HISTORIA DE CUBA

Lembrando e comemorando o Dia da África.

Categories: 25 de maio celebra-se no Dia Mundial de África, Africa, ANGOLA, ÁFRICA, CUBA - ÁFRICA, CUBA-ANGOLA, História, HISTORIA DE CUBA, INTERNACIONALISTAS DE ANGOLA, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Música com a sensação desta bela ilha, pequena em tamanho, mas imensamente grande em valores e potencial humano.Cuba Querido, obrigado

Categories: História, HISTORIA DE CUBA, MUSICA CUBANA, MUSICAS, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , | Deixe um comentário

Reviver a história é vivê-la novamente.

Autor: Dilbert Reyes Rodríguez | dilbert@granma.cu

¡Pueblo de Cuba !, são as primeiras palavras de José Antonio Echeverría, 20 minutos depois das três da tarde de 13 de março de 1957, pela estação Radio Reloj, quando se pronuncia pelo Diretório Revolucionário. Na foto, o impacto da bala na cabine de controle da estação como resultado do ataque.
O sangue jovem que é entregue ao sacrifício da Pátria ainda corre ardentemente em nossa memória. E o corpo que o oferece, vive, marcha.

Não importa se um ano se passou, dois, 63. Todo dia 13 de março nos lembra a agitação do peito, ao girar cerrado pelo punho, à raiva contida, aos anseios galopantes por justiça, ao tumulto de uma geração contra o Palácio, que era mais do que um palácio, uma toca.

As almas que se lançam em combate têm um nome neste dia: Diretório Revolucionário e contam a idade daqueles que passam com livros, escalando, sob os braços abertos da Alma Mater.

Seus propósitos, decapitar o regime. Eles não têm outro plano senão vencer, ou uma alternativa diferente para entrar, surpreender, executar, passar os braços da guarnição para as pessoas que os seguiriam após o ataque para apagar a quantidade de flagelo sedento de sangue que se espalhou pelo massacre e tortura. Essas pessoas – não havia dúvida – se levantariam quando a voz do jovem líder trovejasse, nas ondas do Relógio.

Echeverría, com efeito, trovejou como um raio. Suas palavras, como um hino. A proclamação, inacabada, deixou no ar o golpe de um segundo sobre o outro, e no palácio o tirano fugiu, seus irmãos recuaram e ele, sabendo, foi até eles para morrer.

No ar os segundos, não mais vozes, nem tiros; mas nos seios da ilha inflamados, havia a voz que o chamava de combate: Povo de Cuba …!

Categories: #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, Acciones contra Cuba, Cuba, Historia de Cuba, Tarará, É esta figura lendária na história do último meio século de Cuba, CONTRA REVOLUÇÃO EM CUBA, Fidel Castro Ruz, Historia de Cuba, História, HISTORIA, HISTORIA DE CUBA, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Cuba não esquece um dos traços mais tristes do terrorismo de Estado

Autor:  | internet@granma.cu

Na manhã de 4 de março de 1960. O vapor francês La Coubre navega na baía de Havana, que navegara dias antes do porto de Antuérpia, na Bélgica, carregado de armamento e munição para a defesa da nascente Revolução. Uma imagem da época imortaliza o momento do assalto no quebra-mar. Parece imenso e imponente, como se as mais de 4.000 toneladas de sua estrutura levitassem sobre as águas.

explosion la coubre

Ninguém imagina que ele traga duas bombas ativadas entre as armas e munições que a ilha havia comprado da Bélgica. Eles explodiram algumas horas depois que a imagem de sua chegada, publicada no jornal Revolution, foi tirada com uma história que ninguém gostaria de contar: Cuba viveria o maior ataque do século XX, perpetrado pela Agência Central de Inteligência (CIA) dos Estados. United, que deixou mais de cem pessoas mortas e 400 feridas.

A segunda imagem é tirada logo após as 15h. A explosão no porto de Havana abalou a cidade de ponta a ponta, quando a primeira bomba detonou na barriga de La Coubre, no exato momento em que a tripulação e um grupo de trabalhadores portuários começaram a descarga.

O fotógrafo José Agraz capta a sequência entre a explosão e a reação imediata do povo e das autoridades cubanas em ajudar as vítimas e feridos; homens e mulheres que não sabiam que uma segunda bomba, ainda mais poderosa, estava prestes a explodir.

A gigantesca coluna de fumaça da segunda explosão sulca o céu e pode ser vista de quase qualquer lugar da cidade. Esta imagem dantesca, capturada por outra câmera do jornal Revolution, é seguida por mais instantâneos de partir o coração. Quatro homens se transferem para outro, mutilados. Um jovem tenta levantar-se dos escombros, com um torso nu e um olhar perdido, procurando força em todos os músculos do corpo.

Um terceiro mostra que não há vestígios da popa de La Coubre, enquanto centenas de homens continuam os esforços de resgate, após as duas explosões.

As imagens que se seguem são esperançosas, imortalizam o momento, repetido em Cuba muitas vezes desde então, quando as autoridades se fundem com os grupos de resgate. A Revolução nunca deixou o povo sozinho. O jovem Fidel, Almeida, Che e outros líderes da Revolução, chegaram ao porto de Havana assim que sentiram as detonações. Nas imediações da rada, o campo foi montado para atender as vítimas, limpar os escombros, Identifique prédios danificados, ajude a população local, que viveu o inferno.

Sessenta anos depois, as imagens ainda doem. Cuba não esquece um dos traços mais tristes do terrorismo de Estado. A sabotagem foi a primeira de uma saga de milhares de crimes organizados e financiados pelos Estados Unidos.

O escritor uruguaio Eduardo Galeano, sobre os milhares de obstáculos e agressões que os cubanos experimentaram, diria: “Esta revolução, punida, bloqueada, caluniada, fez menos do que eu queria, mas muito mais do que eu”. E segue.

Categories: # Cuba, #CIA, #Cuba, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, Acciones contra Cuba, Cuba, Historia de Cuba, Tarará, Agencia Central de Inteligencia de Estados Unidos (CIA), Fidel Castro Ruz, Historia de Cuba, HISTORIA DE CUBA, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

#Cuba El Maine, presente especial à política expansionista dos Estados Unidos.

Fuente:Mi Cuba Por Siempre

Os governantes dos Estados Unidos sempre tentaram se encarregar dos conflitos em outras nações. O como, para eles, tem sido muito fácil, um pretexto e lá estão eles, sem se preocupar com quantos podem ser danificados.

Foi o caso em 1898, quando os cubanos quase venceram a guerra contra a colonização da Espanha, a explosão do navio de guerra Maine ocorreu no porto de Havana e isso justificou sua presença.

Ao revisar a história daquele 15 de fevereiro de 1898, fica claro que tudo o que aconteceu foi uma declaração de guerra. As tentativas de comprar a ilha fracassaram, de modo que a desculpa os aproximava do desejo ansioso de ter a nação do Caribe sob seu controle.

A explosão, que pegou os moradores de Havana de surpresa, matou 266 tripulantes, que dormiram ou descansaram no momento da detonação. Quase todos eles eram soldados, porque os altos oficiais do navio de guerra estavam no chão.

A acusação sem provas foi rápida. A guerra pela “ofensa” se seguiria. A imprensa norte-americana comprometida com o crime ficaria encarregada de publicar o evento da perspectiva governamental, sempre mencionando que algo semelhante não poderia ficar impune.

Com o passar do tempo, diferentes investigações mostraram que não há evidências ligando a Espanha à explosão do Maine e que, com toda a probabilidade, eram os serviços secretos do Exército dos Estados Unidos que dinamizariam seu próprio navio.

USS Maine

Não há dúvida de que a explosão do Maine, em 15 de fevereiro de 1898, foi um presente especial à política expansionista dos Estados Unidos.

Categories: "para Cuba Eu até ando de bicicleta, # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #Cuba, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, Cuba, Historia de Cuba, Tarará, É esta figura lendária na história do último meio século de Cuba, bloqueo, bloqueo contra cuba, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, Caravana da Liberdade, Cienfuegos, Cuba, Fidel Castro Ruz, Fotografia, História, História de Cuba, Revolução, Revolução Cubana, Sancti Spiritus, Santa Clara, Triunfo da Revolução Cubana, Villa, CUBA - ESTADOS UNIDOS, CubavsBloqueo, eeuu, explosão no USS Maine, Fidel Castro Ruz, Historia de Cuba, História, História de Cuba, #Julio Antonio Mella, HISTORIA, HISTORIA DE CUBA, Historia de Cuba, Jesús Menéndez, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

Como não te evocar, Camilo!

Autor:  | madeleine@granma.cu

Todo dia 28 de outubro o mar de pétalas é tingido, jogado da dor e da aliança com a memória à qual não é possível desistir. Somos atendidos por suas palavras, aquelas inesquecíveis que você pronunciou perante o povo, a dois dias de sua vida eterna, aquelas que denunciaram a crueldade das bombas que desde então insistiram em lançar o governo dos Estados Unidos para exterminar a nascente Revolução, aquelas que citavam ao poeta e garantiu, em vozes plurais, o que aconteceria se a bandeira cubana, no maior dos absurdos, se tornasse um dia despedaçada por seus inimigos.

Sua voz chega naquele mês de profundas dores, cada vez mais firmes, cada vez mais enérgicas, cada vez mais necessárias quando os teimosos propósitos do mal e da ganância se recusam a aceitar, pobres !, que em Cuba você fundou, Não há caminho de volta.

Mas hoje é 6 de fevereiro, e a maneira de acompanhá-lo, no seu 88º aniversário, tem a forma de um sorriso. A razão é apertada para pensar em você como uma criança, andando pelas ruas de seu modesto e natal Lawton, onde você descobriu que era nobre defender os mais frágeis, onde o esporte lhe foi confiado nas paixões pueris, onde a arte se tornou um feitiço.

Desde a chama que iluminou seu peito, a história sabe, aquela que o leva no colo e conhece os bons modos pelos quais você conseguiu conquistá-la, sem presunções ou arrogâncias, enfrentando o lacaio, lutando pela justiça, lutando pela justiça, juntando-se a Fidel, integrando o honorável equipe dos expedicionários que quebraram o nevoeiro para mudar o inadmissível.

Nós o conhecemos na Serra, conhecemos suas histórias, olhamos para você ao lado de Che, rimos com suas coisas e vibramos diante de sua destemor de Herói e Senhor da Vanguarda. Mas hoje, como em fevereiro, você nasceu de novo, e sentimos você como uma criança e entre as crianças, aqueles que aprendem você em versos, aqueles que rimam com seu caráter, seu chapéu e sua admirável mistura de pomba e leão.

Como não evocar você, Camilo, hoje que é dia iluminado! Como não tocar sua alma, viver como sua vida, aquela que venceu sua morte para sempre, quando a flor estava mais do que adeus! Hoje, sua risada, símbolo de sua linhagem generosa, explode em seu país, como uma risada vitoriosa.

Categories: # Cuba, #Cuba, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, Acciones contra Cuba, Cuba, Historia de Cuba, Tarará, CUBA, CUBA - ESTADOS UNIDOS, Fidel Castro Ruz, Historia de Cuba, História, HISTORIA, HISTORIA DE CUBA, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

#Cuba destaca presidente cubano @DiazCanelB impressão do Herói Nacional José Martí

Fonte:Mi Cuba Por Siempre

O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, destacou hoje a marca do Herói Nacional, José Martí, no esforço da nação caribenha para consolidar seu modelo de desenvolvimento próprio e independente.

Em sua conta no Twitter, o presidente cubano expressou: O legado marciano sempre presente e indispensável como premissa e referência em nossas aspirações e realizações.

O chefe de Estado vinculou um artigo ao jornal Juventud Rebelde que, sob o título Esse mistério muito claro e intocável se refere à transcendência do considerado o cubano mais universal.

José Julián Martí Pérez, criou o Partido Revolucionário Cubano e organizou a Guerra da 95ª ou Guerra Necessária, em homenagem à luta pela Independência de Cuba.

Por causa de sua projeção universal, esse escritor, político, pensador, jornalista, filósofo e poeta ultrapassou as fronteiras de seu país e o tempo que viveu para se tornar o maior pensador político hispano-americano do século XIX.

Categories: # Cuba, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Martí, Acciones contra Cuba, Cuba, Historia de Cuba, Tarará, Acciones contra Cuba, fake news, ALBA, com a bandeira de Bolívar e Martí, ataques frenéticos contra Cuba, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, CONTRA REVOLUÇÃO EM CUBA, Cuba Relaciones Exteriores., Cuba, fidel castro, EUA monta um novo show anti-cubano, Fidel Castro Ruz, Historia de Cuba, Herói da República de Cuba, HEROES Y MARTIRES, HISTORIA DE CUBA, homenaje, José Martí, Jose Marti, origem e causa do conflito EE. UU.-Cuba?, Patria Jose Marti, Relaciones Cuba-EE.UU, Revolução Cubana,, SOMOS CUBA, Subversão contra Cuba, Subversión contra Cuba, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

O herói de Cuba, o brigadeiro-general Harry Villegas faleceu

O herói da República de Cuba, o brigadeiro-general Harry Villegas Tamayo, morreu neste domingo em Havana, produto da disfunção de múltiplos órgãos.

Harry Villegas fue uno de los cinco hombres que logró escapar del cerco militar a la guerrilla del Che en Bolivia.

“Neste dia, estou cheio de tristeza pela perda física de papai, mas ao mesmo tempo tenho muito orgulho de sua condição de guerrilheiro, que junto com Che e outros companheiros travaram batalhas como Santa Clara”, disse seu filho Ernesto Villegas Borroto.

Ver imagen en Twitter

Conhecido como “Pombo” na guerrilha de Ernesto Che Guevara, na República Democrática do Congo, ele lutou ao lado do comandante argentino-cubano também na Bolívia e cumpriu uma missão internacionalista em Angola e Nicarágua.

Ver imagen en Twitter

“Nos despedimos de Pombo, o herói de origem mais humilde que tocou sua vida com Che, da Serra Maestra à Bolívia. Para ele, como seu chefe nos ensinou: até a vitória sempre! ”, Afirmou o jornalista cubano Iroel Sánchez.

Pombo ingressou no Exército Rebelde na Serra Maestra com apenas 17 anos, com o objetivo de alcançar a independência de Cuba que foi oprimida pela tirania de Fulgencio Batista. Ele se juntou à coluna n ° 8 “Ciro Redondo” na invasão do leste para o oeste da ilha.

“Perfeito em todos os sentidos; um pilar da coluna ”, disse Che sobre o Pombo – um de seus homens de confiança – referindo-se à sua atuação como lutador da guerrilha boliviana.

Villegas Tamayo estudou o pensamento de Che Guevara e vice-presidente e secretário executivo da Direção Nacional da Associação de Combatentes da Revolução Cubana. Por decisão da família, seu corpo foi cremado e um tributo póstumo será feito na próxima segunda-feira.

Categories: # Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, Cooperacion Cuba y Angola., Cuba, fidel castro, Fidel Castro Ruz, Historia de Cuba, HEROES Y MARTIRES, HISTORIA DE CUBA, Revolução Cubana,, Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

O país que não esquecerá porque tem memória e não para de protegê-lo

No Comitê de Educação, Cultura, Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente, foi discutido o Programa para deter a deterioração do patrimônio documental do país.

Autor:  | internet@granma.cu

IX Legislatura de la ANPP. Trabajo de la comisión, educación, cultura, ciencia, tecnología y medio ambiente presidida por Miguel Díaz-Canel Bermúdez, Presidente de la República con el tema de la Memoria Histórica.Devemos criar uma cultura de conservação da memória histórica, refletiram os deputados com a presença do Presidente Foto: Juvenal Balán

Devemos criar uma cultura de conservação da memória histórica, não apenas a partir das ações de preservação em si, mas também do trabalho das organizações de treinamento, afirmou o presidente da República, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, ao falar nesta quarta-feira, na Comissão de Educação, Cultura, Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente, na qual foi discutido o Programa para deter a deterioração do patrimônio documental do país.

O presidente chamou a atenção para a afetação notável sofrida por parte do fundo histórico arquivado em diferentes mídias, como som, filme, fotografia … Essa é uma questão não resolvida, ressaltou, porque muitas vezes nos falta infraestrutura ou pessoal especializado, dois fatores sem o qual é quase impossível recuperar documentos em mau estado.

Díaz-Canel também se referiu às ações de digitalização realizadas e mencionou algumas instituições que, devido ao valor de seus recursos e sua especialização, ocupam um papel hierárquico na conservação.

O Escritório de Assuntos Históricos do Conselho de Estado, o Museu da Música, o Escritório do Patrimônio Documentário, entre outros – ele disse – foram encarregados de um importante trabalho com os fundos documentais de Fidel, Che e outras personalidades do nosso país. .

Díaz-Canel disse que essas entidades receberam financiamento e equipamentos com base nos processos de digitalização. Além disso, hoje os jornais desenvolvem uma parte desse trabalho, especialmente com o fundo fotográfico; Enquanto isso, existem vários centros que possuem plataformas digitais e dão aos usuários acesso a esses conteúdos.

O presidente cubano também reconheceu o valor do EcuRed como uma importante plataforma de pesquisa, especialmente para jovens, enquanto comentava o trabalho realizado pela Universidade de Ciências Pedagógicas da Universidade Enrique José Varona para tornar o ensino de História mais atraente e interessante. assim, enfrentamos, com nossos argumentos, a plataforma neoliberal que queremos impor.

Diaz-Canel também prestou atenção aos arquivistas e a todas as pessoas envolvidas no resgate da memória histórica, porque com “sensibilidade e responsabilidade continuaremos contribuindo para este programa”.

Anteriormente, Martha Ferriol Marchena, diretora geral do Arquivo Nacional de Cuba, explicou aos deputados o andamento dessa tarefa priorizada, que é verificada mensalmente no mais alto nível.

Entre os resultados mais significativos estão, em sua opinião, a aprovação da Política para a melhoria do Sistema Nacional de Gerenciamento de Documentos e Arquivos, as diretrizes gerais para a conservação e digitalização de fontes documentais; bem como planejamento de investimentos para melhorar as propriedades que valorizam a memória dos territórios.

Sobre a importância da conservação, o custo do equipamento necessário e a necessidade de treinar especialistas no campo, muitas das intervenções dos deputados, como Lisset Martínez, de Havana Oriental, que insistiram na formação e participação de Jovens na recuperação de documentos históricos.
Nesse sentido, Ena Elsa Velázquez Cobiella, Ministra da Educação, disse que “existem províncias que não exigem técnicos médios nesta área, mesmo que a opção esteja aberta em todos. Estimular os alunos e aperfeiçoar currículos baseados nas necessidades do país é outra maneira de contribuir para a preservação da memória histórica ». (Redação Nacional)

Categories: # Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, Acciones contra Cuba, Cuba, Historia de Cuba, Tarará, É esta figura lendária na história do último meio século de Cuba, DIAZ CANEL, Fidel Castro Ruz, Historia de Cuba, História, História de Cuba, #Julio Antonio Mella, HISTORIA DE CUBA, Historia de Cuba, Jesús Menéndez, Lei da Memória Histórica, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

Os reis da Espanha conhecem as instituições patrimoniais da Velha Havana

O Dr. Eusebio Leal Spengler recebeu a maior distinção na Espanha e o símbolo da cidade foi dado a Suas Majestades

Autor:  | internet@granma.cu

O Dr. Eusebio Leal Spengler, historiador da cidade de Havana, apresentou aos reis da Espanha, Felipe VI e Letizia Ortiz Rocasolano, instituições patrimoniais do centro histórico, um momento propício para reafirmar o valor do intercâmbio econômico, comercial e cultural entre dois países

Como parte da reunião, e na sede do Museu dos Capitães Gerais, o membro do Bureau Político e presidente da Assembléia Nacional do Poder Popular e do Conselho de Estado, Esteban Lazo Hernández, e Reinaldo García Zapata, presidente da Assembléia Provincial do poder popular na capital, deu aos monarcas uma réplica da Giraldilla de La Habana.

Ao conceder, Reinaldo García Zapata explicou o valor do símbolo da capital como uma jóia de identidade, no contexto do 500º aniversário da cidade, uma celebração que ocorrerá no dia 16 de novembro em uma atmosfera de renovação e restauração da arquitetura da capital.

Por sua vez, o rei da Espanha, Felipe VI, decorou no mesmo palco o intelectual e historiador cubano de Havana, Eusebio Leal, com a Grã-Cruz da Real e Distinta Ordem Espanhola de Carlos III, a maior distinção que ele concede Espanha, criada em 1771. O reconhecimento recebido por Leal das mãos da realeza espanhola se junta à Grã-Cruz da Ordem de Isabel la Católica, concedida em setembro de 2017.

Da mesma forma, Suas Majestades entregaram o Pendon tecido à mão ao Museu da Cidade, com o brasão de armas de Havana. Don Felipe VI e Dona Letizia Ortiz percorreram a instituição, a Plaza de Armas e o Templete (local fundador da cidade), e receberam uma explicação detalhada de Eusebio Leal.

No final, Leal disse: «A turnê foi intensa, expliquei a história da restauração e o compromisso indeclinável de continuar trabalhando com agências e universidades espanholas, nas diferentes formas de cooperação multilateral e bilateral para que o trabalho da A restauração continua a trazer à luz o mundo uma das mais belas obras da arquitetura hispano-americana e, ao mesmo tempo, servir de orgulho e motivo de força moral para o povo cubano ”, disse Eusebio Leal.

As relações entre Cuba e Espanha acontecem favoravelmente, em um ambiente de respeito mútuo, e nosso governo tem vontade de continuar desenvolvendo o diálogo bilateral e agradece a posição do Estado Europeu em apoio à resolução da ONU que exige a suspensão do bloqueio. dos Estados Unidos contra Cuba e sua posição de condenação pela ativação do Título III da Lei Helms-Burton.

Categories: España, Fidel Castro Ruz, Historia de Cuba, História, HISTORIA DE CUBA, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: