integracion

López Obrador destaca a resistência e a dignidade de Cuba ante o bloqueio dos Estados Unidos.

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, destacou a resistência e a honra de Cuba perante o bloco dos Estados Unidos imposto há mais de 60 décadas e “Acredito que pela luta em defesa da soberania de seu país, o povo cubano merece o prêmio de dignidade ”, destacou.

López Obrador inaugurou neste sábado, 24 de julho, no Castelo de Chapultepec, a XXI Cúpula de Chanceleres da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) por ocasião do 238º aniversário do nascimento de Simón Bolívar.

Em seu discurso, o presidente mexicano destacou que este embargo comercial e financeiro contra a ilha é uma ação injusta e pediu aos Estados Unidos que mudem sua política em relação à América Latina e em particular a Cuba.

Ele também sugeriu pensar em algo semelhante à União Européia, com características latino-americanas, e em organizações “não supervisionadas” que substituiriam a Organização dos Estados Americanos (OEA).

López Obrador, recordou várias etapas da vida de Simón Bolívar, a quem afirmou ter virtudes excepcionais.

“É o exemplo vivo de como uma boa formação humanista pode superar a indiferença ou o conforto de quem vem de um bom nascimento”, acrescentou.

Também destacou a resistência de Cuba ao bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos há mais de 60 anos. Nesse sentido, o presidente mexicano propôs aos Estados Unidos que fizessem uma mudança em sua política externa para os países latino-americanos.

Por sua vez, a chefe de Governo da Cidade do México, Claudia Sheinbaum, lembrou anedotas históricas de quem ficou conhecido como o Libertador da América, além de recordar os 200 anos do México independente e os 500 de resistência após a queda do México -Tenochtitlán .

“Faz 238 anos que, no seio de uma família crioula, Simón Bolívar nasceu na capital da Venezuela, cuja formação e luta o levaram a ser o libertador de sua pátria e o forjador de uma profunda e sincera irmandade radicada na Venezuela. a liberdade e a união entre nossos povos ”, expressou.

O governador da Cidade do México homenageou três eventos históricos relacionados ao Libertador: sua visita à cidade, referências ao México em sua Carta da Jamaica e, por fim, seu reconhecimento como cidadão mexicano.

“No México e em sua capital, vivemos a construção de uma sociedade de direitos e liberdades diante do privilégio e da opressão. Hoje o México vive uma nova geminação com os países da América Latina. E que dia melhor do que hoje para comemorar, disse ele.

Por sua vez, o Secretário de Relações Exteriores do México, Marcelo Ebrard, agradeceu a presença de cada um dos chanceleres, chanceleres e representantes dos 33 países membros da Celac que estiveram presentes no encontro.

Da mesma forma, reconheceu a validade da convocação de Bolívar, que convocou uma Confederação da América Latina. “Não nos encontramos desde 2020 porque não tivemos a possibilidade porque lutamos juntos contra uma pandemia que nos impedia de nos encontrarmos pessoalmente”, acrescentou.

Ele também se referiu se fazia sentido e eles precisavam ou queriam o Celac, a título de reflexão. “Estamos aqui nesta comemoração para responder à questão de saber se é necessário e indispensável que respondamos como um todo aos nossos povos e aos seus interesses”, afirmou.

A escritora chilena Isabel Allende também proferiu algumas palavras na abertura do evento como convidada especial. Agradeceu ter sido convidada a celebrar a “extraordinária herança do libertador Simón Bolívar e estes 200 anos de república, estes dois séculos do México na consciência da América Latina”.

Da mesma forma, ele reconheceu desde as artes e letras até obras e autores que descreveram a América Latina, bem como lembrou parte da história que os une e une os povos por sua vez.

“Estamos vivendo um momento extraordinário. Ninguém se lembra de uma crise global dessa magnitude ”, destacou, referindo-se à crise sanitária da Covid-19 que afetou especialmente os países membros da Celac.

Categories: integracion | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Economia regional contra a pandemia

alba tcp

Um Plano de Contingência Econômica em face da pandemia da covid-19 foi aprovado nesta segunda-feira pelos Estados membros da Aliança Bolivariana para o Tratado de Comércio dos Povos da Nossa América-Povos (alba-tcp), após o formato virtual do xx Conselho Político e x Conselho Econômico do bloco regional. Continuar a ler

Categories: integracion, Uncategorized | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Cúpula dos Brics começa no Brasil

Desde hace 13 años, Brics promueve la cooperación entre las economías  emergentes.

A onze cúpula dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) abrirá as cortinas nesta quarta-feira com a participação de presidentes, ministros e representantes desses países, sob o slogan Crescimento Econômico para um Futuro Inovador. Continuar a ler

Categories: integracion, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: