Subversão contra Cuba

As estratégias de manipulação da CIA, QAnon e os “conspiranóides”

Autor: Raúl Antonio Capote | internacionales@granma.cu

Os serviços especiais americanos, após a Segunda Guerra Mundial, com o objetivo de garantir a hegemonia global do império, aperfeiçoaram um conjunto de “ferramentas” eficazes de manipulação das massas.

Eles usaram a indústria de relações públicas, a engenharia de consenso, as teorias da propaganda moderna e a guerra cultural para tentar construir o ser humano ideal do capitalismo, amarrado a desejos pré-fabricados, um escravo do consumo, solitário e sempre temeroso.

Durante vários anos, várias teorias da conspiração se tornaram moda, a ideia de que poderes enganam os cidadãos se enraizou em muitas pessoas, e isso cria uma margem de credibilidade para essas teses, algumas inofensivas, até divertidas, mas outras alarmantes.

Algumas dessas hipóteses são criadas por oportunistas que aproveitam a tecnologia e a Internet para ganhar seguidores e se enriquecer com programas que efetivamente administrem o medo das pessoas; mas outros, a maioria deles, são criados nos laboratórios dos serviços especiais, com o objetivo de manipular e, sobretudo, desmobilizar, desviando a atenção de problemas reais para ameaças inexistentes.

QAnon, corriente ideológica con impacto en varios sectores de la sociedad estadounidense. Foto: Getty Images

Obcecado com invasões alienígenas, o domínio dos reptilianos, as mentiras da NASA, ou conspirações onde os comunistas estão sempre “por acaso” envolvidos, as pessoas ficam confusas diante do verdadeiro inimigo.

Agora, quando essas teorias prontas são usadas como um instrumento dos piores interesses do capitalismo, elas se tornam uma grave ameaça para toda a humanidade.

Vamos nos referir a QAnon, que deixou de ser mais uma entre tantas teorias da conspiração, para se tornar uma corrente ideológica com impacto em vários setores da sociedade americana.

Membros proeminentes do movimento nacional foram vistos dentro do prédio do Capitólio, carregando a bandeira do q, símbolo do QAnon no dia do ataque à sede do Congresso.

Os defensores acreditam que o ex-presidente Donald Trump está travando uma guerra secreta contra pedófilos do governo dos EUA, empresas e elites da mídia. uu que adoram Satanás.

Após a derrota eleitoral do magnata, os adeptos do QAnon, preparam-se, segundo dizem nas redes sociais, para enfrentar o Governo de Joe Biden quando este tenta dominar o país e instaurar o socialismo, um absurdo incrível que desperta antigos terrores atávicos entre os cidadãos daquela nação.

Estima-se que milhões de pessoas acreditam nas teorias de QAnon e, embora seja um fenômeno dos Estados Unidos, as ideias de grupo também têm influência na América Latina.

Há simpatizantes na Colômbia, Costa Rica, México, Guatemala, Panamá, Brasil e Uruguai, onde não só falam sobre política, mas atacam vacinas, negam as mudanças climáticas e a gravidade da pandemia COVID-19.

Enquanto isso, as pessoas não percebem a cara do verdadeiro culpado, e o dinheiro flui dos cofres para alimentar outros medos e distrair a opinião pública, semeando estereótipos e imagens distorcidas que servem como novas correntes para prendê-los, cada vez mais fortes, ao carrossel suicida de o sistema.

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #America Latina, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Estados Unidos, #solidaridadvs bloqueo, A guerra dos Estados Unidos, ações subversivas, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CubavsBloqueo, guerra, Injerencia De EEUU, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, SANCIONES, segunda guerra mundial, Subversão contra Cuba, Subversión | Deixe um comentário

Procurando por #Yotuel … alguém o viu? Eu vim para Bruxelas.#PatriaOMuerte

Categories: #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, ações subversivas, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CONTRA REVOLUÇÃO EM CUBA, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Contra-revolução cubana, contrarrevolucionarios anticubanos, #Cuba, guerra mediática, redes sociales, Referéndum Constitucional, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, Manipulacion, Manipulacion Politica, MIAMI, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, Patria Jose Marti, Redes sociais, Subversão contra Cuba, Subversión | Deixe um comentário

Acusar falsamente é um crime.

Por Arthur González #Retirado de Razones de Cuba .

Os inimigos de Cuba há anos acusam e caluniam seus funcionários e entidades pelo ódio que sentem contra a Revolução, mas ao fazê-lo cometem um crime pelo qual podem ser punidos, como o fazem outros países.

As leis devem ser respeitadas e quem não corre o risco de ser punido, como é o caso do ex-comissário espanhol José Manuel Villarejo Pérez, a quem a Procuradoria Provincial de Madrid é interpelada por 2 anos de prisão, pelos crimes de calúnia e falsidade denúncia, contra o diretor do Centro Nacional de Inteligência.

Em Cuba, muitos dos que recebem financiamento do governo dos Estados Unidos acusam, difamam e caluniam as autoridades, como parte da guerra midiática que os ianques desencadeiam desde 1959, mas correm o risco de serem punidos pela justiça, assim como o fazem. tribunais espanhóis.

Entre os assalariados cubanos estão Yoani Sánchez e Rosa María Payá Acevedo, ambas fortemente apoiadas por integrantes da máfia terrorista anticubana de Miami, que acumulam uma longa lista de falsas acusações e calúnias que podem levá-los à prisão.

Quem não sabe que Yoani, por ser emigrante na Espanha, foi recrutado pelo agente terrorista da CIA e fugitivo da justiça cubana Carlos Alberto Montaner, para o projeto do blog Generación Y, com o objetivo de atrair jovens e realizar ações subversivas contra a revolução?

La contrarrevolución sesga el futuro de jóvenes al incluirlos en sus  acciones violentas (+Video) › Para pensar en modo QR › Granma - Órgano  oficial del PCC

A lista de mentiras e falsas acusações que a “blogueira” contou é extensa, porém, ela nunca foi processada por seus crimes.

Situação semelhante é a de Rosa María Payá, que, sem uma única prova legal, acusa as autoridades cubanas de serem a causa do acidente de trânsito em que morreu seu pai, ao distribuir dinheiro enviado de Madri por Esperanza Aguirre, por ações provocativas contra o governo. Tal acusação não foi admitida nos tribunais espanhóis por falta de provas, mas os ianques pagam-lhe para continuar com suas mentiras, a fim de criar uma matriz de opinião negativa contra Cuba.

Agora parece que Erika Guevara-Rosas, diretora da Anistia Internacional para as Américas, e José Miguel Vivanco, diretor executivo da Human Rights Watch para as Américas, não sabem a verdade e saíram para defender Yoani Sánchez, diante de um suposta campanha de difamação do governo contra ela.

Antes de acusar Cuba de “violência de gênero” e “intimidar” o blogueiro, a Sra. Erika deve mergulhar em sua história para conhecer suas ações, inicialmente guiadas pela missão diplomática dos Estados Unidos em Havana e depois em Miami durante suas visitas, ou o instruções recebidas no Instituto Lesch Walesa, na Polônia, para que ele saiba quem realmente é a pessoa que defende.

Já o diretor da Anistia Internacional para as Américas e José Miguel Vivanco, diretor executivo da Human Rights Watch, não se perguntaram como foi possível que, em 2008, apenas um ano após o blog Generación Y, Yoani Sánchez tenha sido eleita pela revista TIME entre os 100 pessoas mais influentes do mundo; O jornal espanhol El PAIS a reconheceu entre os 100 hispano-americanos mais importantes e lhe concedeu o prêmio Ortega y Gasset, um dos mais importantes prêmios de jornalismo do mundo?

Nesse mesmo ano de 2008, também foi reconhecida pela revista norte-americana Foreign Policy, considerando-a uma das 10 Intelectuais Mais Influentes da América Latina; A revista Gatopardo do México a nomeou entre os 10 personagens de 2008 e da Deutsche Welle alemã, prêmio The BOBs, (Best of Online Activism) todos esses reconhecimentos internacionais sem ter um trabalho sólido reconhecido, o que confirma a construção intencional de lançá-lo ao mundo como um “jovem adversário” do governo cubano.

2009 também veio repleto de prêmios, entre eles, segundo a revista TIME, um dos 25 Melhores Blogs do ano; o Swiss World Economic Forum apresentou-lhe o prêmio Young Global Leaders Award; a North American University of Columbia concedeu-lhe o Prêmio Maria Moors Cabot; a Pan American Development Foundation, a tela da CIA por seu trabalho subversivo, concedeu-lhe o prêmio Heróis do Hemisfério de 2009; e a televisão Azteca de México lhe concedeu o Terceiro Prêmio no Concurso de Redações Caminos de la Libertad.

Nesse mesmo ano, foi nomeada Herói da Nação, não menos que pelo chamado Conselho para a Liberdade de Cuba, formado pelos contra-revolucionários cubanos em Miami; a revista americana PODER do American Business Council concedeu-lhe o Prêmio pela Liberdade de Imprensa nas Américas; a Fundação Internacional de Jovens Líderes da Argentina concedeu-lhe o Prêmio Jovens Líderes de 2009; O Good Web Guide do Reino Unido elegeu seu Blog como o melhor do mês em dezembro de 2009 e fechou o ano com o prêmio de Protagonista do ano na América, entregue pelo El Diario Exterior de España. A lista continuou em 2010, 2011 e 2012.

Você não precisa ser muito inteligente para descobrir quem puxa esses cordões poderosos, porque ninguém no mundo conseguiu acumular tantos prêmios em apenas dois anos, nem mesmo intelectuais de renome internacional como Gabriel García Márquez, Prêmio Nobel, ou Alejo Carpentier, Prêmio Cervantes.

Não há ódio ou ataques contra ela. Goste ou não dos diretores da Anistia Internacional e dos Direitos Humanos, Yoani trabalha sob as ordens dos ianques, difama e acusa as autoridades sem provas, que segundo o código penal cubano em seu artigo 204, é punido com pena privativa de liberdade a três meses a um ano, para aqueles que difamam publicamente, denegrem ou valorizam menos as instituições da República, as organizações políticas, de massa ou sociais do país ou os heróis e mártires do país.

O artigo 318.º para a Difamação, pune com pena privativa da liberdade de três meses a um ano, que perante terceiros acusem outro de conduta ou acto contrário à honra. O artigo 319 pune por Calúnia, com pena privativa de liberdade de seis meses a dois anos, quem, com conhecimento de causa, divulgar fatos falsos que resultem no descrédito de uma pessoa.

São múltiplas as denúncias de Yoani contra as autoridades e instituições oficiais, notícias falsas e outras ações que podem ser levadas a tribunal, como Rosa María, aquela que mudou os sentimentos por um visto de refugiado político e o compromisso de difamar o governo cubano, em troca por muito dinheiro.

Sábio José Martí ao afirmar:

“A pompa é inimiga da verdade, assim como o luxo é inimigo da honestidade.”

Categories: # Cuba, #Al Qaeda, Associated Press, #CIA, #cuba, #EEUU, estados unidos, MSNBC, NBC,#Reino Unido, #Rusia, Universidad de Lincoln, William Arkin, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, ações subversivas, Acciones contra Cuba, fake news, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CONTRA REVOLUÇÃO EM CUBA, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Contra-revolução cubana, Contrarrevolucion, contrarrevolucionarios anticubanos, #Cuba, guerra mediática, redes sociales, Referéndum Constitucional, Cuba, fake news, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, Manipulacion, Manipulacion Politica, MIAMI, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, Subversão contra Cuba, Subversión | Deixe um comentário

Todos varrem o chão com #Descemer, também conhecido como os Efialtes da Tessália.

Categories: # Cuba, ações subversivas, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, contrarrevolucionarios anticubanos, #Cuba, guerra mediática, redes sociales, Referéndum Constitucional, Los artistas del Imperio, MIAMI, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, Redes sociais, Subversão contra Cuba, Subversión | Deixe um comentário

O que o Fundo Nacional para a Democracia paga pelo que está perturbando a tranquilidade do seu bairro em #Cuba .

Se você quer saber por que a tranquilidade do seu bairro se altera em #Cuba, de onde vêm “militantes” que não nasceram e por que você não reconhece seu país nas manchetes da imprensa estrangeira, descubra o que paga o National Endowment para a democracia para isso.

Imagem
Imagem
Categories: # Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, A força-tarefa e a guerra na internet contra Cuba, ações subversivas, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, Acciones contra Cuba, fake news, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, CONTRA REVOLUÇÃO EM CUBA, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, contrarrevolucionarios anticubanos, #Cuba, guerra mediática, redes sociales, Referéndum Constitucional, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, Injerencia De EEUU, Manipulacion, Manipulacion Politica, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, Redes sociais, Subversão contra Cuba, Subversión | Deixe um comentário

Cuba: “No dia em que Fidel gritou Pátria ou Morte, todo este país chorou …”

Pela Dra. Yadira González Delgado *

Quanto esquecimento existe no adeus? Quanto ódio cabe nas artérias de Miami? Quem nos esquece, esquece os jovens que cantam com eles, esquece seu povo, esquece sua pátria, esquece Martí. Os que cantam o fazem como se Cuba não lhes tivesse dado nada, como se tivessem se tornado artistas em Júpiter, como se não se lembrassem onde cresceram e quem os abraçou pela primeira vez, como se respeitar as nossas deficiências fosse não um dever, como se o oportunismo pudesse tirar tão rapidamente a gratidão de ser cubano; como se viver nestas ruas, como se cavar no nosso sulco, como se comer do nosso próprio prato, não fosse orgulho.

Martí era um independentista. Que ninguém se esqueça disso. Martí morreu por nós porque odiava o jugo espanhol e conhecia o monstro do norte. É por isso que ele o chamou de Golias e queria ser Davi. Sua morte foi a maneira mais digna de viver. A pátria o viu morrer e abriu suas entranhas para recebê-lo. Martí nunca cedeu suas terras aos interesses de outro governo. Ele nunca foi um anexacionista. Ele nunca foi um traidor. Ele nunca escreveu contra sua pátria ou fez qualquer discurso contra seu povo. Ele não permitiu que ninguém o manipulasse porque ele era um homem de ferro e luzes. E quando teve que plantar na frente de Zambrana, com a testa mais franzida que Nova York já viu, ele o fez.

https://lasantamambisa.files.wordpress.com/2021/02/dra.-yadira-gonzalez-delgado.png

Aquela música cheia de ódio que tenta zombar de tudo o que somos, de tudo que demos para sermos livres, do que foi derramado neste chão; aquela canção que tenta trocar Cuba por um milhão de visualizações no YouTube, que tenta negociar nosso prestígio pelos gostos e lucros que dará ao seu bolso, aquela canção de seis zumbis hipnotizados pelo boom e pelo mercado, de seis tipos presos pela hegemonia e egoísmo, de seis ratos que não sabem que a esse povo, como Martí, não falta dignidade; Essa canção rag e covarde não me representa. Seu ódio não me representa. Sua letra nojenta não me representa. Gente de Zona não me representa. Martí me representa. Descemer Bueno não me representa. Che me representa. Maykel Osorbo não me representa. Silvio me representa. Funky não me representa. Israel me representa. Yotuel não me representa. Fidel me representa.

No dia em que foi decidido aqui gritar Pátria ou Morte, não estávamos brincando de soldado. Estávamos mudando infernos, estávamos fundando uma cidade. Martí também gritou “Independência ou Morte” porque sabia que não havia outra maneira de salvar o país. No dia em que aqui foi decidido gritar Pátria ou Morte, não houve tentativa de impor uma doutrina, mas sim foi prestado respeito àqueles que morreram para alcançar a independência. No dia em que Fidel gritou Patria o Muerte, todo este país chorava porque cem irmãos nos mataram na explosão e 400 ficaram feridos. A CIA os matou. O ódio os matou. Para que você conheça bem. Gritamos pelos 34 desaparecidos daquela explosão, pelas dezenas de homens inválidos para o resto da vida, pelas viúvas, pelos órfãos, pelas mães que queriam desaparecer. E tinha que ser Pátria ou Morte em Girón quando eles vieram nos invadir e nos matar. E tinha que ser Homeland ou Death in the Escambray quando famílias inteiras foram mortas a tiros. E teve que ser Homeland or Death quando um avião com 73 cubanos deixando Barbados desabou. Pátria ou Morte é nossa única verdade, nossa declaração, nossa denúncia, nosso grito, nosso veredicto e também será nosso epitáfio.

De que país e de que vida você está falando, que idolatra o ódio de outro governo contra seu país? Qual é o dominó bloqueado? Quem trancou o dominó? De que país e de que vida você está falando, que não cantam contra um bloqueio que acaba com a vida dos cubanos? De que “sangue para pensar diferente” você está falando? Onde é isso? Onde ficou a bússola, onde eles se perderam, quando mudaram? De que país e de que vida você está falando, se Maykel Osorbo recentemente pediu uma intervenção militar? É esse o país que eles querem? Invadido? De que país você está falando, se canta contra ele de outra fronteira? De que vida eles estão falando, se ofenderam nossos mortos mais sagrados? De que país e de que vida você está falando, se a vida neste país não foi respeitada até o triunfo da Revolução?

Deixe a história agora, que esta é e será Pátria ou Morte, porque respeitamos aqueles que nos deram sonhos e liberdade. “Não é uma frase numantina ou suicida, mas uma disposição impenitente de entregar tudo.”

Categories: # Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, ações subversivas, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, Manipulacion, Manipulacion Politica, MIAMI, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, Subversão contra Cuba, Subversión | Deixe um comentário

O hino mercenário de Patria y Vida desencadeia uma violência extrema contra Cuba.

Categories: #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Estados Unidos, ações subversivas, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CONTRA REVOLUÇÃO EM CUBA, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Contra-revolução cubana, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, Manipulacion, Manipulacion Politica, MIAMI, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, Subversão contra Cuba, Subversión | Deixe um comentário

Caramba Gente de Zona Agora Eles também queimam a imagem de Martí.

Categories: # Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Estados Unidos, ações subversivas, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Intelectuales, Política, Red de Intelectuales y Artistas en Defensa de la Humanidad (REDH), Soberanía, Venezuela, Los artistas del Imperio, MIAMI, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, Subversão contra Cuba, Subversión | Deixe um comentário

Pátria e aproveitadores .

Por M. H. Lagarde Redacción Razones de Cuba

O vídeo da canção de vários artistas cubanos que vivem nos Estados Unidos junto com integrantes do chamado movimento San Isidro em Havana pode ser descrito como um hino à auto-ignomínia.

O tema idealizado pelo orixá Yotuel e também interpretado por Gente de Zona e Descemer Bueno, como era de se esperar, nada mais é do que uma instrumentação, em tom urbano, dos clichês que a propaganda anticubana de Miami espalha aos quatro. ventos todos os dias em dezenas de páginas na Internet dedicadas a denegrir Cuba.

Até o título da música em si é um equívoco, se levarmos em conta a participação no vídeo do suposto rapper Maykel Osorbo, pertencente ao Movimento San Isidro, a quem toda Cuba pôde ver, em uma transmissão direta recentemente pelo Noticiero de la televisão cubana, pedindo ao ex-presidente Donald Trump uma invasão militar para varrer a ilha da face da terra.

É essa a vida que seus autores nos prometem depois da tão desejada mudança de regime para a qual o assunto foi escrito?

“Patria y vividores” teria sido, sem dúvida, um título mais adequado, se levarmos em conta que alguns de seus intérpretes, como Gente de Zona e Descemer Bueno, “perceberam a verdade do que estava acontecendo em Cuba” após sucumbindo à chantagem do porta-voz do YouTube da máfia anticubana de Miami, Alexander Otaola, que bloqueou seu acesso ao mercado musical de Miami.

Alexander Delgado e Randy Malcom (Gente de Zona), acusados ​​do grande pecado de celebrar a presença do presidente cubano em um de seus concertos em Havana, num show de vergonhosa “liberdade”, que curiosamente “não os deixava ser eles mesmos Acabaram se desculpando, chorando, em um programa de televisão da Flórida por não terem percebido antes a ‘verdade’ do sofrimento do povo cubano.

No directo de lançamento do vídeo de outrora, Delgado garantiu que queria deixar claro que “não somos pagos por ninguém. Não temos partido, não pertencemos a nenhum partido, simplesmente falamos em nome do povo.

Eles vão ter as pessoas em seus bolsos?

Devem ter um pouco mais de decência e não justificar o egoísmo de sua covardia em nome do povo cubano. Seria muito mais honesto e compreensível se eles simplesmente aceitassem ter sido manipulados, entre pressões e promessas de vilas e piscinas, pelo partido mafioso anticubano que governa Miami para serem usados ​​como porta-vozes das próprias pessoas que afirmam defender. hoje.

Por outro lado, nada é mais banal do que as promessas de mudança e o fim do regime que, dizem, inspiram a música. Eles deveriam perguntar a Willy Chirino o quão ridículo alguém pode se sentir ao perceber que a política, mesmo a mais barata, tem a ver com profecias do tipo Walter Mercado.

Retirado de Cubasi

Categories: "Ataques acústicos" e meios de comunicação norte-americanos catalogado incidentes de saúde relatado por diplomatas dos EUA em Cuba, que disseram ter ouvido sons que, de acordo com um novo estudo c, # Cuba, #CIA, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Estados Unidos, ações subversivas, Acciones contra Cuba, fake news, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Contrarevolución, cultura, MIAMI, MUSICA CUBANA, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, Subversão contra Cuba, Subversión | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: