ELEIÇÕES

Maduro ganha as eleições presidenciais.

Com mais de 60% dos votos Maduro ganha as eleições presidenciais.

A continuidade da Revolução iniciada por Hugo Chávez ficou confirmada com este triunfo eleitoral de Nicolás Maduro de uma forma convincente. Isso não quer dizer que cessarão as agressões e acções de subverção contra o governo Bolivariano, porque pára Estados Unidos  a democracia só tem valor quando os resultados eleitorais em qualquer país se coincide com a seus interesses.

Não obstante esta vitória da maioria do povo venezuelano é um golpe em plena cara a quem persistem em destruir a decisão soberana do povo. 

 

 

Anúncios
Categories: ANGOLA, ÁFRICA, ELEIÇÕES, POLÍTICA, Uncategorized, venezuela | Etiquetas: | Deixe um comentário

¡Activa com teu voto!

Por uma Venezuela de paz e liberdade.

DdbmfEAUwAAu6od

Más de siete avenidas de Caracas repletas de un pueblo lleno de amor en el Gran Cierre de Campaña del Candidato de la Patria NicolasMaduro ¡Patria y futuro con Maduro!

Categories: AMERICA LATINA, ELEIÇÕES, Uncategorized, venezuela | Etiquetas: | Deixe um comentário

Último dia de eleições na Venezuela.

Veja até o final..

Categories: AMERICA LATINA, ELEIÇÕES, Uncategorized, venezuela | Etiquetas: | Deixe um comentário

Junto a Maduro.

 

Cinco dias para hoje!   Podemos fazê-lo porque para Chávez, Maduro e da pátria.

Resultado de imagen de imagenes de venezuela libre

Categories: AMERICA LATINA, ANGOLA, ELEIÇÕES, POLÍTICA, Uncategorized, venezuela | Etiquetas: | Deixe um comentário

Maduro reitera confiabilidade do sistema de votação venezuelano.

. Venezuela tem eleições este 20 de maio”

 

“Ademais, é o único sistema eleitoral no mundo que tem verificação com impressão digital: um votante um voto. É o sistema mais organizado, mais seguro e mais auditado. Fazem-se auditorias prévias, em quente e posterior às eleições. Um 54% das mesas são auditadas depois da contenda eleitoral”, realçou

Categories: ANGOLA, ELEIÇÕES, Uncategorized, venezuela | Etiquetas: | Deixe um comentário

Miguel Díaz-Canel, novo presidente de Cuba.

 Diaz-Canel sucede Raúl Castro em Cuba.

O primeiro vice-presidente do Conselho de Estado de Cuba, Miguel Diaz-Canel, foi hoje eleito para suceder ao actual Presidente Raúl Castro, anunciaram os meios de comunicação.

 De 57 anos foi confirmado pelos parlamentares por um período renovável de cinco anos, com 603 votos dos 604 possíveis, ou 99,83% dos votos.

Categories: AMERICA LATINA, ANGOLA, CUBA, ELEIÇÕES, POLÍTICA, SOCIEDADE, Uncategorized | Etiquetas: , | Deixe um comentário

O mais recente sobre as eleições em Cuba

Hoje quarta-feira 18 de abril Cuba levou a cabo o acto de juramento dos deputados que conformam a nova Assembleia Nacional do Poder Popular. Amanhã quinta-feira 19 de abril, 57 Aniversário da vitória em Praia Girón, o  Parlamento cubano dará a conhecer os resultados do processo de votação para eleger ao novo presidente do país.

Categories: CUBA, ELEIÇÕES, Revolução Cubana, Uncategorized | Deixe um comentário

Fidel Castro e as eleições em Cuba.

Categories: AMERICA LATINA, CUBA, ELEIÇÕES, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Cuba confia-se plenamente em sua juventude.

Em Cuba não é o exército quem protege as urnas eleitorais onde se vota sina a juventude.

Depois dizem que nessa ilha não há democracia. Isso é a verdadeira democracia.

juventudelecciones

Categories: AMERICA LATINA, amor, ANGOLA, ÁFRICA, CUBA, Direitos Humanos, EDUCAÇÃO, ELEIÇÕES, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

“Vamos governar com todos”

Vencedor da eleição presidencial, João Lourenço pede unidade para a construção de uma Angola de todos.

 

Vencedor da eleição presidencial, João Lourenço pede unidade para a construção de uma Angola de todos
João Lourenço tem até 15 dias para ser investido no cargo, a contar da publicação oficial dos resultados eleitorais definitivos em Diário da República, que deve acontecer nas próximas horas, depois da decisão do Tribunal Constitucional sobre o recurso da oposição que pretendia impugnar as eleições.
João Lourenço usou a rede social Facebook para expressar a sua satisfação pela vitória do partido, com 61 por cento dos votos válidos. É a sua segunda intervenção pública, embora desta vez para o público internauta, desde que foi eleito Presidente da República.
“Resolvidos os diferendos eleitorais, enterremos as nossas diferenças político-ideológicas e, unidos e empenhados, façamos o País acontecer. Somos irmãos e o que nos orgulha de sermos nós mesmos é muito mais importante do que aquilo que nos separa”, escreve João Lourenço num “post” feito ao princípio da tarde de ontem na sua página oficial patrocinada, concluindo com um “Viva Angola e os angolanos.” No início da manhã de ontem, o Presidente eleito já tinha afirmado num “post” na mesma página oficial da campanha que foi “eleito democraticamente Presidente de todos os angolanos e em prol de todos os filhos de Angola, sem qualquer tipo de distinção ou outra forma de discriminação ou exclusão.”
O “post” de João Lourenço traz uma fotografia sua, diferente das usadas na campanha eleitoral nas redes sociais, esboçando um sorriso de celebração pela conquista da vitória.
O Presidente eleito é empossado pelo presidente do Tribunal Constitucional e, em função disso, a sua posse como deputado eleito (na lista do MPLA) fica adiada. Com a posse de João Lourenço, o Presidente José Eduardo dos Santos, em funções desde 2012, termina o seu mandato.
No resumo da campanha, João Lourenço propôs um “grande pacto nacional” com toda a sociedade para combater a corrupção e a impunidade em Angola. O vice-presidente do MPLA assumiu o combate à corrupção como um compromisso de coragem. “Como me comprometi desde o início da nossa campanha, vamos enfrentar com coragem a corrupção e a impunidade, dois males que afectam o desenvolvimento do país e que precisam de ser combatidos”, disse.
João Lourenço afirmou que vai formar uma equipa de governação na qual os critérios principais serão a competência e a seriedade. “O homem certo no lugar certo. Esses são compromissos credíveis que eu assumo em meu nome e na base da linha política do MPLA”, afirmou.
“Vamos trabalhar seriamente para acelerar o desenvolvimento económico e social de Angola”, garantiu. “Vamos intensificar a diversificação da economia, apostando, sobretudo na agricultura e na indústria transformadora, o que, além de ajudar a combater a pobreza, criará cada mais oportunidades e empregos para os jovens”, reforçou.
João Lourenço tranquilizou a população de que, caso vença as eleições, vai continuar com os projectos para levar energia eléctrica e água para as casas e para as indústrias. O mesmo vai acontecer com a saúde e a educação, que devem estar mais perto dos cidadãos e de suas famílias, com professores, médicos e enfermeiros melhor treinados. “Vamos continuar o programa de construção de casas e de novas urbanizações para todos os angolanos”, acrescentou.
O MPLA ganhou as eleições com 61 por cento dos votos, elegendo 150 deputados. A UNITA foi o segundo partido mais votado, elegendo 51, a CASA-CE a terceira, com 16 deputados. O PRS conseguiu dois deputados e a FNLA um. 
A Aliança Patriótica Nacional foi a única formação que não conseguiu eleger nenhum deputado, mas sobrevive à extinção legal pelo Tribunal Constitucional.  

Categories: ANGOLA, ÁFRICA, ELEIÇÕES, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: