FMI

Fundamentos da adesão de Angola ao FMI Augusto Teixeira de Matos *

A 19 de Setembro, passaram-se 29 anos desde que Angola aderiu ao Fundo Monetário Internacional (FMI) e ao Grupo do Banco Mundial – constituído por este, a Sociedade Financeira Internacional (IFC), a Agência Internacional de Desenvolvimento (AID) e a Agência de Garantia Multilateral de Investimento (MIGA).

Nessa altura e desde 1986, Angola atravessava uma situação financeira e cambial crítica, caracterizada por uma enorme dívida externa resultante, principalmente, da queda do preço de petróleo no mercado internacional para mínimos de seis dólares por barril. A saída para a negociação da dívida externa com os países ocidentais passava pelo contacto preliminar com o Clube de Paris, o que só era possível sendo membro do FMI.
O processo de adesão foi bastante complicado e demorado – cerca de dois anos – em comparação com outros países da região da África Subsahariana, que o fizeram em poucos meses. Continuar a ler

Anúncios
Categories: AID, ANGOLA, ÁFRICA, FMI, MIGA, Uncategorized | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: