Monthly Archives: Maio 2012

Nosso amor imenso e um PARABÉNS desmedido para todas as crianças no seu dia. (II)

Navegando na net encontramos esta reflexão sobre as crianças, divertida, espirituosa e cheia de verdades, também a letra da canção irrepetível de Juan Manuel Serrate “Esses loucos baixinhos”.

Espero que gostem como nós

Criança

Entre a inocência da infância e a compostura da maturidade, há uma deliciosa criatura chamada criança. Embora se apresentem em tamanho, pesos e cores sortidos, todas as crianças tem o mesmo credo: aproveitar cada minuto de todas as horas de todos os dias e protestar ruidosamente (pois o barulho é sua única arma) quando seu último minuto é decretado e os adultos os empacotam e os colocam na cama.

Crianças são encontradas em toda parte: em cima de, em baixo de, dentro de, subindo em, balançando-se no, correndo em volta de, pulando para… As mães as adoram, irmãos e irmãs mais velhas as suportam, adultos as ignoram, o céu as protege.

Uma criança é a verdade com o rosto sujo, a beleza com um corte no dedo, a sabedoria com uma chiclete no cabelo, a esperança do futuro com uma rã no bolso.

Quando você está ocupado, uma criança é uma conversa fiada, intrometida e amolente.

Quando você deseja que ela cause boa impressão, seu cérebro vira geléia ou ela se transforma numa criatura sádica e selvagem empenhada em destruir o mundo ao seu redor.

Uma criança é um ser híbrido: o apetite de um cavalo, a energia de uma bomba atómica de bolso, a curiosidade de um gato, os pulmões de um ditador, a imaginação de um Júlio Verne, o retraimento de uma violeta, o entusiasmo de um bombeiro e quando se mete a fazer alguma coisa é como se tivesse cinco polegares em cada mão.

Gosta de sorvete, canivete, serrote, pedaços de pau, bichos grandes, dos pais, sábados, domingos e feriados e mangueiras d água.

Não é partidária do catecismo, escola, livros sem figuras, lições de música, colarinhos, barbeiros, agasalhos, adultos e “hora de dormir”.

Ninguém se levanta tão cedo, nem chega tão tarde para o jantar.

Ninguém se diverte tanto com árvores, cachorros e mosquitos.

Ninguém é capaz de colocar num só bolso: um canivete enferrujado, uma maçã comida pela metade, um metro e meio de barbante, um saco plástico, dois chicletes, três moedas, um estilingue e fragmentos de substância ignorada.

Uma criança é uma criatura mágica;

você pode mantê-la fora de seu escritório, mas não pode expulsá-la de seu coração.

Pode pô-la fora da sala de visitas, mas não pode tirá-la de sua mente.

Queira ou não, ele é seu captor, seu dono, seu patrão, um nanico, um saco de encrencas.

 Mas, quando, à noite você chega em casa com suas esperanças e seus sonhos reduzidos a pedaços, ela possui a magia de soldá-los num segundo, pronunciando duas simples palavras: “alô papai, alô mamãe”….

Tomado do site:

http://www.mensagenscomamor.com

 

Esses loucos baixinhos 

As crianças muitas vezes parecem-nos,

por isso, dê-nos a primeira satisfação;

aqueles que mexem com nossos gestos,

lançando mão para tudo que está à sua volta.

 

Esses loucos baixinhos que incorporam-se

Com os olhos bem abertos,

E sem respeito ao calendário ou aos costumes

e que, para seu bem, temos que domesticar.

 

Criança, para de brincar com a bola.

Criança, isso não se diz,

Isso não se faz,

Isso não se toca.


Carregado com nossos deuses e nossa língua,

nossos rancorosos e o nosso futuro.

È por isso que para nós parecem borrachas

 e  chega para eles as nossas histórias para dormir.

 

Nos obstinamos para levar suas vidas

sem saber ofício e vocação.

encaminhamos nossas frustrações

com o leite quente e em cada canção.

 

Criança, para de brincar com a bola…

 

Nada e ninguém pode impedir que sofram,

que as agulhas movam-se no relógio,

que decidam por eles,

que eles estejam errados,

que vão a crescer e que um dia

e diga-nos adeus.

 

Joan Manuel Serrat

Categories: SOCIEDADE | Etiquetas: | Deixe um comentário

O que é isso que você diz, que você QUER IR PARA CUBA?

Em qualquer caso, e apelando a qualquer dos métodos coercivos-semilegais, ou terrorista-agressivos, o objectivo é, que os cubanos de recente acomodação no solo norte-americano, o para além daqueles nascidos nele que recebem a denominação de cubano-americanos (no final do dia todos com raízes na ilha) desistam de viajar para Cuba, não por sua própria vontade, mas pelo receio de que ao fazê-lo irá receber a punição divina da Lei de Ajuste Cubano ou não poderá ir mais para reservar os seus bilhetes a qualquer das agências que fazem o Charter de voos para a ilha, porque alguns que outros mentecaptos decidiram colocar uma bomba sobre aquelas para poer fim as ligações entre os dois países.

A primeira opção:

O projecto de legislação para a reforma da Lei de Ajuste Cubano (CAA) será discutida hoje, 31 de Maio às 14:00 horas, no Subcomissão sobre Imigração da Comissão em assuntos judiciais da Câmara de Representantes, presidido pelo representante Gary Ackerman (de uma linha dura conservadora da Califórnia)

O patrocinador da legislação cubana é o representante norte-americano David Rivera, um extremista republicano de Miami. Em conformidade com a proposta, os emigrantes cubanos não podem viajar para a ilha durante os cinco primeiros anos de residência nos EUA (em 2011 cerca de 400 cubanos e cubano-americanos visitaram dos familiares na ilha)

Rivera diz: “Eu gostaria que a lei seja mantida em benefício dos cubanos que procuram a liberdade nos Estados Unidos, mas, para ser capaz de mantê-lo, é preciso pôr termo aos abusos perpetrados em seu nome”

Nota : Segundo esta convocação viajar livremente ao solo pátrio para visitar seus parentes é um abuso perpetrado em nome da Lei de Ajuste Cubano (apenas aplicada como bem disse seu nome aos cubanos, não é para Imigrantes provenientes do resto do mundo que ultrapassam de longe os que vem de Cuba) Em resumo não se decida pela esta primeira opção porque vai fazer um uso abusivo do direito que com excepção e, ao contrário dos migrantes dos outros confins, recebe gentilmente do governo norte-americano, que pelo simple facto de ser Cubano você merece.

A segunda opção:

A Agência de Viagens Airline Brokers que com licencia da OFAC é o pioneiro no arranjo de serviço de charter à República da Cuba, arranja semanalmente charters à ilha durante quase 30 anos, actualmente com oito vôos (com jet aircraft) cada semana, entre o Miami (Forte Lauderdale) de um lado e Havana e Cienfuegos, Cuba de outro lado. Seu objectivo: Airline Brokers, assiste centenas de milhares de viajantes legalmente autorizados e grupos à Cuba. Esses viajantes autorizados desejaram reunificar com a família ou ocupar-se em actividades académicas, culturais, humanitárias, e religiosas. Como um serviço cheio experto de viagem a Cuba, a Companhia Aérea também oferece hotel, transporte de terra, tradutores, refeições, e mais. Esses serviços são projectados para encontrar as necessidades específicas de visitantes individuais autorizados e grupos organizados. (www.airlinebrokers.net)

O 25 de Abril um incêndio nesta Agencia foi provocado e os reportes de investigação (Departamento dos Bombeiros de Coral Gable) asi demostram:

  • Causada intencionalmente por um artefacto lançado no interior do gabinete.
  • UM cão polícia treinada para detectar os gatilhos da combustão alertou em três pontos distintos onde começou a fogo, incluindo um espaço onde os pesquisadores encontraram uma garrafa verde quebrada
  • Localizado um fragmento daquilo que parecia ser a maior extensão e superfície do pavimento asfáltico, que indica o potencial de uso de um projéctil para quebrar um vidro do edifício
  • Os especialistas também encontraram um isqueiro descartável em uma entrada perto do canto sudeste do escritório da companhia no rés-do-chão

Segundo o relatório, “determinou-se que a causa do incêndio foi a utilização de um instrumento incendiário contendo um activador da combustão, que foi lançado no interior do organismo, após o rompimento da janela localizada na parede externa que desconsidera o sul, o mais próximo da parede do leste”.

Se não fosse pelas boas, então será pelas ma….

Mais claro que a água, o tão propalado paraíso de liberdade de expressão e acção coloca as regras para que você possa viajar e se encontrar com os seus amigos e família, é ele quem decide, se você não tem muitas o poucas saudades e coloca termos sobre os desejos do coração, tirando a sua livre escolha, o direito que você tem de abraçar os seus entes queridos.

Artigo de Tudoparaminhacuba

Categories: BLOQUEIO VS CUBA, ESTADOS UNIDOS, Relações Estados Unidos Cuba | Etiquetas: | Deixe um comentário

Obama ” FAZ HONRA” á Promessa que está contida ao receber o Prémio Nobel da Paz.


No Cemitério Nacional de Arlington, na Virgínia, após depositar flores no túmulo do soldado desconhecido, o Presidente Obama, Premio Nobel da Paz em 2011 disse:

“Como comandante-geral, posso lhes dizer que colocar nossos soldados em perigo é a decisão mais sofrida que eu tenho de tomar”

“Eu prometo que nunca farei isso, a menos que seja absolutamente necessário e quando o fizermos, precisamos dar às nossas tropas uma missão clara e o apoio pleno de uma nação agradecida.” Fim da cita.

De acordo com a vontade de Alfred Nobel, o prémio Nobel da Paz deveria distinguir:

“A pessoa que tivesse feito a maior ou melhor acção pela fraternidade entre as nações, pela abolição e redução dos esforços de guerra e pela manutenção e promoção de tratados de paz”.

No caso de Barack Obama foi-lhe entregado, e cito:

Pelas ideias de “boas intenções” para reforçar o papel da diplomacia internacional e a cooperação entre os povos.

  • Esta será uma piada ruim?  
  • Alguém advertiu a Obama que, se ele não fizesse exactamente o oposto do que lhe disseram para fazer ao entregar-lhe o prêmio, tiravam-lhe o Nobel ?  
  • Será que promover, participar e incitar as guerras “absolutamente necessárias ” durante todo o seu mandato presidencial, foi uma das derrogações previstas para “manter e promover acordos de paz” ?

O mundo está a mudar dramaticamente, e infelizmente nem sempre para melhor, possívelmente as regras gramaticais de interpretação também estão a entrar  nesta vortex de variações negativas e entregar o Prémio Nobel da Paz para o líder da potência mais bélica na história da nossa maltratada terra responde a um objectivo completamente contrário a aquele para o qual foi criado.

Artigo de Tudoparaminhacuba

Categories: ESTADOS UNIDOS, POLÍTICA | Etiquetas: | 1 Comentário

Argentina, Venezuela e Cuba reforçam cooperação com o Haiti

Argentina, a Venezuela e Cuba fomentarão o desenvolvimento agrícola do Haiti e construirão um hospital de alta tecnologia, depois da assinatura dos acordos tripartites, informou a Presidência haitiana.

De acordo com o comunicado, o hospital, financiado pela Venezuela e Cuba, terá um valor de US$78 mil e será edificado na região de Corail, na capital Porto Príncipe, onde esteve a sede do primeiro-ministro, antes do terremoto de janeiro de 2010.

O documento acrescenta que a Argentina e a Venezuela se encarregarão de projetos para o desenvolvimento agrícola.

Os quatro países acordaram também em criar uma sociedade mista para administrar os fundos do projeto venezuelano Petrocaribe no Haiti, a construção de albergues, a doação de infraestrutura para a educação e a entrega de 300 bolsas a jovens pobres, indicou o texto.

No domingo passado, o primeiro-ministro lançou um programa de ajuda social que beneficiará mais de 100 mil mães haitianas. O projeto é dotado de cerca de US$13 milhões, procedentes também da Petrocaribe.

O Haiti vive uma situação de crise há mais de dois anos, quando o terremoto provocou mais de 300 mil mortos e dois milhões de desabrigados, dos quais mais de 400 mil ainda residem em acampamentos onde a situação é cada vez mais crítica.

A nação sofre também uma epidemia de cólera que ceifou mais de sete mil vidas e a Organização Panamericana da Saúde estima que este número pode ser triplicado a partir deste mês, este mês, quando começará a estação das chuvas e piorarão as condições de insalubridade.

Artigo de Vermelho (http://www.vermelho.org.br/)

Categories: Relações Países América Latina, SAÚDE, SOCIEDADE | Etiquetas: , | 1 Comentário

Encerramento do VI Encontro Internacional Justiça e Direito 2012: Alarcón, Presidente Parlamento, conclama pacifistas à campanha pelos Cinco.

O caso dos cinco antiterroristas cubanos presos nos Estados Unidos desde 1998 deve interessar a todos os amantes da paz no mundo, afirmou nesta sexta-feira o presidente do Parlamento cubano, Ricardo Alarcón.
Ao intervir no encerramento do 6º Encontro Internacional Justiça e Direito 2012, celebrado durante três dias no Palácio de Convenções de Havana, Alarcón sublinhou que não se trata apenas do interesse de Cuba, mas também dos latino-americanos e das pessoas de bem do mundo. Fernando González, Ramón Labañino, Antonio Guerrero, Gerardo Hernández e René González, conhecidos internacionalmente como Os Cinco, cumprem severas penas por informar sobre planos de ações violentas contra Cuba elaborados por grupos terroristas baseados em território norte-americano.

O presidente da Assembleia Nacional do Poder Popular de Cuba (Parlamento), criticou o silêncio midiático e político prevalecente nos Estados Unidos sobre o caso e a forma como são protegidos os terroristas nesse país.

O dirigente cubano precisou que contra Os Cinco apresentadas 26 acusações separadamente, 24 delas relativamente menores e de natureza técnica, entre eles o fato de serem registrados como agentes estrangeiros junto à Procuradoria Geral dos Estados Unidos.

Os acusados concordaram com isso,mas foram impedidos de explicar que sob uma doutrina das leis estadunidenses, conhecida como a Defesa da Necessidade, eles deviam ser perdoados por não terem cumprido com essa exigência técnica.

Sua missão implicava a proteção de vidas humanas, evitar danos a propriedades e prevenir atos terroristas e, segundo as leis norte-americanas, se pode tecnicamente violar uma regra estabelecida pela lei se está fazendo isso para evitar um dano maior. Nenhuma acusação os envolve com o uso de armas, atos violentos ou destruição da propriedade, advertiu Alarcón.

No 6º Encontro Internacional Justiça e Direito 2012 participaram mais de 500 delegados de 14 de países.

Também no Brasil a campanha pela libertação dos Cinco antiterroristas cubanos ganhou relevo nesta sexta-feira (25) durante a realização em Salvador, Bahia, da 20ª Convenção de Solidariedade a Cuba. Personalidades da vida política e cultural se pronunciaram em favor dos Cinco, como o poeta amazonense Tiago de Melo, o escritor Frei Betto, por carta dirigida aos convencionais, a senadora baiana Lídice da Mata (PSB) e a presidenta do Conselho Mundial da Paz, Socorro Gomes. 

Durante a 20ºConvenção, o embaixador da República de Cuba no Brasil, Carlos Zamora, agradeceu a solidariedade do povo brasileiro e expôs a justeza da causa da libertação dos Cinco antiterroristas.

A Convenção prossegue neste sábado, com debates e manifestações culturais e se encerra no domingo (27) com uma grande passeata na orla marítima soteropolitana, de rara beleza.

Artigo tomado  Da Redação do Vermelho e Prensa Latina

Categories: LIBERDADE PARA OS CINCO CUBANOS | Etiquetas: | Deixe um comentário

Você poderá localizar os Serviços dos trabalhadores Cuentaporpistas em Cuba através do repertório telefónico da ilha.

Mais de 500 cuentapropistas (trabalhadores privados) no país contrataram a inserção nesse espaço de anúncios.

A tiragem de quase um milhão de cópias por toda a ilha está distribuída nestes momentos em quatro variantes, dependendo

da região em que orienta o seguinte: Havana, Ocidental, Central e Oriental.

Os serviços serão listados em um segmento especificamente dedicado a eles dentro das Páginas Amarelas da lista telefónica.

 

Existem dois tipos de contratação: publicar informações básicas do anunciante e maneiras de entrar em contacto com ele; e

a inclusão de publicidade e promoções com maior quantidade de dados e impacto visual. A taxa das inscrições é 10,00 CUC, e vária na dependência

do espaço contratado e sua complexidade.

(Informação tomada de  AIN)


Categories: ECONOMIA, SOCIEDADE | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Angola: África Austral abordará integração regional.

Chefes de Estado e governo da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC, na sigla em inglês) abordarão em Luanda, capital de Angola, entre quinta (31) e na próxima sexta-feira assuntos da agenda regional, entre eles o da integração.

O fóro extraordinário da SADC prevê reuniões da chamada Troica (Angola, Moçambique e Namíbia), do Conselho de Ministros dessa comunidade e do órgão para a Cooperação nas áreas de Política, Defesa e Segurança.

Segundo a agenda prevista, no encontro de Luanda também serão discutidas questões políticas como as situações em Madagascar e Zimbábue, junto à campanha para eleger o presidente da Comissão da União Africana.

Entre outras representações de países, já se encontram em terras angolanas os presidentes Robert Mugabe, do Zimbábue, e Michael Sata, da Zâmbia.

Angola, África do Sul, Botsuana, Namíbia, Tanzânia, RD do Congo, Ilhas Maurício, Ilhas Seicheles, Maláui, Suazilândia, Lesoto, Zimbábue, Madagascar, Moçambique e Zâmbia são os países que formam a SADC, presidida atualmente por Angola.

Informação de PL.

Categories: ÁFRICA, POLÍTICA | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Uma análise objectiva sobre a polémica do cabo de fibra óptica lançado da Venezuela para Cuba

Tem havido muita especulação e até algazarra, com o destino do cabo de fibra óptica lançado de Venezuela para Cuba, o que, segundo cálculos iniciais estaria em funcionamento no final do ano de 2011. A imprensa estrangeira com a sua dose de ma intenções históricas e incitação permanente, bem como alguns sites dentro de Cuba têm publicado até a saciedade sobre o assunto, sem aportar elementos de peso ou procurar “o que o aconteceu com o pelo do contrapelo” (que pasó con la pelusa de la contrapelusa).

Depois de muito pesquisar, ler e re-ler uma dúzia de artigos sobre o tema que estamos a tratar, eventualmente, chocámos com aquele que objectivamente escrito e ainda sem encontrar o pelo do contrapelo, faz uma análise totalmente despojado dos males da imprensa sensacionalista e que colocamos à sua disposição.

A era de pedra da informática ¿ Para Cuba ou para o mundo? Artigo de Dunnia Castillo Galán, Rebelión.

Em várias ocasiões alguns amigos e pessoas que lêem o que eu escrevo tinham sugerido que escrive-se algum artigo que diz respeito a conectividade de Cuba à Internet e, claro, o tema recorrente como o cabo de fibra óptica; no entanto, nem sempre estou de acordo com a ideia, alegando não ter os elementos necessários para abordar tais temática medular; contudo, leia uma história publicada por El Nuevo Herald há poucos dias foi a musa ou o motor de accionamento para este artigo.

Sob o título “Fibra óptica internet para Cuba: da euforia ao mistério”, a jornalista Andrea Rodriguez, um correspondente em Havana da imprensa americana agência a Associated Press ou AP, publicou um artigo enorme e tendencioso onde plasma a análise sobre a questão.

Era quarta-feira 9 de Fevereiro de 2011. Entre sorrisos e discursos, vários funcionários do governo cubano recebiam na praia Siboney ao leste da Ilha, o cabo de fibra óptica que atravessou parte do mar do Caribe, da Venezuela, que tinha prometido para remover a ilha da era de pedra informática na qual vive (…) Nessa altura, os funcionários prometeram que no Julho de 2011 a fibra óptica iria entrar em funcionamento, Mas há mais de um ano desde o anúncio da ligação de Cuba à rede de redes continua a ser um dos piores do continente e, até agora, ninguém explica que passo com uma infra-estrutura que pagou aproximadamente US$ 70 milhões.

Com estas palavras começa o discurso do colega Rodriguez, no entanto, gostaria de vos mostrar alguns outros critérios que eu acho que deveriam ser igualmente analisados. Enquanto é verdade que a Internet é hoje o meio de comunicação de massa mais completa dado que complementou a recursos, textos, Imagens e sons; além de alcançar uma verdadeira interacção entre as fontes e usuários (e perdoem-me pelo meu contributo teórico), nós não podemos deixar de reconhecer que o turbilhão de informações que aparece não é directamente proporcional às realidades do mundo e muito menos, é sempre a veracidade dos factos.

Ninguém pode acreditar que com apenas navegar pelos bits você pode encontrar a verdade absoluta. O músico Cubano Sílvio Rodríguez ilustrou muito bem ao expressar: “Parece-me demasiado optimista pensar que a internet é uma garantia de democracia, quando existem tantos países com muita internet e democracia tão duvidosas. Penso que é mais adequado do que um país de produzir e operar correctamente que têm banda larga (olho que não exclui internet) “.

É real que todos nós em Cuba alegramo-nos com a opção de ser capaz de ter uma maior cobertura para a rede, todos nós, não só os funcionários do governo cubano que estavam na praia de Siboney. Os Que já estavam acostumados a usar a rede, sonhamos com uma ligação mais rápida e eficaz, e aqueles que nunca haviam tido essa oportunidade, maquinaram explorando um mar cheio de peixes raros onde talvez alguns possam afastá-los fora no início, mas sempre com a melhor disposição para aprender e poder dominar.

Por outro lado, disser que Cuba está localizada na “era da computação de pedra” parece-me um pouco aberrado quando o número de usuários de Internet no mundo em 2011 ascendeu a aproximadamente 2.100 milhões de pessoas, 30% da população do planeta, de acordo com o relatório do portal Pingdom, e esta bela ilha caribenha é apenas 0,15 % no mapa.

No entanto, não devemos esquecer que a maioria dos internautas, 920 milhões vive na Ásia e quase 480 milhões na Europa. Em terceiro lugar é América do Norte, então existem América Latina e África, e conclui a lista, com a região da Austrália e Oceânia.

Na perspectiva da iminente realidade que são os países desenvolvidos ou de primeiro mundo os principais consumidores da rede, então parece-me que temos que disser que a metade da população vive na era da computação de pedra.

Cuba tem uma largura de banda de 323 megabits por segundo (Mbps) por satélite, porque até agora o bloqueio de Washington impede o acesso a qualquer uma das dezenas de fios que atravessam áreas próximas de suas costas.

Apesar de o acesso limitado, um por cento (1%) da nossa população, embora não significa que todo o que queremos, podem aceder aos polémicos serviços, os que são oferecidos através das instituições médicas, organizações educacionais, ou entidades do governo, embora não existe uma política que se opõe à prestação de serviço directo aos indivíduos, só que isto só e possível quando os recursos financeiros e técnicos permita-lo.

Em relação ao cabo de fibra óptica, não é nenhum segredo que puxar a mais de 1.600 quilómetros, atravessando o mar das Caraíbas, da praia de Camuri na Venezuela até povos Siboney em Cuba, foram investidos US$ 70 milhões; mas imagino que não é desconhecido que a causa do enorme investimento reside na recusa do governo norte-americano, através do seu histórico bloqueio, para permitir o acesso a quaisquer dos fios que rondam a ilha, quando apenas a 32 quilómetros de distância das suas costas passa o mais próximo de uma extensa rede.

É verdade que quando no Fevereiro de 2011 foi anunciada a chegada do cabo para o litoral cubano as previsões indicam que em Julho seria possível ter seu funcionamento; também é verdade que eu, como a maioria das pessoas, tenho todos os dados do ocorrido; e, devo reconhecer, que muito é espalhado sobre se a causa do atraso foi um processo de corrupção.

Como diriam os colegas da jovem cuba: “Eu discordo que não expliquem à população que acontecido com o cabo de fibra óptica. Eu discordo de muitas coisas, mas ser um dissidente não tornar-me um adversário do governo e essa é a diferença entre um revolucionário e um involucionario”.

Se todos fazemos parte e defendemos esta revolução, temos o direito de ser consciente dos processos que ocorrem a fim de poder tomar partido na luta contra tudo aquilo que possa vir a afectar, que é o mesmo, que nos afecta individualmente.

No entanto, estou confiante em que no caso de um processo de corrupção o facto de o assunto, apesar da discrição e eles conhecerão as razões, os dirigentes cubanos deve ter uma medida fiscal exemplar para os culpados. Basta passar pano quente quem não satisfizesse os interesses colectivos colocando os individuais como mais importantes.

Muito bem descrito por Andréa Rodriguez: “Ligar-se à internet em Cuba é uma operação que desafia a paciência de quem já teve contacto com a tecnologia DSL… e a existência do fio permitirá à Cuba multiplicar por três mil vezes a velocidade actual da transmissão de dados, imagens e voz”.

Ojalá todos en el mundo pudiéramos tener una computadora personal. Ojalá que todos en el mundo pudiéramos tener acceso a la red de redes. Ojalá que todos en el mundo aprovecháramos las nuevas tecnologías más que para diversión y muerte, para ampliar cultura e intercambiar experiencias.

Mas parece-me que ela esqueceu-se de dizer que em Janeiro de 2010, a Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos ratificou a Cuba na lista de exclusões para investimentos em infra-estruturas no sector, e em Março, O Escritório de Controle de Activos Estrangeiros do Departamento do Tesouro autorizo à prestação de serviços de mensagens instantâneas para a ilha, mas descartou a conectividade em qualquer forma.

Desejo que todos no mundo tivéssemos um computador pessoal.

Desejo que todos no mundo tivéssemos acesso à rede das redes.

Desejo que todos os habitantes do mundo aproveitem as novas tecnologias e não para se divertirem e para falar da morte, para expandir cultura e trocar experiências.

Desejo que ninguém morra de fome.

Desejo que a saúde e a educação de todos fora livre e de qualidade.

Desejo que não tenham medo de guerras.

Desejo que muitas pessoas não estejam ameaçadas pela utilização de aeronaves não tripuladas.

Desejo que as Nações Unidas irão garantir a paz mundial e não os interesses de alguns.

Desejo que a crise global não tenha tantas pessoas à beira de um abismo.

Desejo que…

Então, acho que a agência AP e seus jornalistas, devem ter coisas mais importantes e urgentes para pensar neste momento, em vez de criticar os níveis de acesso da República de Cuba a internet especialmente, quando historicamente tem sido recusado para a ilha essa possibilidade e quando é um assunto interno que devem ser resolvido, criticado, sem medo, mas com uma visão construtiva, por aqueles de nós que vivemos nesta terra, e sentimo-nos cubanos.

Categories: BLOQUEIO VS CUBA, ECONOMIA, POLÍTICA | Etiquetas: | Deixe um comentário

VI Encontro Internacional Justiça e Direito: Sistema penitenciário cubano desperta interesse em encontro.

As conquistas e perspectivas do sistema penitenciário cubano despertam o interesse de especialistas de mais de 14 nações que assistem ao VI Encontro Internacional Justiça e Direito que entrará hoje em sua segunda jornada.

Outros temas que se abordarão no encontro serão o assédio sexual trabalhista, a regulamentação da intervenção judicial no processo agrário cubano, o tratamento penitenciário no Peru e a sociedade frente ao delito e à prevenção, entre outros pontos.

Nesta quarta-feira na jornada inaugural, o presidente do Tribunal Supremo Popular, Rubén Remigio Ferro, afirmou que Cuba evita transferir mecanicamente a seu ordenamento processual as práticas jurídicas incompatíveis com sua cultura, valores e idiossincrasia e o nível de desenvolvimento da sociedade.

Hoje exibimos conquistas como a participação cidadã direta na execução da justiça, e ao mesmo tempo contamos com os juízes para a estrita observação das garantias e direitos das pessoas naturais e jurídicas implicadas nos processos judiciais.

Avançamos – disse – na adequada rapidez com a que se processam os assuntos no setor em todas as instâncias e matérias, também nos princípios de oralidade, publicidade, mediação, consideração livre das provas e motivação das falhas judiciais nos assuntos que se processma e resolvem.

Em referência ao sistema de justiça de Cuba, o presidente do Instituto Latino-americano das Nações Unidas para a Prevenção do Delito e Tratamento ao Delinquente, o catedrático argentino, Elías Carranza, assegurou que a ilha caribenha tem uma situação mais favorável comparada com outras nações da região.

Em sua intervenção no encontro – que reúne mais de 500 delegados e termina amanhã – Carranza qualificou como admirável o processo social do país caribenho, com avanços tangíveis na educação, saúde, cultura e desportos.

Cuba conseguiu erradicar a exclusão social e a pobreza que hoje envergonha a humanidade, sentenciou o especialista sul-americano.

Carranza lamentou a superpopulação registrada nas prisões da região latino-americana e caribenha, em grande parte gerada pelo aumento do delito e as políticas que pregam um maior uso da justiça penal.

Artigo Publicado em PL

Categories: EDUCAÇÃO, POLÍTICA, SOCIEDADE | Etiquetas: | Deixe um comentário

Delegados de, Angola, Cuba, Argentina, Curaçau, Espanha, México, Estados Unidos e Venezuela participaram do VI Congresso Internacional de medicina e ciências aplicadas no desporto e actividade física.(actualizado)

No evento, foram apresentados mais de 20 projectos ligados ao controle médica,  preparação psicológica e formação de valores na actividade física, com base na experiência cubana desenvolvidas hoje param todo o povo. Pavel Pinho Jorge Rivero director do Instituto de Medicina do Desporto de Cuba, apontado no caso em que a produção científica aplicada ao desporto e actividade física, na ilha se baseia no potencial humano, a preparação científica e a busca de alternativas.

A Actividade física reduz o risco de desenvolver doenças crónicas não-transmissíveis e tratar deformidades, Cuba tem despertado o interesse de outros países, que possuem os serviços médicos da ilha ligada ao desporto.

Pine também falou da qualidade da produção científica e de conhecimentos relacionados com o desporto que são apresentados neste congresso internacional

No evento presentaram-se 300 trabalhos de investigação, 12 simpósios, conferencias magistrais que trataram temas como o controle biomédico no desporto e preparação psicológica para chegar em condições óptimas as competições. Trataram-se além disso temas de interesse como traumatologia, actividade física y saúde, asi como controle antidoping

Pessoas sem escrúpulos atentam contra dignidade nos desportos.

Enquanto existam toxicólogos para os quais o mais importante é o dinheiro, o jogo limpo será impossível, ressaltou o doutor Mario Granda Fraga, diretor do Laboratório Antidoping de Cuba.

  Assim não será possível que o homem escale à posição mais alta do pódio, disse à Prensa Latina o especialista que participa do VI Congresso Internacional de Medicina e Ciências aplicadas ao Esporte e à Atividade Física.

A dopagem não só põe em risco a saúde do atleta, senão sua integridade moral, afirmou o cientista, que lamenta a existência de treinadores, médicos e outros especialistas sem escrúpulos que põem o lucro econômico acima da dignidade humana.

Quando mau utilizadas, as substâncias anabólicas podem causar severos problemas ao organismo; outras como os corticoides provocam euforia; e os betabloqueadores diminuem a capacidade física e qualidade de vida da pessoa que o ingere, por exemplo.

Além de provocar vícios, o consumo do álcool produz danos psicológicos e morais, enquanto que os hormônios administrados a um esportista o colocam em risco de trombose e enfarte, assinalou o pesquisador, quem expôs a conferência magistral Desafios Atuais e Futuros da Luta contra a Dopagem.

Granda fez também referência a outros desafios que enfrenta a luta contra a dopagem, como a necessidade de equipamentos mais sofisticados e o alto custo das provas de controle.

Em Cuba, concluiu, são realizados exames de controle antidoping aos esportistas ainda fora de competição e no Laboratório Antidoping, de referência internacional, também se analisam amostras de outros países da área, expressou o cientista.

Informação de PL


Categories: DESPORTOS, SAÚDE, SOCIEDADE | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: