Bruno Rodríguez Parrilla, Cuba, Daniel Ortega Saavedra, Governo, Ministério das Relações Exteriores (Minrex), Nicarágua

Os consulados cubanos mantêm seus serviços em todo o mundo, apesar da covid-19.

Autor: Redação Internacional | internacional@granma.cu

Cuba, ONU

Os consulados cubanos no exterior adotaram medidas, dada a situação epidemiológica internacional criada pela disseminação do novo coronavírus (sars Cov 2 / Covid-19), com o objetivo de proteger os cidadãos cubanos que solicitam serviços e funcionários de um possível contágio. que trabalham nesses locais.
Uma nota emitida pelo Ministério das Relações Exteriores (Minrex) especifica que, temporariamente, as seguintes medidas entrarão em vigor a partir desta quinta-feira, 19 de março:

Serão promovidos procedimentos consulares à distância.
Os cidadãos cubanos que estão em países onde a captura de dados biométricos é aplicada, até 30 de abril deste ano, podem preparar seus passaportes sem precisar visitar os consulados e os escritórios consulares. Para fazer isso, eles devem usar o formulário de inscrição disponível no site de cada consulado ou escritório consular e cumprir os requisitos de qualidade estabelecidos para a foto e a assinatura. Após a referida data, levando em consideração a evolução da situação epidemiológica internacional, a continuidade ou não dessa medida será reavaliada. Continuar a ler

Categories: "para Cuba Eu até ando de bicicleta, # Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, Bruno Rodríguez Parrilla, Cuba, Daniel Ortega Saavedra, Governo, Ministério das Relações Exteriores (Minrex), Nicarágua, MINREX, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

#Cuba abre suas portas para quem precisa e coloca seu nome e #PotenciaMedica no topo.

Não há dúvida de que #Cuba é uma força médica com um infinito senso de solidariedade e humanismo.Por ser um país bloqueado, portanto, com milhares de restrições, abre suas portas e ajuda os necessitados, não dando o que resta, mas compartilhando o que têm. Isso torna o pub cubano único e viva Cuba.

O ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez, informou na segunda-feira que o #Cuba autorizou a atracação do navio de cruzeiro britânico MS Braemar, que tem “um pequeno número de viajantes diagnosticados com Covid 19” e estava ancorado nas Bahamas desde fevereiro. A decisão “responde a uma emergência de saúde, na qual pode haver um risco para a vida de pessoas doentes”. Mais detalhadamente, ele relatou: “Em conjunto com as autoridades britânicas, foi organizado que, uma vez que os viajantes chegam a Cuba, eles retornam de forma segura e imediata ao Reino Unido por via aérea” O navio tem mais de mil pessoas a bordo e pelo menos cinco casos confirmados de coronavírus – quatro tripulantes e um convidado – existem 21 trabalhadores e 22 passageiros isolados por apresentar sintomas semelhantes aos da gripe. #CubaSolidaria #CubaPorLaSalud

Categories: "para Cuba Eu até ando de bicicleta, # Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, ·Medicos Cubanos, BLOQUEIO VS CUBA, bloqueo contra cuba, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, Bruno Rodríguez Parrilla, Cuba, Daniel Ortega Saavedra, Governo, Ministério das Relações Exteriores (Minrex), Nicarágua, cooperação médica cubana, CubaCoopera, CubavsBloqueo, Estados Unidos Vs Cuba, Itália, MINREX, Profesionales e la Salud, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Cuba diante da cooperação internacional e a favor do respeito aos direitos humanos.

Autor:  | internet@granma.cu

Uma intensa agenda de trabalho reuniu-se ao ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez, em Genebra, na Suíça, mantendo conversas oficiais com colegas, líderes de organizações multilaterais e embaixadores de vários países, como parte das atividades colaterais do 43º período ordinário do segmento de alto nível. sessões do Conselho de Direitos Humanos.

Segundo Prensa Latina, o chefe cubano conversou com o secretário de Estado do Ministério da Europa e dos Negócios Estrangeiros da França, Jean-Baptiste Lemoyne, para avaliar o andamento dos acordos mútuos e aprofundar os laços econômico-comerciais entre os dois países.

bruno

Foto: Extraído da Prensa Latina

Da mesma forma, o chefe da diplomacia cubana conversou com a Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, a quem expôs os efeitos causados ​​pelo ressurgimento do bloqueio econômico, comercial e financeiro criminoso dos Estados Unidos, com mais de 190 medidas tomada pela administração de Donald Trump.

Além disso, ele trocou com seus colegas na França, Jean-Yves Le Drian; da Espanha, Arancha González; e da Noruega, Ine Marie Eriksen Soreide, bem como com o representante do Catar, Lolwah Rashid Al-Khater, ministro assistente e porta-voz dos Negócios Estrangeiros.

Uma das primeiras reuniões foi realizada com o diretor geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, e o presidente do Comitê Internacional da Cruz Vermelha, Peter Maurer. Eles detalharam a cooperação médica feita por Cuba e a hostilidade de Washington para impedir esse propósito nobre que beneficia milhões de pessoas.

Categories: # Cuba, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Diálogo Cuba e União Europeia sobre direitos humanos, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, fake news, ataques frenéticos contra Cuba, BLOQUEIO VS CUBA, bloqueo contra cuba, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, Bruno Rodríguez Parrilla, Cuba, Daniel Ortega Saavedra, Governo, Ministério das Relações Exteriores (Minrex), Nicarágua, Derechos Humanos, Donald Trump, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, FORA TRUMP, MINREX, Prensa Latina., relações bilaterais, o governo Donald Trump, Trump Google, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

CARICOM rejeita a intensificação do bloqueio e reconhece o valor da colaboração médica cubana

Por: Cubadebate Writing

Os Chefes de Governo presentes na 31ª Reunião da Comunidade do Caribe (Caricom) reiteraram na quarta-feira sua preocupação com a intensificação das sanções anunciadas pelo governo dos Estados Unidos sob o Título III da Lei Helms-Burton, que fortalece o Embargo econômico, comercial e financeiro dos Estados Unidos contra Cuba.

A reunião foi concluída na quarta-feira em Georgetown com a participação de 15 Estados membros, representados por seus chefes de governo, além de outros cinco parceiros.

Chefes de Governo denunciaram como injustificável a aplicação de leis e medidas extraterritoriais contrárias ao Direito Internacional.

Também expressaram seu profundo apreço pela assistência médica prestada por Cuba aos Estados membros da Comunidade ao longo dos anos que ajudaram a construir seus setores de saúde em benefício e bem-estar de seus povos.

Eles reconheceram que, por seu próprio conhecimento em primeira mão, as pessoas enviadas haviam acrescentado um enorme valor para ajudar seus cidadãos.

Eles rejeitaram a afirmação de que essa assistência médica fornecida pelos cubanos era uma forma de tráfico de pessoas.

Por sua parte, o ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez Parrilla, em sua conta no Twitter, agradeceu aos Chefes de Governo por rejeitarem o bloqueio ao nosso país e pela defesa da CARICOM pela solidariedade que os médicos conquistam.

Bruno Rodríguez P

@BrunoRguezP

Agradezco a los Jefes de Gobierno de por su rechazo al recrudecimiento del bloqueo de vs y a la aplicación de la Ley Helms-Burton y su agradecimiento a la cooperación médica cubana que por años ha contribuido al bienestar de sus pueblos. |

Ver imagen en Twitter
246 personas están hablando de esto

Além disso, no intercâmbio, os líderes examinaram o estado de implementação das disposições do mercado único e da economia.

Por outro lado, discutiram esforços para promover iniciativas em um sistema de telecomunicações para coleta de dados; os desafios das listas negras; a eliminação de riscos e a retirada de serviços bancários correspondentes.

Outro item da agenda do grande fórum foi propor uma aliança com a Cúpula Africana e a análise de questões regionais como crime, violência e segurança.

Na reunião, houve consenso na luta contra as mudanças climáticas, na promoção da democracia, no comércio, no crescimento econômico e na segurança.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, América Latina e do Caribe como Zona de Paz, América Latina e do Caribe,, América Latina y el Caribe, ·Medicos Cubanos, bloqueo, bloqueo contra cuba, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, Bruno Rodríguez Parrilla, Cuba, Daniel Ortega Saavedra, Governo, Ministério das Relações Exteriores (Minrex), Nicarágua, Caribe, Caribe Sul e Antilhas, Comunidad de Estados Latinoamericanos y Caribeños (CELAC), Cuba, Organización de Estados Americanos (OEA), Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC), CubavsBloqueo, La Unión Europea se posiciona contra el bloqueo, Mais Medicos, MAS MEDICOS, MINREX, Perguntas sobre # Cuba e mais médicos? MINREX responde, programa de fuga de cérebros contra médicos cubanos, Programa de Médicos, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , | Deixe um comentário

Cuba rejeita “pretextos” da Bolívia para “impedir relações bilaterais”

O chanceler da ilha explicou que seu país agiu com “paciência e prudência”, a fim de evitar confrontos “apesar do desempenho reproduzível dos golpistas”.

O Ministério das Relações Exteriores de Cuba rejeitou os “pretextos das autoridades golpistas da Bolívia para suspender as relações diplomáticas”. O pronunciamento oficial foi feito através de comunicado divulgado neste sábado.

A crise ocorreu depois de quinta-feira, o chefe da diplomacia da ilha, Bruno Rodríguez, descreveu a presidente interina Jeanine Áñez como “golpe” e “mentiroso”.

Posteriormente, o Executivo de fato anunciou na sexta-feira a decisão de suspender os laços com Cuba com base nas “expressões recentes e inadmissíveis do ministro das […] Relações Exteriores e na hostilidade constante e queixas constantes de Cuba contra o Governo Constitucional Boliviano e seu processo democrático”. .

Diante dessas acusações, Cuba garante que, desde sua “violenta irrupção no poder” – em 12 de novembro de 2019 -, os membros do atual governo do país andino desenvolveram ações sistemáticas para “deteriorar e dificultar as relações bilaterais”.

Rodriguez explicou que seu país agiu com “paciência e prudência”, a fim de evitar confrontos “apesar do desempenho reproduzível dos conspiradores”.

Pressão dos EUA
Na declaração oficial, o Ministério das Relações Exteriores de Cuba compila uma série de “mentiras e deturpações” contra a cooperação bilateral, especialmente em saúde. A instituição garante que esses “insultos” respondam à “pressão” dos Estados Unidos. intensificar o bloqueio e a hostilidade contra Cuba.

“São conhecidas as pressões que o governo do presidente Donald Trump exerce sobre outros países para forçá-los a aderir às políticas neoliberais, unilateralistas, coercitivas e violadoras do Direito Internacional”, diz o texto.

Categories: #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Bolívia, BOLIVIA Evo Morales Fidel Castro Hugo Chávez, Bruno Rodríguez Parrilla, Cuba, Daniel Ortega Saavedra, Governo, Ministério das Relações Exteriores (Minrex), Nicarágua, CUBA-BOLÍVIA, MINREX, Perguntas sobre # Cuba e mais médicos? MINREX responde, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Bruno Rodríguez: Os governos de #Cuba e #EEUU podem conviver em suas diferenças

Autor:Cuba por Siempre

Bruno Rodríguez Parrilla, Ministro das Relações Exteriores, disse à imprensa na quarta-feira que foi demonstrado que os governos de Cuba e dos Estados Unidos podem viver dentro de suas diferenças.

O que está claro, disse ele, é que, da mesma maneira que não somos intimidados por ameaças de qualquer tipo, também não admitimos chantagens no nível diplomático.

Alguns anos atrás, estava previsto um longo caminho para a normalização das relações entre os dois governos, apesar das enormes e profundas diferenças entre o imperialismo e a Revolução; mas o elemento nodal das relações é determinado pela aplicação brutal de um bloqueio genocida, que nunca foi levantado, disse ele.

O Ministro das Relações Exteriores também destacou que o governo dos EUA realiza uma cruzada contra a cooperação médica cubana em diferentes latitudes, o que constitui um ato repugnante que priva dezenas de milhares de pessoas do acesso a esses serviços.

Medidas não convencionais também são aplicadas contra o fornecimento de combustível para a Ilha, e todos os dias há novas ações que intensificam o bloqueio, o sistema de sanções mais longo e abrangente que já foi aplicado na história contra qualquer pessoa, disse o diplomata.

Foto: Abel Padrón Padilla/Cubadebate

Rodríguez Parrilla disse que, mesmo nessas circunstâncias de maior confronto, há um caminho inevitável em direção a mudanças na política dos EUA contra Cuba, que não depende tanto do que acontece lá, como dos esforços do povo cubano.

O mundo reconhece que a Revolução Cubana desempenha um papel especial em seu simbolismo, em sua capacidade de influência política, em sua firmeza, em sua atitude sempre ética, a ponto de o país americano ser obrigado a culpar a ilha pela culpa de todos. males, ele disse.

Ninguém pode subestimar o povo, nem a importância do que aconteceu nas últimas décadas na América Latina e no Caribe, a força da denúncia, a verdade deve ser levada em consideração e é isso que está sendo visto no ruas da América do Sul hoje: jovens estudantes em protesto social, disse ele.

Há uma situação internacional complexa em que há uma tendência progressiva irreversível, e a Revolução Cubana teve e continuará a ter um peso além das dimensões da ilha, disse o chanceler.

O mundo está inevitavelmente caminhando em direção a um sistema multilateral de relações internacionais, diante da tentativa dos Estados Unidos de impor uma ordem supremacista unilateral, cuja história já retirou do jogo, concluiu.

Categories: #Bruno Rodríguez,, #China#EEUU#Iran#Nicaragua.barco hospital naval Arca de la Paz, #Donald Trump, #Estados Unidos, @Trump, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Barack Obama Bruno Rodríguez ParrillaDonald Trumpoficina del Servicio de Ciudadanía e Inmi, Bruno Rodríguez Parrilla, Colombia, Cuba, Detenciones, Diálogos de Paz, Ejército de Liberación Nacional (ELN), Iván Duque Márquez, Política, Bruno Rodríguez Parrilla, Cuba, Daniel Ortega Saavedra, Governo, Ministério das Relações Exteriores (Minrex), Nicarágua, Chanceler Bruno Rodiguez Parrilla, Donald Trump, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Donald Trump, Estados Unidos, FORA TRUMP, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Trump Google, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , , | Deixe um comentário

Ministro das Relações Exteriores de Cuba reitera que o bloqueio dos EUA É o mais grave

O diplomata Bruno Rodríguez enfatizou que a medida coercitiva imposta pelos EUA É o mais longo que foi implementado em qualquer país.

Noticias > América Latina

Ver imagen en Twitter

O ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez Parrilla, reiterou nesta sexta-feira que o bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos (EUA) contra seu país representa uma política genocida condenada no mundo.

“O bloqueio dos EUA contra Cuba constitui o sistema de medidas coercitivas unilaterais mais severas e prolongadas que foram aplicadas contra qualquer país ”, afirmou o chanceler em sua conta no Twitter.

O diplomata também enfatizou que Cuba e a União Européia (UE) conversam sobre a imposição de medidas coercitivas unilaterais.

Rodríguez destacou que as sanções são contrárias ao Direito Internacional, às regras do comércio e têm o objetivo de “exercer coerção política e econômica contra os Estados”.

Além disso, ele enfatizou que o diálogo entre Cuba e a UE aborda a natureza extraterritorial da aplicação de medidas coercitivas e como combatê-las.

O funcionário reiterou que o bloqueio imposto pelos EUA Constitui o principal obstáculo ao desenvolvimento econômico da nação do Caribe, que sofreu perdas da ordem de 922.630 milhões de dólares por quase 60 anos.

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #solidaridadvs bloqueo, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, Bruno Rodríguez Parrilla, Cuba, Daniel Ortega Saavedra, Governo, Ministério das Relações Exteriores (Minrex), Nicarágua, CubavsBloqueo, MINREX, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Cuba rejeita ameaças e ações intervencionistas contra a Nicarágua

O ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez, reafirmou o apoio da ilha caribenha ao governo nicaraguense liderado pelo presidente Daniel Ortega.

Em uma mensagem na rede social Twitter, o chanceler também rejeitou “as ameaças e ações intervencionistas contra aquele país irmão”.

Ver imagen en Twitter

Bruno Rodríguez P

Bruno @ BrunoRguezP
Expressamos nossa solidariedade e apoio à # Nicarágua e seu governo, presidida pelo comandante Daniel Ortega, e rejeitamos as ações e ameaças de interferência contra esse país irmão. | #Cuba
309
3:39 – 6 de janeiro 2019

 

En varias oportunidades, el gobierno nicaragüense ha llamado a la Organización de Estados Americanos y gobiernos extranjeros a no entrometerse en sus asuntos internos y cesar en los intentos para desestabilizar a la revolución sandinista.

(Con información de Prensa Latina)

Categories: Bruno Rodríguez Parrilla, Cuba, Daniel Ortega Saavedra, Governo, Ministério das Relações Exteriores (Minrex), Nicarágua, Uncategorized | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: