CubavsBloqueo

Trump fica frustrado com a Venezuela e agora tenta “espremer” Cuba

A frustração do presidente dos EUA, Donald Trump, pelo fracasso de sua campanha de “pressão máxima” para o presidente venezuelano Nicolás Maduro abandonar o poder levou seus assessores de política externa a preparar novas medidas não apenas contra a Venezuela, mas também contra Cuba pelo apoio incondicional de Havana a Caracas, segundo o jornal americano The New Yorker.

Washington acredita que o apoio do governo cubano, bem como da Rússia, está proporcionando salva-vidas a Maduro. Por esse motivo, o governo Trump voltou sua atenção para a maior parte das Antilhas, intensificando as sanções que apontam, entre outras coisas, para os embarques de petróleo da Venezuela para Cuba.

Em janeiro, o Departamento do Tesouro impôs sanções à companhia estatal de petróleo venezuelana (PDVSA) e proibiu as empresas americanas de fazer negócios com ela. Também confiscou os ativos do Citgo (uma subsidiária da PDVSA nos EUA) e sancionou vários bancos envolvidos em transações financeiras venezuelanas.

Em abril, as sanções foram estendidas para incluir companhias de navegação, navios e armadores, alguns dos quais envolvidos no transporte de petróleo venezuelano para Cuba.

Em agosto, o inquilino da Casa Branca decretou um “embargo total” contra o governo de Maduro e autorizou sanções secundárias contra “qualquer pessoa” que o ajudasse, abrindo caminho para possíveis ações contra os interesses chineses e russos, o que possuem joint ventures no setor de energia com o país sul-americano.

“Estamos sempre procurando maneiras de espremer (para Cuba), porque não vemos nenhuma melhora em seu comportamento, seja com relação à Venezuela ou com os direitos humanos internamente”, disse Elliott Abrams, enviado especial dos EUA na Venezuela, na quarta-feira.

Espera-se que nas próximas semanas as sanções contra Cuba apontem para o setor turístico da ilha e cortem o suprimento de petróleo que a Venezuela entrega a Havana com base em uma lista negra de navios-tanque usados ​​para transportar suprimentos.

Sanções dos EUA Cuba deriva de acusações de que fornece treinamento, armas e inteligência às forças de segurança de Maduro, algo que Havana rejeita e chama de “zombaria”.

O país do Caribe sempre reiterou que “a solidariedade de Cuba com o presidente constitucional Nicolás Maduro não é negociável”.

Quanto à Rússia, o país da Eurásia é um dos dez primeiros parceiros comerciais de Cuba e os dois países têm acordos de cooperação econômica, militar e comercial, em meio a sanções sem precedentes impostas por Washington contra a ilha do Caribe.

HispanTv

Anúncios
Categories: # Cuba, #Trump, bloqueio, CubavsBloqueo, Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Cuba perde milhões de dólares com o bloqueio económico

 

dd

O ministro cubano da Saúde Pública, José Ángel Portal, denunciou, através da sua conta da rede social Twitter, o impacto negativo do bloqueio económico, comercial e financeiro dos Estados Unidos, imposto ao país há quase 60 anos.

José Àngel informou que o sector da Saúde Pública foi um dos mais afectados pelo embargo, com prejuízos calculados em mais de 100 milhões de dólares só em um ano.

“Entre Abril de 2018 e Março deste ano, o bloqueio imposto pelos EUA ao sector da Saúde foi calculado em 104.148.178 dólares, cifra que supera em 6.123.498 dólares em perdas do ano anterior”, escreveu o titular da Saúde Pública cubano.

Numa outra mensagem, o ministro cubano da Saúde Pública explicou que, entre Abril e Março deste ano, a empresa importadora e exportadora cubana de equipamentos médicos Medicuba SA fez solicitações a 57 companhias norte-americanas para aquisição de insumos médicos para o sector.

Segundo dados oficiais, desde 1962 até hoje, o bloqueio económico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos provocou perdas de cerca de três mil milhões de dólares ao sector sanitário da ilha.

Os dados indicam, de acordo com o ministro, a necessidade de colocar-se fim à medida. Para denunciar mais uma vez este acto, as autoridades cubanas apresentam, no dia seis de Novembro na Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque, EUA, informações detalhadas sobre os resultados negativos provocados pelo bloqueio entre Abril de 2018 e Março deste ano, no sector da Saúde.

No balanço, o Governo especifica que os danos acumulados de 1961 a 2019, a preços correntes, estão avaliados em 138.843.400 mil dólares. Em nove de Outubro, entraram em vigor novas medidas com vista a travar a entrada de divisas no país.

O Departamento do Tesouro norte-americano cortou as remessas financeiras a funcionários do Governo cubanos e do partido e seus familiares.

O Governo dos EUA proibiu também o envio de doações em dinheiro a certas pessoas ou a organizações não governamentais e eliminaram as transacções conhecidas como U-turn, que são transferências de fundos que passam através de bancos norte-americanos.

Fonte: JA/LD

Categories: # yo voto vs bloqueo, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, bloqueio, bloqueio econômico, BLOQUEIO VS CUBA, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CubavsBloqueo, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Enfrentando os desafios de hoje: unidade e altruísmo

0912-Caricatura-bloqueo.jpg

A agressividade atual do governo dos EUA, expressa na imposição de novas medidas para asfixiar economicamente o povo cubano, levou a uma situação energética claramente difícil e temporária.

O crescente assédio e perseguição de Washington contra Havana hoje tem um impacto mais forte sobre o déficit de combustível no país e torna impossível garantir, no mês atual, a demanda por diesel para enfrentar serviços vitais, como geração de eletricidade e transporte, entre outros. Continuar a ler

Categories: CubavsBloqueo, Uncategorized | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: