#CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba

Os Matanceros trabalham para inverter a situação de saúde complexa devido à Covid-19.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Estados Unidos, #salud, #Salud en Cuba, #solidaridadvs bloqueo, A guerra dos Estados Unidos, A obsessão dos Estados Unidos, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, bloqueo contra cuba, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, CubavsBloqueo, Profesionales e la Salud, Solidaridad | Deixe um comentário

O governo cubano assegura que está a tentar encontrar soluções a favor do povo.

Categories: # Cuba, #Cuba, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, #solidaridadvs bloqueo, ECONOMIA, economia nacional, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Politica, Solidaridad | Deixe um comentário

#PuentesDeAmor #CubaNoEstaSola .

Só o amor gera maravilhas. Hoje, os belgas em solidariedade com #Cuba e os cubanos que vivem neste país enviaram um contentor com camas e outros materiais muito necessários para lidar com a pandemia. O amor não odeia.

Puede ser una imagen de 1 persona, de pie y al aire libre
Puede ser una imagen de 2 personas, personas de pie y al aire libre
Categories: # yo voto vs bloqueo, #Cuba, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, #solidaridadvs bloqueo, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, CubavsBloqueo, Profesionales e la Salud, Uncategorized | Deixe um comentário

Favor Flaco? Joe Biden oferece vacinas e Internet a Cuba .

O presidente dos EUA salienta que a crise em Cuba se deve ao facto de o comunismo ser um sistema falhado. Num encontro com a chanceler alemã Angela Merkel, o presidente assegurou que procura ajudar o povo cubano sem que o governo possa ter lucro. Uma das suas propostas foi enviar “quantidades significativas” de vacinas anti-vírus para Cuba. O analista político Breno Altman acredita que Joe Biden mantém a política de asfixia económica contra Cuba.

Categories: # Cuba, #Cuba #CIA, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Estados Unidos, #salud, #Salud en Cuba, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, joe biden, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, Vacinação | Deixe um comentário

A ajuda é recebida em #Cuba de diferentes partes do mundo.#CubaNoEstaSola #CubaPorLaSalud #Covid-19

Grandes doadores corporativos em confronto com a COVID-19. #CubaNoEstaSola #CubaEsSalud

EMPRESA DO PAÍS
Alemanha MCV Comercial em Cuba, 14 ambulâncias
Espanha Blancafort, alimentos de carne
R.P. China Zhengzhou YUTONG, meios de protecção
R.P. China Fundação Jack Ma & Alibaba, meios de protecção
P.R.CHINA Shenzhen Huawei, meios de protecção
P.R. CHINA AVIC Internacional CATIC, meios de protecção e higiene
Itália ITALSAV, meios de protecção e higiene
Brazil Empresarios Brasileiros (meios de protecção e higiene e géneros alimentícios)
Vietname Vimariel e Viglacera SA (meios de protecção e higiene e alimentos)
Rep. Checa AKESO, teste de antigénios de material de análise e máquinas
Argentina Laboratorios ELEA PHOENIX SA, farmacêutica
Reino Unido AZTRAZENECA (meios de protecção)
Suíça TRAFIGURA MULTINACIONAL, Fornecimentos e medicamentos
Turquia Karen, equipamento de protecção e ventiladores pulmonares
Panamá Biolab International SA, equipamento de protecção e alimentos .

Categories: # Cuba, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, Profesionales e la Salud, SALUD | Deixe um comentário

A vacina cubana contra o coronavírus… é chinesa?

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, fake news, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Colombia, Cuba, Economía, Ernesto Samper, Estados Unidos, Ministerio de Turismo (MINTUR), Relaciones Cuba Estados Unidos, Turismo, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, China, CIENCIA, Cientistas, contrarrevolucionarios anticubanos, #Cuba, guerra mediática, redes sociales, Referéndum Constitucional, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, Cuba, fake news, CubavsBloqueo, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, Manipulacion, Manipulacion Politica, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, Redes sociais, Vacinação | Deixe um comentário

#Cuba e a #China colaboram para criar “uma #Vacina de largo espectro contra muitos #Coronavírus”.

Categories: # Cuba, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, China, CIENCIA, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, epidemia, Organiacion Panamericana de la Salud, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud | Deixe um comentário

O que deve ser um jovem comunista.

Por: Ernesto Guevara  Redacción Razones de Cuba

A Liga dos Jovens Comunistas tem de se definir com uma única palavra: vanguarda. Vós, camaradas, deveis ser a vanguarda de todos os movimentos. O primeiro a estar pronto para fazer os sacrifícios que a Revolução exige, qualquer que seja a natureza desses sacrifícios. O primeiro a trabalhar. O primeiro a estudar. O primeiro a defender o país.

Creio que a primeira coisa que deve caracterizar um jovem comunista é a honra que ele sente por ser um jovem comunista. Essa honra que o leva a mostrar perante todo o mundo que é um jovem comunista, que não o torna subterrâneo, que não o reduz a fórmulas, mas que o exprime a cada momento, que sai do seu espírito, que está interessado em mostrá-lo porque é o seu símbolo de orgulho.

Além disso, um grande sentido do dever para com a sociedade que estamos a construir, com os nossos semelhantes e com todos os homens e mulheres do mundo.

Isso é algo que deveria caracterizar o jovem comunista. Além disso, uma grande sensibilidade perante a injustiça; um espírito inconformista sempre que algo está errado, não importa quem o tenha dito. Questionar tudo o que não é compreendido; discutir e pedir esclarecimentos sobre o que não é claro; declarar guerra ao formalismo, a todos os tipos de formalismo. Estar sempre aberto para receber novas experiências, para compor a grande experiência da humanidade, que há anos avança para o caminho do socialismo, para as condições concretas do nosso país, para as realidades que existem em Cuba: e para pensar – cada um e cada um de nós – como mudar a realidade, como melhorá-la.

O jovem comunista deve ter sempre como objectivo ser o primeiro em tudo, lutar para ser o primeiro, e sentir-se incomodado se em algo ocupa outro lugar. Lutar para melhorar, para ser o primeiro. É claro que nem todos podem ser os primeiros, mas ele pode estar entre os primeiros, no grupo de vanguarda. Ser um exemplo vivo, ser o espelho onde os camaradas que não pertencem à juventude comunista podem olhar para si próprios, ser o exemplo onde homens e mulheres mais velhos que perderam um certo entusiasmo juvenil, que perderam a fé na vida e que reagem sempre bem ao estímulo de um exemplo podem olhar para si próprios. Esta é outra tarefa dos jovens comunistas.

Juntamente com isso, um grande espírito de sacrifício, um espírito de sacrifício não só para viagens heróicas, mas para cada momento. Sacrificar-se para ajudar o seu camarada em pequenas tarefas, para que possa fazer o seu trabalho, para que possa cumprir o seu dever na escola, nos seus estudos, para que possa melhorar a si próprio de qualquer forma. Estar sempre atento a toda a massa de pessoas que o rodeiam.

Ou seja: a cada jovem comunista é pedido que seja essencialmente humano, que seja tão humano que se aproxime do melhor do que é humano, que purifique o melhor do homem através do trabalho, do estudo, do exercício da solidariedade contínua.
desenvolver a sua sensibilidade ao ponto de se sentir angustiado quando um homem é assassinado em qualquer parte do mundo e de se sentir entusiasmado quando algures no mundo é hasteada uma nova bandeira da liberdade.

O jovem comunista não pode ser limitado pelas fronteiras de um território: o jovem comunista deve praticar o internacionalismo proletário e senti-lo como se fosse seu. Para recordar, como nós aspirantes a comunistas aqui em Cuba devemos recordar, que somos um exemplo real e palpável para toda a nossa América, e ainda mais para a nossa América, para outros países do mundo que também lutam noutros continentes pela sua liberdade, contra o colonialismo, contra o neocolonialismo, contra o imperialismo, contra todas as formas de opressão dos sistemas injustos; lembrar sempre que somos uma tocha ardente, que somos todos o mesmo espelho que cada um de nós individualmente é para o povo de Cuba, e somos esse espelho para os povos da América, os povos do mundo oprimido que lutam pela sua liberdade, para olhar para dentro. E devemos ser dignos desse exemplo. Em qualquer altura e em qualquer momento devemos ser dignos desse exemplo.

É isso que pensamos que um jovem comunista deve ser. E se nos dizem que somos quase românticos, que somos idealistas inveterados, que pensamos em coisas impossíveis, e que não é possível fazer com que a massa de um povo se torne quase um arquétipo humano, temos de responder, uma e mil vezes, que sim, é possível, que temos razão, que todo o povo pode avançar, que podem liquidar a mesquinhez humana (…); para nos aperfeiçoarmos como todos nós nos aperfeiçoamos dia após dia, liquidando intransigentemente todos aqueles que ficam para trás, que não são capazes de marchar ao ritmo que a Revolução Cubana está a marchar .

Categories: # América Latina, # Cuba, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Estados Unidos, A Força-Tarefa da Internet para Cuba do Departamento de Estado, A força-tarefa e a guerra na internet contra Cuba, A guerra dos Estados Unidos, A obsessão dos Estados Unidos, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, CONTRA REVOLUÇÃO EM CUBA, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Contra-revolução cubana, ernesto che guevara, Fidel, el ejemplo imperecedero de Maceo y Che,, HEROES Y MARTIRES, Revolução Cubana sobrevive a todas as agressões, Revolução Cubana, | Deixe um comentário

#Cuba – #Vacinas contra o #COVID19 Novo dilema?

Categories: #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Estados Unidos, #salud, China, CIENCIA, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Prensa Capitalista, Profesionales e la Salud, RUSIA, Vacinação | Deixe um comentário

#Cuba, #Biden e o idílio .

Por Redacción Razones de Cuba

Como é habitual na “democracia” liberal, após a contagem dos últimos votos, a campanha eleitoral e o que nela foi dito fica para trás. Embora nos seus comícios e entrevistas Biden tenha prometido relutantemente uma mudança de política em relação a Cuba e o regresso dos avanços de Barack Obama, a verdade é que, em relação a Cuba, o que realmente conta é a situação, os interesses políticos e os cálculos de governabilidade, especialmente no Congresso, ao que se junta a amargura histórica de ambos os partidos pela rebelião da ilha.

Quando as cortinas da era Trump começaram a fechar-se, os obstáculos que a direita mais reaccionária dos Estados Unidos estava a começar a interpor-se para impedir Washington de se virar para Havana já estavam à vista.

Todos nos Estados Unidos estavam cientes da firmeza de Cuba na defesa da sua soberania, e tudo o que restava era fabricar novos pretextos para, pelo menos, atrasar qualquer decisão de Biden relativamente às medidas criminosas de asfixia económica implementadas por Donald Trump contra o povo cubano.

Biden y Cuba

As acções foram concebidas em torno de dois eixos fundamentais: os direitos humanos e o terrorismo, temas profusamente de blockbuster na rede de meios de comunicação social articulados contra a ilha durante mais de 60 anos.

Em Havana, mesmo no meio da devastação causada pelos efeitos do bloqueio e da pandemia da COVID, num contexto também marcado pelos esforços de todo o país das Caraíbas para salvar vidas, não só cubanas mas de todo o mundo, grupos subversivos desenvolveram um espectáculo mediático para afectar a imagem do país e das suas instituições e “mostrar” ao mundo a “intolerância” do governo presidido por Miguel Díaz-Canel.

O esquálido grupo de San Isidro, constituído por elementos criminosos financiados pelo erário público norte-americano, criou as condições para a intervenção das autoridades cubanas, facto que foi demonstrado ao mundo como uma acção de alegada repressão. A verdade é que nem uma única pessoa foi torturada, nem uma única pessoa desapareceu, nem sequer uma delas foi julgada pelas suas acções mercenárias, provocatórias e ilegais.

Esta exposição foi a razão pela qual, através das redes sociais e seguindo os contornos mais básicos dos manuais de golpe suave, se tentou uma “demonstração”, que não foi além de algumas centenas de jovens e não tão jovens, em frente ao Ministério da Cultura de Cuba, “exigindo” mais facilidades para os “artistas”. O que pouco foi dito é que Cuba foi provavelmente o país da região que mais fez pela cultura do seu povo e que entre os promotores dessa segunda encenação anti-governamental e pró-EUA se encontravam funcionários reconhecidos das estruturas norte-americanas dedicadas ao financiamento da subversão na ilha, que chegaram ao ponto de apelar a uma intervenção armada contra o seu próprio povo.

Tudo para dar curso ao guião pré-estabelecido, destinado a alimentar o falso mito da violação dos direitos humanos em Cuba, um país do terceiro mundo onde os direitos fundamentais da população são mais respeitados e venerados.

O segundo eixo da campanha, o terrorismo, veio da mão do principal aliado dos EUA na América Latina: a Colômbia.

Após décadas de esforços de Cuba na busca da paz naquele país sul-americano, esforços reconhecidos pela ONU, União Europeia, Rússia, China e o resto dos países da região, o governo colombiano bateu a porta à ajuda da diplomacia da Índia Ocidental ao exigir a extradição da delegação de paz da guerrilha ELN, destacada em Cuba, sede das negociações, a pedido do governo que antecedeu o actual presidente colombiano, Ivan Duque.

O pedido invulgar e ilegal do presidente colombiano foi um dos argumentos “mais fortes” utilizados por Trump para devolver Cuba à lista de países que supostamente não colaboram na luta contra o terrorismo, o que implica consequências económicas e políticas adicionais para o povo cubano.

Face a estes factos consumados, todos milimetricamente construídos e com o apoio dos meios de comunicação social, a porta-voz da Casa Branca anunciou recentemente que uma mudança na política em relação à ilha não se encontra entre as prioridades da administração Biden.

Sem dúvida, Washington está a observar cuidadosamente a possibilidade de uma explosão social em Cuba no meio das duras limitações económicas e financeiras; e não querem deixar cair esta oportunidade de ver a ilha rebelde e digna. Em suma, Obama decidiu tomar as poucas medidas que tomou em relação a Cuba no último ano do seu segundo mandato, mas sem fazer uma única concessão.

A intenção de “democratizar” Cuba, que nada mais é do que destruir o mais belo e mais humano projecto socialista alternativo jamais construído no mundo, tem sido um anseio dos falcões democratas e republicanos, uma vez que era também um anseio da administração Obama, da qual Biden foi o seu vice-presidente.

Ao mesmo tempo, ouvem-se vozes que, como aconteceu nos anos 90 do século passado, exigem concessões de Cuba para aliviar o bloqueio e as medidas criminosas que dificultam a vida quotidiana dos cubanos, uma posição injusta, uma vez que a ilha é a atacada, a mesma ilha que, como nenhum outro país, estendeu a mão ao mundo durante os momentos mais duros da pandemia da COVID.

A guerra económica dos EUA contra Cuba tem de parar porque é criminosa e anacrónica e porque é eticamente insustentável. Esperemos que Biden, que acaba de autorizar um bombardeamento contra o povo sírio e adopta a mesma política que Trump em relação ao Irão, seja suficientemente honrado para pôr fim a este e outros crimes cometidos por sucessivas administrações do seu país. Entretanto, aqueles que acreditavam no idílio, terão de começar a abrir novamente os olhos e apostar na luta e resistência contra o império.

Extraído de La Pupila Insomne

Categories: # Cuba, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Estados Unidos, #Estados UnidosDerecho InternacionalFulgencio BatistaLey Helms BurtonPrimera Ley de Reforma Agraria, #salud, A guerra dos Estados Unidos, A obsessão dos Estados Unidos, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, Acciones contra Cuba, fake news, Agencia Central de Inteligencia de Estados Unidos (CIA), Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, joe biden, mentiras construídas em Washington contra Cuba, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, SANCIONES, Washington | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: