#Díaz-Canel

Cultura e Revolução .

Não por acaso, o dia 20 de outubro foi eleito o Dia da Cultura Cubana. Lembro com muito orgulho que Armando Hart reiterou a importância de que a data em que o Hino de Bayamo foi cantado pela primeira vez serviu para homenagear os homens e mulheres protagonistas da vida cultural do país. Assim, dizia Hart, a identificação orgânica entre nossos criadores e os ideais patrióticos, antiescravistas e anticoloniais de 1868, posteriormente enriquecidos por Martí, Mella, Guiteras, Fidel, se sintetizou de maneira excelente.
A triunfante Revolução de 1959 recebeu o apoio entusiástico da esmagadora maioria dos artistas e escritores cubanos. Muitos, mesmo, que viviam no exterior, voltaram à Ilha para se juntar à construção de um novo mundo.

El escudo, obra de Alexis Leyva Machado (Kcho)


Embora a agressividade dos EUA tenha começado muito cedo, por meio de pressões e ameaças, ataques, bombardeios, financiamento de gangues armadas e uma feroz campanha na mídia, o governo revolucionário não negligenciou a promoção da cultura: fundou o Icaic, a Casa de las Américas, a Imprensa Nacional e a primeira escola de instrutores de arte, e realizou a Campanha de Alfabetização.
Segundo Carpentier, os tempos de solidão acabaram para o escritor cubano e os de solidariedade começaram. E é que a Revolução formou um público massivo e ávido pelas artes e letras. Também deu espaço às expressões mais genuínas e discriminadas das tradições populares e às pesquisas mais ousadas nos diversos gêneros artísticos.
Incapazes de perceber os vínculos profundos entre a cultura e a Revolução, os ianques insistiram em organizar grupos de “dissidentes” nos círculos intelectuais; mas eles falharam novamente e novamente.
O caso de Armando Valladares foi fruto do desespero: foi apresentado ao mundo como um poeta inválido prisioneiro de consciência. Até publicaram um livro de poemas com grande publicidade e um título dramático: Da minha cadeira de rodas. Mas não era poeta nem paralítico (subiu agilmente a escada do avião quando foi perdoado), teve um passado tenebroso como policial sob a tirania de Batista e fora punido por atividades terroristas.


Agora, muitos anos depois, eles apresentam um suposto “movimento” (San Isidro), um suposto rapper processado por desacato e uma suposta greve de fome de uma dúzia de supostos “jovens artistas”. Eles foram apoiados por uma forte campanha na imprensa estrangeira, na mídia digital paga para subversão e nas redes sociais. Tiveram o apoio imediato de Pompeo, Marco Rubio, Almagro e outros personagens.
Por meio das redes sociais, criou-se um clima rarefeito, de intensa carga emocional, para suscitar expressões de adesão e apoio moral diante de uma hipotética injustiça.
Como tem sido estudado por muitos analistas, apelar para as emoções nas redes envolve as pessoas em comunidades sentimentais transitórias e paralisa a capacidade de raciocinar, julgar e verificar onde estão os limites entre a realidade e a ficção.
Muitos (a maioria) dos que se reuniram no dia 27 de novembro em frente às portas do Ministério da Cultura foram influenciados pela atmosfera criada nas redes. Poucos sabiam o que realmente aconteceu em San Isidro e seus protagonistas. Talvez alguns deles tenham passado por uma ou outra experiência ruim e tenham se sentido magoados. Acho que eles queriam sinceramente dialogar com a instituição.


Outros (uma minoria) participaram com total consciência de um plano contra a Revolução. Eles usaram as redes sociais para amplificar o que estava acontecendo lá e espalhar de forma adulterada. Notícias falsas foram divulgadas em torno de uma repressão imaginária que incluía gás lacrimogêneo, spray de pimenta e supostas emboscadas contra os participantes. Eles sabiam que estavam ajudando a justificar as políticas de Trump contra seu país com mentiras. Eles estavam interessados ​​apenas no “diálogo” para transformá-lo em notícia, em um show, e marcá-lo como uma vitória. Alguns precisavam justificar o dinheiro que recebem.
No entanto, é necessário separar claramente o cartoon das marginais de San Isidro e o que aconteceu no Ministério da Cultura. No segundo caso, existem jovens valiosos que devem ser cuidados.
A política cultural da Revolução abriu um espaço amplo e sem preconceitos para que os criadores possam realizar seu trabalho em total liberdade. É verdade que houve erros, mal-entendidos e erros crassos, mas o próprio processo revolucionário se encarregou de corrigi-los.

As instituições, junto com a Uneac e a Associação Hermanos Saíz, permanecem abertas ao debate franco com artistas e escritores. Se por algum motivo o diálogo for interrompido, existem canais de comunicação apropriados para retomá-lo.
É totalmente legítimo discutir como consolidar os laços entre criadores e instituições, sobre manifestações experimentais da arte ainda não suficientemente compreendidas, sobre a função crítica essencial da criação artística, sobre o “vale tudo” da visão pós-moderna, sobre o liberdade de expressão e muitos outros tópicos.
O que não é legítimo é o desrespeito à lei, a pretensão de chantagem contra as instituições, ultrajando os símbolos do país, buscando notoriedade por meio da provocação, participando de ações pagas pelos inimigos da nação, colaborando com quem trabalha para destruí-lo, mentir para se juntar ao coro anticubano nas redes, incitar o ódio.
Em meio à crise global provocada pela pandemia e pelo neoliberalismo global, Cuba sofre simultaneamente um assédio sem precedentes por parte dos Estados Unidos. É por isso que este momento foi escolhido para financiar programas que oferecem uma imagem desfigurada do país.
Qualquer criador que se aproxima de instituições com objetivos legítimos encontrará interlocutores dispostos a ouvi-lo e apoiá-lo. Com os falsos não há diálogo possível.

Categories: # Miguel Díaz-Canel, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Díaz-Canel, #Fidel, #YoSoyFidel, 60º aniversário do triunfo revolucionário, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Contrarevolucion, contrarrevolucionarios anticubanos, #Cuba, guerra mediática, redes sociales, Referéndum Constitucional, Cuba, fidel castro, cultura, CULTURAIS, Declaração do governo revolucionário, Dia da Cultura Cubana 20 de Outubro, DIAZ CANEL, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, Fidel Castro Ruz, Fidel Castro Ruz, Historia de Cuba, Fidel, el ejemplo imperecedero de Maceo y Che,, Manipulacion, Manipulacion Politica, MIAMI, O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, sonhos de Fidel | Deixe um comentário

Palavras ditas na recepção remota aos membros da brigada médica Henry Reeve que estavam em Turim, Itália.

Versões verbais – Presidência da República.

Bem-vindos à pátria, irmãos!

Nesta reunião diária do Grupo Nacional Temporário de Enfrentamento ao COVID-19, queremos recebê-los, membros da brigada Henry Reeve que retornam de Turim, Itália, em nome do general do exército Raúl Castro, primeiro secretário do Comitê Central do nosso Partido, em nome do Partido, do Governo e de nosso povo que acompanharam com interesse tudo o que você fez em seu magnífico trabalho de solidariedade enfrentado pela COVID em Turim, Itália, precisamente em um dos dois cenários mais complicados que teve. Aquele país.

Nestes tempos do COVID, já recebemos, via comunicação virtual, o respeito aos protocolos de segurança epidemiológica estabelecidos, diversas brigadas; mas sua recepção hoje tem um significado particular em termos de homenagem: graças aos esforços de médicos como você, do pessoal da Saúde, de nossos cientistas, dos Conselhos de Defesa provinciais e municipais e de todo o trabalho abrangente que com nossos cidade está ocorrendo, hoje foi anunciado, pela primeira vez em todo esse confronto, um dia com zero casos positivos.

Esse resultado, o que não significa que possamos mantê-lo ao longo do tempo, pois sempre haverá alguns casos, demonstra que o comportamento de efetividade que a doença vinha enfrentando nos últimos dias, onde tivemos dois dias com apenas um caso e diminuição de casos críticos e graves, a ponto de não ter nenhum no momento, e também o tempo de trânsito dos críticos e dos graves, a partir da consolidação de nossos protocolos com a aplicação dos medicamentos desenvolvidos por Cuba – mínimo nos últimos casos apresentados -, evolui de uma maneira muito positiva, e que melhor maneira de compartilhar essa alegria, esse triunfo desses resultados, precisamente com você que estrelou uma das missões mais complexas de todos os tempos.

Essa alegria não pode mais ser tirada de nós, porque é o resultado do trabalho de todos, e esse é o melhor prêmio que podemos oferecer a você nesta chegada à terra natal, porque vocês foram os heróis desta batalha.

Portanto, com todo esse entusiasmo, com toda essa alegria e muito conscientes do que ainda temos que fazer, do que temos que continuar a aperfeiçoar, do que temos que continuar a participar para evitar os surtos, uma batalha na qual também estamos cientes de que você se juntará depois de passar pela quarentena, é no sentido em que estamos recebendo você no seu retorno a Cuba.

Agora você passará por um estágio de quarentena, mas, como fizemos com as outras brigadas, após esse estágio estaremos nos vendo, conheceremos e compartilharemos com você as experiências que eles nos trazem, para também aperfeiçoar o trabalho que deve ser feito. desenvolver no futuro, onde já estamos, em meio à recuperação da COVID, implementando uma estratégia econômica e social para impulsionar nossa economia em tempos de crise.

Bem-vindo à pátria e um abraço para todos!

Categories: # Miguel Díaz-Canel, # yo voto vs bloqueo, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Díaz-Canel, #salud, #Salud en Cuba, #solidaridadvs bloqueo, bloqueo contra cuba, epidemia, Itália, O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

Atualização na América Latina em comparação com a covid-19.

A América Latina e o Caribe respondem por mais de um milhão e meio de casos de coronavírus. Ao contrário de vários países, uma perspectiva mais positiva é vista em Cuba, onde novos casos de covid-19 permanecem baixos. Diante desse progresso, o governo da ilha anunciou um plano de recuperação gradual, que consiste em duas etapas.

Categories: # América Latina, # Cuba, # Miguel Díaz-Canel, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Brasil, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, #Chile, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Díaz-Canel, deporte, DIAZ CANEL, ECONOMIA, economia nacional, EDUCAÇÃO, O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, TURISMO, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Cuba aguarda investigação do ataque.

“Não é possível dissociar um fato como esse da intensificação da política de agressão e hostilidade aplicada pelo governo dos EUA contra Cuba, nem do aperto do bloqueio, que inclui medidas não convencionais, mesmo durante a pandemia cobiçada. -19 “, disse Rodríguez.

Em uma de suas últimas declarações contra o país do Caribe, Pompeo acusou o governo da ilha de cometer “tráfico de seres humanos”, enviando médicos a missões internacionais de saúde para a pandemia de coronavírus.

O presidente cubano Miguel Díaz-Canel também falou, observando que “os Estados devem proteger missões diplomáticas credenciadas em seu país”.

Categories: # Cuba, # Miguel Díaz-Canel, # yo voto vs bloqueo, #Bruno Rodríguez,, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Díaz-Canel, #Donald Trump, #Estados Unidos, #solidaridadvs bloqueo, #Trump, @Trump, BLOQUEIO VS CUBA, FORA TRUMP, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Terrorismo, TERRORISMO VS CUBA, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Hugo Chávez: Te veo, siempre te veo, aunque no te puedan ver

Autor:  | internacionales@granma.cu

Parece que foi ontem, mas já se passaram sete anos. Todos nos lembramos das notícias, um golpe que nos deixou com uma dor que não cura, que não podemos mitigar. Havana, toda Cuba, estremeceu e chorou em sua despedida, na melhor amiga até mais tarde.

Eu estava procurando uma foto para recordar quando encontrei o vídeo de uma garota que recitou um poema, uma garota que cantou para Chávez no aniversário de sua semeadura. Tal era o seu sentimento, tão grande a palavra nascida em seu coração, que emocionou a todos.

Fidel y Raúl estuvieron siempre muy pendientes de la salud de Chávez.

«Eu vejo você, eu sempre vejo você, como eles não podem vê-lo / mas para você eu respondo». Aqueles que amam você, seus soldados, os milhões que você libertou da censura, aqueles que lutam, resistem e constroem, respondem.

«Para você eu respondo, já aprendi a responder / respondo com as verdades, respondo com meu amor / respondo com sua verdade que finalmente consegui entender /».

Seu pessoal responde que, inspirado por essa verdade clara e firme, travou uma das maiores batalhas da história americana.

«Tão depressa que nos deixaste, fiel soldado patriótico / Meu comandante, ouves-me?» ./ Pergunte à moça, uma venezuelana, talvez uma de muitas que deram a possibilidade de ser, uma das que estudaram no novo escolas, às quais você deu livros, lápis, salas de aula, um desses computadores canaítas, professores e professores.

Parece-me que algum senhor da minha terra, que é a sua terra, ensinou-lhe as primeiras letras, que um médico da minha terra curou seus sofrimentos, que um artista da minha terra, que é a sua terra, alegrou sua alma.

«Meu comandante, está me ouvindo? / Vejo você de manhã quando começa o amanhecer / Vejo você nas escolas / Vejo você no quartel / Vejo você nas igrejas / crente Sou de sua fé / Vejo você na longa rua de Sabaneta a pé / Te vejo, eu sempre te vejo Como eles não podem te ver? / Vejo você quando a chuva cai e minha pele fica molhada / Vejo você na natureza que pede para viver também / Vejo você praticando esportes com suor na têmpora / Vejo você quando a sede da sua sede bebe água / ».

Uma sede renovada, sem fim, porque chegar ao amanhecer é como atravessar um deserto, é conquistar toda a justiça, sem mais armas do que amor e verdade, é a sede que nunca se apaga. Sempre haverá lanças para quebrar contra o calçado gigante com botas de sete pernas.

Sete anos e aí está você. Como o Presidente Díaz-Canel disse, eles nos jogaram com tudo, nos jogaram para matar, mas ainda estamos vivos e lutando, porque você também acompanha conosco, cavalgando ao lado de nossos soldados libertadores, renascendo de esquinas, nas planícies e selvas escuras, nas montanhas e rios, vencendo a morte que você nunca terá, porque a pior e única morte real é o esquecimento, e você cresce na memória.

“Eu vejo você gigante na via láctea / eu vejo você de jaleco branco querendo fazer o bem /”.

«Meu comandante, consegues ouvir-me? / Diga-me se você me ouvir, cara? / Alguns não querem vê-lo / eles virão comigo atrás Fabricio, Alí ​​e Che / Simón Bolívar virá com o general Ezequiel / Guaicaipuro virá com José Gregorio também / Martí será acompanhado por Fidel / mãe Rosa trará aranhas com sabor de mel / as pessoas livres virão sem mudar de idéia / se eu te vir e você me vir / me ver porque eu sou Chávez e Chávez também é você / porque Chávez estamos todos lutando para vencer / Viva Chávez, caramba / ».

Até sempre comandante. Até a vitória que virá da sua mão e da de Fidel. Até à vitória, sempre.

Fonte: Poesia para Chávez. Embora eles não possam vê-lo, recitado pela garota, Alegría Marquina, tirada da vtv multimedia.

Categories: # Miguel Díaz-Canel, # Venezuela, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Díaz-Canel, #Venezuela, #YoSoyFidel, A Venezuela que a mídia nos diz, ALBA, ALBA-TCP, Cuba, Fidel Castro Ruz, Hugo Chávez Frías, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, Nicolás Maduro Moros, Venezuela, BOLIVIA Evo Morales Fidel Castro Hugo Chávez, COMANDANTE CHAVEZ, Cuba, Donald Trump, Estados Unidos, Marco Rubio, Mario Díaz-Balart, Relaciones bilaterales., Cuba, fidel castro, Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, Nicolás Maduro Moros, Solidariedade, Venezuela, Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, Soberania, Venezuela, DIAZ CANEL, Fidel Castro Ruz, Fidel Castro Ruz, Historia de Cuba, Fidel Castro y Hugo Chávez., Fidel, el ejemplo imperecedero de Maceo y Che,, Hugo Chavez, O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, sonhos de Fidel, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

#Cuba Díaz-Canel recebe Santiago Muñoz, diretor da Real Academia Espanhola

Fuente:Mi Cuba Por Siempre

O presidente cubano Miguel Díaz-Canel Bermúdez realizou uma reunião neste sábado com o diretor da Real Academia Espanhola (RAE) e o presidente da Associação de Academias da Língua Espanhola (ASALE), Santiago Muñoz Machado.

Muñoz Machado, diretor do RAE desde janeiro de 2019, visitará hoje locais de interesse no Centro Histórico de Havana e, na segunda-feira, 17, realizará uma reunião com juristas cubanos na Universidade de Havana, onde será recebido pelo reitor, Dr. Miriam Nicado.

Neste dia, o acadêmico espanhol também participará da apresentação do Dicionário Pan-Hispânico de Espanhol Jurídico, que será realizado na Faculdade de Direito da Universidade de Havana.

Muñoz Machado disse que era admirado pelo trabalho da Academia da Língua de Cuba, informou a Rádio Habana Cuba.

“Acabei de receber os relatórios do trabalho da academia cubana e, na verdade, a palavra que funciona melhor para mim é admirável, eles têm uma dedicação exemplar, apesar de os recursos serem sempre escassos”, afirmou.

O acadêmico espanhol foi investido como membro correspondente da Academia da Língua de Cuba, cujo certificado recebeu de seu diretor, Rogelio Rodríguez Coronel.

“Devemos manter a honra cultural mais importante que nossos países têm, que é uma língua falada por 580 milhões de pessoas no mundo”, disse Muñoz Machado em Havana.

Cuba é a primeira parada de uma viagem de trabalho realizada pelo diretor da RAE, em breve visitará Panamá, Nicarágua, El Salvador, Guatemala, Honduras e República Dominicana.

Categories: # Cuba, # Miguel Díaz-Canel, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #Díaz-Canel, DIAZ CANEL, EDUCAÇÃO, educação, O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , | Deixe um comentário

Marcha da Tocha em comemoração ao nascimento de José Martí

A atividade foi liderada pelo primeiro secretário do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba, Raúl Castro, e pelo presidente da República, Miguel Díaz-Canel.

Atrás deles foram seguidos por milhares de jovens nas ruas. A marcha começou na escadaria histórica da Universidade de Havana e terminou na Marti Forge, onde Marti cumpriu uma sentença de trabalho forçado em 1869 por suas idéias de independência.

Miles de jóvenes conmemoraron el 167 aniversario del natalicio del Héroe Nacional cubano.

Também é lembrado o comandante em chefe Fidel Castro, quando em 27 de janeiro de 1953 liderou esta marcha.

O presidente da Federação de Estudantes Universitários (FEU), José Alejandro Fernández, lembrou que a primeira marcha das Tochas foi realizada em 1953, quando foi liderada por Fidel Castro, que seis meses depois participou – junto com um grupo de jovens – no assalto ao quartel de Moncada, o início da insurreição contra Fulgencio Batista, que culminaria no triunfo da Revolução em 1959.

Enquanto isso, o presidente Díaz-Canel pediu para fazer história com a mais maciça marcha de homenagem ao Herói Nacional Cubano.

“Hoje vamos esperar o 167º aniversário do # Martí com nossas tochas acesas, da Escadaria da Universidade. Vamos fazer história com a marcha mais massiva do #Homenage até o apóstolo e condenar aqueles que fingiram profaná-la”, escreveu o presidente segunda-feira em sua conta Twitter

Categories: "para Cuba Eu até ando de bicicleta, # Cuba, # Miguel Díaz-Canel, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Díaz-Canel, #Fidel, #Martí, #YoSoyFidel, Cuba, fidel castro, DIAZ CANEL, fidel, Fidel Castro Ruz, Fidel Castro Ruz, Historia de Cuba, Fidel Castro y Hugo Chávez., HEROES Y MARTIRES, homenaje, José Martí, Jose Marti, O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, Patria Jose Marti, Raúl na inauguração da Cúpula ALBA-TCP:, sonhos de Fidel, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Presidente de Cuba “EM LAS CACHAS”

 

Categories: "para Cuba Eu até ando de bicicleta, # Cuba, # Miguel Díaz-Canel, #Díaz-Canel, Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, Soberania, Venezuela, Deportes Mundiales, DIAZ CANEL, EDUCAÇÃO, educação, O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

21 salvos pela Revolução

Este amanhecer ocorreu na Plaza de Armas da fortaleza de San Carlos de la Cabaña, a cerimônia de saudação de artilharia militar, por ocasião do 60º aniversário do triunfo da Revolução Cubana.

Autor: Abel Reyes | internet@granma.cu

21 salvas en honor al 61 Aniversario del Triufo de la Revolución Unidad mixta compuesta por combatientes de la gran unidad de tanques Rescate de Sanguilí, Orden Antonio Maceo y la Escuela Inter Armas de la FAR: General Antonio Maceo, Orden Antonio Maceo

21 salvos em homenagem ao 61º aniversário do triunfo da revolução Foto: Dunia Álvarez Palacios
A celebração, presidida pelos chefes das Forças Armadas Revolucionárias (FAR), contou com uma bateria mista, composta por combatentes da Grande Unidade de Tanques de Resgate de Sanguily, da Ordem Antonio Maceo e da escola Interarmas da FAR. , General Antonio Maceo, Ordem Antonio Maceo.

Presente na manobra, Kimay Bárbara Graverán Álvarez, professor da cadeira de artilharia da escola Interarmas da FAR, disse que, mesmo quando está envolvida nesse tipo de manobra pela quarta vez, a saudação de 21 anos sempre será uma Experiência muito especial em sua carreira.

«É um grande orgulho e privilégio participar deste exercício, porque represento o povo cubano, nosso Presidente da República, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, o general do exército Raúl Castro Ruz e o líder incontestável da Revolução Cubana. Além disso, com essa manobra, reafirmamos que os jovens são continuidade ”, afirmou.

Por sua parte, Lázaro Enrique Perera Molina, um soldado da Divisão de Tanques envolvido na cerimônia, disse sentir-se orgulhoso, como militar, por fazer parte de um exercício de tanta relevância política, que coloca o nome de Revolução e da artilharia cubana.

Nesta ocasião, os 21 salvos foram percussados ​​em homenagem aos mártires da pátria, nosso povo árduo e vitória, de acordo com as vozes de comando encarregadas da bateria de artilharia.

Categories: "para Cuba Eu até ando de bicicleta, # Miguel Díaz-Canel, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Díaz-Canel, Andrés Manuel López Obrador, Bolivia, estados unidos, Evo Morales, Grupo de Lima, Luis Almagro, Mexico, Nicolás Maduro, Red Europea de Solidaridad con la Revolución Bolivariana, venezuela, CUBA - ESTADOS UNIDOS, Cuba, Donald Trump, Estados Unidos, Marco Rubio, Mario Díaz-Balart, Relaciones bilaterales., Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, Nicolás Maduro Moros, Solidariedade, Venezuela, Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, Soberania, Venezuela, Declaração do governo revolucionário, DIAZ CANEL, Gabinete de Transmissões do governo para Cuba dos Estados Unidos,, O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Rejeição de cerco à Embaixada do México

O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, rejeitou a operação policial excessiva em frente à embaixada mexicana em La Paz, Bolívia, vigiada 24 horas por dia por mais de 90 policiais e onde drones voam para fotografar o interior da cercado.

Autor:  | internet@granma.cu

Decenas de efectivos militares custodian la Embajada de México en Bolivia. foto: telesur

Dezenas de militares vigiam a Embaixada do México na Bolívia. Foto: TELESUR
O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, rejeitou a operação policial excessiva em frente à embaixada mexicana em La Paz, Bolívia, vigiada 24 horas por dia por mais de 90 policiais e onde drones voam para fotografar o interior da cercado

Em sua conta no Twitter, o presidente escreveu: «A operação policial diante da embaixada mexicana na Bolívia está fora de proporção. Condenamos a agressão contra a embaixada do México ».

Em um comunicado de imprensa, o Partido Trabalhista mexicano condenou categoricamente as agressões e insultos do governo boliviano de fato contra o presidente Andrés Manuel López Obrador e rejeitou a ruptura da ordem institucional na Bolívia, também condenada pelo governo mexicano.

O texto, assinado pelo coordenador do Partido Trabalhista Nacional, Alberto Anaya Gutiérrez, afirma: «Nosso total apoio ao presidente López Obrador. As denostaciones e agressões contra um chefe de Estado são inadmissíveis, irresponsáveis ​​e carecem de maturidade diplomática ”e acrescenta:“ É lamentável que o direito no México apóie, zombe e faça eco dos insultos contra o chefe do Estado mexicano, É ultrajante e mesquinho.

A embaixadora mexicana, María Teresa Mercado, publicou em um tweet: «Estou com a gerente de negócios e o cônsul da Espanha em minha residência; eles pararam o carro com placas diplomáticas, além de os terem atacado». Diplomatas espanhóis permanecem protegidos em sua residência.

Por seu turno, o Prêmio Nobel da Paz de 1992, Rigoberta Menchú, guatemalteco, no Twitter condenou o cerco de diplomatas mexicanos e apelou à representação da União Europeia em La Paz para instar incondicionalmente a parar essas e outras violações flagrantes às normas, tratados e convenções do Direito Internacional.

Nos últimos dias, o México relatou um aumento no número de policiais e militares vigiando sua embaixada na Bolívia e na residência do embaixador. Lá, desde 11 de novembro, nove ex-oficiais e líderes do Partido do Movimento ao Socialismo esperam passagens seguras, depois do golpe de estado que forçou Evo Morales a renunciar à Presidência da Bolívia.

As autoridades mexicanas informaram que os militares monitoram a sede diplomática à distância, conhecendo a atividade dentro do recinto e perseguindo carros entrando ou saindo do prédio.

Categories: # Miguel Díaz-Canel, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Bolívia, #Díaz-Canel, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Trump, @Trump, AMLO, Andrés Manuel López Obrador, estados unidos, México, zona franca, Andrés Manuel López Obrador, Bolivia, estados unidos, Evo Morales, Grupo de Lima, Luis Almagro, Mexico, Nicolás Maduro, Red Europea de Solidaridad con la Revolución Bolivariana, venezuela, BOLIVIA Evo Morales Fidel Castro Hugo Chávez, CUBA-BOLÍVIA, Cuba-Mexico, México, O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, Presidente do Mexico, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Trump Google, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: