estados Unidos ouçam a comunidade internacional que se expressou repetidamente nas Nações Unidas, os milhões de pessoas no mundo e o povo de Cuba, que exigem o levantamento do bloqueio económico, comercial e financeiro contra o nosso país.

“Ano 63 da Revolução”.

Comissão de Relações Internacionais
Assembleia Nacional do Poder Popular.

Os criminosos do bando de San Isidro cometem crimes graves, foram longe demais.#GuerreroCubano

#GuerreroCubano #CubaNoEsMiami #RedesSociales #FakenewsVsCuba #ManipulacionMediatica #MafiaCubanoAmericana #MercenariosYDelincuentes #SubversionContraCuba

“Escravos” que curam o mundo .

#CubaSalva #EEUUBloquea #SaludMundial #MedicosCubanos #BrigadaHenryReeve #Covid-19 #CubaCoopera #SubversionContraCuba

%d bloggers like this: