agressão internacional contra a Venezuela,

Juristas pedem aos EUA fim da agressividade contra a Venezuela

O pedido foi feito através de uma carta aberta, coordenada pela Associação Internacional de Juristas Democráticos.

"La furia del virus ilustra la tontería de la guerra", manifestó António Guterres en su mensaje solicitando el cese el fuego global.

Juristas, organizações de advogados e personalidades da lei e outras áreas da intelligentsia de todo o mundo assinaram uma carta aberta solicitando os EUA. abandonar sua posição agressiva em relação à República Bolivariana da Venezuela.

A carta, divulgada na segunda-feira, é endereçada ao secretário de Estado Mike Pompeo e a membros do Comitê de Assuntos Internacionais do Senado dos EUA.

Os signatários pronunciam-se sobre o mais recente envio de unidades navais dos Estados Unidos para o mar perto da Venezuela.

“O governo dos Estados Unidos, em vez de promover a solidariedade global, escolheu o caminho perigoso de incitar um conflito armado por meio de sua mobilização mais recente (…) com o objetivo específico de desestabilizar o governo venezuelano”, dizia o documento. .

Além disso, a carta aponta para a implausibilidade do suposto pretexto de combater o narcotráfico e destaca os movimentos das tropas colombianas perto da fronteira com a nação bolivariana.

“O que está por vir é uma tempestade perfeita para um conflito armado motivado pelo intervencionismo dos EUA e pela mobilização armada na região”, diz a mensagem.

Acrescenta-se também que “um conflito armado entre os EUA, com o apoio da Colômbia, contra a Venezuela, resultaria não apenas em um conflito regional, mas também poderia ter implicações transnacionais”.

A carta lembra a conjuntura em que esses eventos ocorrem, dada a pandemia de Covid-19, na qual precisamente os Estados Unidos atualmente é o epicentro do mundo.

Da mesma forma, analisa-se que, do ponto de vista constitucional e jurídico, as ações dos EUA são contrárias à lei.

Os signatários pediram ao governo dos EUA que abandonasse sua política intervencionista na região e respeitasse a soberania nacional da Venezuela, lembrando a mensagem do Secretário Geral da ONU, António Guterres, na qual ele pedia um cessar-fogo mundial.

Categories: # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #China#EEUUDonald TrumpFondo Monetario Internacional (FMI)Ivan Duque, #Colombia, Ejército de Liberación Nacional (ELN), Guerrilla, Paz, #Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, agressão internacional contra a Venezuela,, antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, Assembléia Geral da ONU, Colômbia, Organização das Nações Unidas (ON, Colombia, COLOMBIA ACUERDO DE PAZ, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, EE. UU insiste em desestabilizar a Venezuela, Estados Unidos Venezuela, Estados Unidos, Golpe de Estado, Injerencia, Lima, Nicolás Maduro Moros, Venezuela, FORA TRUMP, fronteira com a Colômbia., relações bilaterais, o governo Donald Trump, Tiene Colombia moral para enjuiciar a Venezuela, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

EUA apresenta seu plano para um governo de transição na Venezuela

Categories: # Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, agressão internacional contra a Venezuela,, FORA TRUMP, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Seis ações que os EUA poderiam tomar. EUA para o benefício da humanidade antes do Covid-19

Além de suas tentativas de politizar a pandemia, de manter uma abordagem pouco cooperativa e marcadamente unilateral, o governo dos Estados Unidos, no momento atual, deve realizar alguns atos de boa vontade e profundo compromisso humanitário com a comunidade internacional.

Autor: Enrique Moreno Gimeranez | enrique@granma.cu

Atualmente, pelo menos seis ações demonstrariam seu compromisso com a Carta das Nações Unidas, o Direito Internacional, os Direitos Humanos e os povos do mundo.

Eliminar – completa, incondicional e definitivamente – todas as medidas coercitivas unilaterais aplicadas contra Cuba, Venezuela, Irã, Síria e outros Estados.
Hoje, essas ações são duplamente genocidas, pois impedem, limitam ou fazem a compra por esses países de medicamentos, alimentos e outros suprimentos necessários para prevenir e combater a doença. Mais uma vez, é revelado que as sanções dos EUA não são contra governos, mas contra povos.

Termine o conflito armado.
A única guerra que a civilização humana deveria travar neste momento é a luta contra a covid-19, a luta pela vida. Somente entre 2001 e o final de 2020, o custo estimado dos “esforços antiterroristas” dos EUA em mais de 80 países é estimado em US $ 6,4 trilhões. Quanto poderia ser financiado com esses recursos com base na eliminação da pobreza, na luta contra a fome e as mudanças climáticas ou na luta contra doenças? Esses dados não incluem a perda de vidas humanas ou os danos ao patrimônio cultural e natural causados ​​por suas aventuras bélicas.

Advogar pelo cancelamento da dívida externa dos países pobres.
Os Estados Unidos poderiam propor ao Fundo Monetário Internacional (FMI), bem como a outras organizações multilaterais e estados desenvolvidos, o cancelamento da dívida externa dos países pobres, para que não seja mais um obstáculo entre os desafios a serem enfrentados por essas nações. enfrentando as drásticas conseqüências da pandemia.

Implantar cooperação e solidariedade globais.
No momento, é necessária uma ação política conjunta e inovadora das principais economias do mundo diante da pandemia, além de posições egoístas.

Pare imediatamente a campanha contra a colaboração médica que Cuba oferece a outros estados.
As brigadas cubanas combatem o novo coronavírus em vários países, salvando vidas e proporcionando saúde aos mais necessitados. Por que a Casa Branca está empregando tanta perseguição contra médicos do Caribe, afetando povos carentes?

Tome medidas eficazes para prevenir e controlar a pandemia nos Estados Unidos.
Hoje nos uu É o país com o maior número de novos casos positivos de coronavírus do mundo. O governo da nação mais rica do planeta deve usar todos os recursos necessários para proteger sua população.

“Os Estados Unidos não estão prontos para esta pandemia porque nosso governo está gastando dinheiro com coisas erradas (…). As alocações deste ano para a Administração de Alimentos e Medicamentos, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças e os Institutos Nacionais de Saúde combinados foram de US $ 48 bilhões, menos de 1% dos custos das guerras “. Catherine Lutz, da Brown University, denunciou.

Categories: "para Cuba Eu até ando de bicicleta, # Cuba, # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #China#EEUU#Iran#Nicaragua.barco hospital naval Arca de la Paz, #China#EEUUDonald TrumpFondo Monetario Internacional (FMI)Ivan Duque, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, #salud, #Salud en Cuba, #Venezuela, A força-tarefa e a guerra na internet contra Cuba, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, Cuba, Historia de Cuba, Tarará, Acciones contra Cuba, fake news, agressão internacional contra a Venezuela,, China, EE. UU insiste em desestabilizar a Venezuela, epidemia, Estados Unidos Venezuela, Estados Unidos, Golpe de Estado, Injerencia, Lima, Nicolás Maduro Moros, Venezuela, EUA contra a Venezuela na ONU, governo de transição na Venezuela, Jose Angel Portal Miranda, Medico y Enfermera de la Familia Salud Publica cubana, Organiacion Panamericana de la Salud, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, SALUD, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

O governo venezuelano recebeu inúmeros sinais de apoio e solidariedade, inclusive da Rússia, China e do Congresso Nacional Africano, em face da agressão americana.

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, expressou sua gratidão ao Congresso Nacional Africano (CNA), partido governante da África do Sul, que condenou os novos ataques do governo dos Estados Unidos (EUA) contra o país sul-americano.

En la imagen de archivo, aparecen líderes del gobernante Congreso Nacional Africano (CNA) de Sudáfrica.

Em uma mensagem em sua conta na rede social do Twitter, o ANC publicou uma declaração na qual condenava o intenso ataque do governo do presidente dos EUA, Donald Trump, “contra o povo da Venezuela e seu governo eleito democraticamente”.

Em outro tweet, Arreaza expressou: “Agradecemos ao histórico Congresso Nacional Africano de Nelson Mandela, líder da aliança que governa na África do Sul, por sua solidariedade com o povo e o governo da Venezuela diante da agressão americana”.

Juntos derrotaremos o imperialismo! Ngiyabonga !! (Obrigado em Zulu) ”, disse o ministro das Relações Exteriores da Venezuela.

Caracas sustenta que as agressões que Washington está enfrentando têm o objetivo de derrubar o governo bolivariano.

O governo Trump ofereceu uma recompensa milionária ao presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e a outros líderes do país sul-americano, acusados de supostos laços com o narcotráfico, além de propor uma “oferta” para formar um governo de transição, que foi rejeitado pelas autoridades venezuelanas.

O governo venezuelano recebeu nos últimos dias inúmeros sinais de solidariedade, incluindo o da Rede de Defesa da Humanidade (REDH) e as autoridades da Rússia e China, entre outros.

Categories: # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Caracas, Golpe de Estado, Militar,#Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, #China#EEUUDonald TrumpFondo Monetario Internacional (FMI)Ivan Duque, #Colombia, Ejército de Liberación Nacional (ELN), Guerrilla, Paz, #Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, #salud, #Trump, #Venezuela, #Venezuela, #Nicaragua, @Trump, A Venezuela que a mídia nos diz, Africa, africa do sul, agressão internacional contra a Venezuela,, antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, ÁFRICA, África, sempre digna, ·Venezuela, confrontar Donald Trump da câmara baixa, Cuba, Venezuela y Nicaragua, Donald Trump, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, EE. UU insiste em desestabilizar a Venezuela, epidemia, EUA contra a Venezuela na ONU, FORA TRUMP, governo de transição na Venezuela, interessados na Venezuela?, invasão militar contra a Venezuela, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, relações bilaterais, o governo Donald Trump, SALUD, Trump Google, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized, União Africana, Union Africana, Venezuela tras la autoproclamación de Guaidó | Etiquetas: , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Em meio à pandemia de Covid-19, os Estados Unidos descartam a flexibilização de sanções contra Cuba, Venezuela e outras nações, apesar das exigências internacionais.

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, rejeitou nesta terça-feira a possibilidade de amenizar as severas sanções de seu país contra Cuba, Venezuela, Irã e outras nações, considerando-o desnecessário.

El jefe de la diplomacia norteamricana Mike Pompeo cree innecesario levantar sanciones económicas contra Cuba, Venezuela e Irán.

Com essa declaração, Washington desconsidera as múltiplas demandas internacionais de organizações e figuras que instaram o governo Donald Trump a suspender bloqueios, restrições e sanções contra os três países afetados.

Em meio à crise de saúde global desencadeada por Covid-19, o secretário-geral da ONU, António Guterres, pediu na semana passada o levantamento de restrições para garantir o acesso a alimentos, suprimentos e assistência à saúde.

Em comunicado divulgado na semana passada, várias organizações americanas pediram ao governo Trump que facilitasse o fluxo de suprimentos humanitários e médicos para Cuba em meio à pandemia.

Ver imagen en Twitter

Eles também reconheceram que, embora existam subsídios humanitários no âmbito do bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto por Washington a Havana, na prática, existem limitações e sérios obstáculos para prestar assistência humanitária a Cuba.

Nesta terça-feira, Hilal Elver, relator especial da ONU sobre o direito à alimentação, expressou que “a imposição contínua de sanções econômicas prejudiciais à Síria, Venezuela, Irã, Cuba e, em menor grau, Zimbábue, para citar os casos mais destacados compromete seriamente o direito fundamental dos cidadãos comuns a alimentação adequada e adequada ”.

Categories: # Venezuela, # yo voto vs bloqueo, #China#EEUU#Iran#Nicaragua.barco hospital naval Arca de la Paz, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Donald Trump, #Estados Unidos, #ONU, #salud, #Salud en Cuba, #solidaridadvs bloqueo, #Trump, @Trump, A guerra dos Estados Unidos, ações intervencionistas dos EUA, agressão internacional contra a Venezuela,, bloqueo contra cuba, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, Conflicto en el Medio Oriente, CubavsBloqueo, Derechos Humanos, Donald Trump, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, epidemia, FORA TRUMP, interessados na Venezuela?, invasão militar contra a Venezuela, La Unión Europea se posiciona contra el bloqueo, NINOS CUBANOS, ONU continuará trabalhando com a Venezuela, ONU-CUBA, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, SALUD, Trump Google, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Nicolás Maduro exigiu a cessação da interferência norte-americana na Venezuela.

Categories: # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, agressão internacional contra a Venezuela,, Caracas, #Estados Unidos, Golpe de Estado, #Mike Pence, Militar, #Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, Começa a fase violenta do plano insurrecional da direita na Venezuela, Cuba, Venezuela y Nicaragua, EE. UU insiste em desestabilizar a Venezuela, Estados Unidos Venezuela, Estados Unidos, Golpe de Estado, Injerencia, Lima, Nicolás Maduro Moros, Venezuela, Evo Morales denunciou os planos de golpe dos EUA na Venezuela, Guaidó nomeia "embaixadores" ilegais, Guaidó, um "presidente" sem território, promovendo a autoproclamação do deputado Juan Guaidó como "presidente encarregado, Uncategorized, Venezuela tras la autoproclamación de Guaidó | Etiquetas: , , , , , , | Deixe um comentário

Donald Trump acusa o presidente Maduro de tráfico de drogas.

Mais uma vez, os Estados Unidos tentam tirar proveito de uma situação extrema como a que o mundo está passando, desta vez na Venezuela.

Categories: # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Caracas, Golpe de Estado, Militar,#Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, #China#EEUUDonald TrumpFondo Monetario Internacional (FMI)Ivan Duque, #Colombia, Ejército de Liberación Nacional (ELN), Guerrilla, Paz, #Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, #Nicolás Maduro, #Nicolás Maduro Moros, #Trump, #Venezuela, @Trump, agressão internacional contra a Venezuela,, antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, ·Venezuela, Caracas, #Estados Unidos, Golpe de Estado, #Mike Pence, Militar, #Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, Constituição Bolivariana da Assembléia NacionalMaikel MorenoNicolás Maduro, Donald Trump, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, drogas, Estados Unidos, Nicolás Maduro Moros, Política, Rússia, Sociedade, Venezuela, FORA TRUMP, Golpe de Estado #John Bolton #Nicolas Maduro Dialogo de Paz, Guaidó nomeia "embaixadores" ilegais, Guaidó, um "presidente" sem território, Nicolás Maduro Moros, Revolución Bolivariana, Venezuela, promovendo a autoproclamação do deputado Juan Guaidó como "presidente encarregado, Trump, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized, Venezuela tras la autoproclamación de Guaidó | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

O grupo Puebla exigir que os Estados Unidos terminem os bloqueios contra Cuba e Venezuela.

O grupo Puebla, uma aliança formada por vários líderes internacionais, instou os países do mundo a exigir que os Estados Unidos terminem os bloqueios impostos unilateralmente – e se intensificaram nos últimos meses – contra Cuba e Venezuela.

Esses bloqueios, que são sanções políticas contra seus governantes, violaram os direitos dos habitantes desses países por décadas, condenando-os a viver sem acesso a medicamentos ou bens materiais, informou a agência.

Grupo de Puebla@ProgresaLatam

🌎 | Los principales referentes del progresismo en la región se unen para exigir la condonación de la deuda externa para los países de América Latina.

“Isso, que em situações normais é crueldade, hoje – no contexto da pandemia de coronavírus – é o anúncio de uma tragédia que devemos, a todo custo, evitar”, disse o grupo no contexto da pandemia pela qual está passando. o mundo por Covid-19.

A entidade internacional afirmou: “Hoje é a solidariedade e a paz que devem prevalecer como políticas de relações internacionais entre os povos do mundo. Por esse motivo, é essencial – sempre foi – que os Estados Unidos reajam e levantem, sem condições, essas condições. sanções “.

As escaladas, bloqueios e perseguições políticas de governos e governantes devem, necessariamente e com urgência, terminar, disse o fórum político e acadêmico composto por representantes políticos de todo o mundo.

“É por isso que pedimos a todos que exijamos o fim dessa violação permanente dos direitos humanos de cubanos, cubanos e venezuelanos”, afirmou.

O fórum de líderes progressistas apóia as posições da Secretária Geral das Nações Unidas, António Guterres e da Alta Comissária para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, que defendem o fim dos bloqueios.

A organização também se alinhou à posição do grupo de senadores dos EUA, Chistopher S. Murphy, Chris Van Holen, Tom Caper, Tim Kaine, Benjamin L. Cardin, Tom Udall, Patrick Leahy, Sherrod Brown, Brian Schatz, Jeffrey A. Merkley Richard Blumenthal, que exigiu que Trump retirasse as medidas coercitivas contra Havana e Caracas.

Categories: # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Caracas, Golpe de Estado, Militar,#Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, #China#EEUUDonald TrumpFondo Monetario Internacional (FMI)Ivan Duque, #Donald Trump, #Estados Unidos, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, #ONU, #Trump, #Venezuela, @Trump, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, agressão internacional contra a Venezuela,, ALBA, ALBA-TCP, Cuba, Fidel Castro Ruz, Hugo Chávez Frías, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, Nicolás Maduro Moros, Venezuela, Andrés Manuel López Obrador, Bolivia, estados unidos, Evo Morales, Grupo de Lima, Luis Almagro, Mexico, Nicolás Maduro, Red Europea de Solidaridad con la Revolución Bolivariana, venezuela, antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, Caracas, #Estados Unidos, Golpe de Estado, #Mike Pence, Militar, #Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, Cuba, Donald Trump, Estados Unidos, Iglesia, Ley Helms-Burton, Relaciones Cuba Estados Unidos, Religión, Cuba, Donald Trump, Estados Unidos, Marco Rubio, Mario Díaz-Balart, Relaciones bilaterales., Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, Nicolás Maduro Moros, Solidariedade, Venezuela, Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, Soberania, Venezuela, Cuba, Venezuela y Nicaragua, Derechos Humanos, Donald Trump, Donald Trump, Estados Unidos, EE. UU insiste em desestabilizar a Venezuela, Estados Unidos Venezuela, Estados Unidos, Golpe de Estado, Injerencia, Lima, Nicolás Maduro Moros, Venezuela, Estados Unidos, Nicolás Maduro Moros, Política, Rússia, Sociedade, Venezuela, EUA contra a Venezuela na ONU, FORA TRUMP, ONU-CUBA, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

O chavismo e a oposição medem suas forças com duas mobilizações no centro de Caracas

O oponente Juan Guaidó pediu à oposição para aprovar uma “declaração de disputas”. Enquanto isso, o presidente da Assembléia Nacional Constituinte, Diosdado Cabello, anunciou “a mãe das marchas”.

Em 10 de março, Chavismo e a oposição anunciaram que chegarão à sede da Assembléia Nacional, em Caracas, capital da Venezuela, em um novo dia de mobilizações que, de acordo com os dois setores, servirão para medir o pulso político no país. .

El chavismo y la oposición miden sus fuerzas con dos movilizaciones hasta el centro de Caracas

O presidente da Assembléia Nacional Constituinte (ANC), Diosdado Cabello, anunciou segunda-feira “a mãe das marchas”, em resposta à mobilização convocada para o mesmo dia pelo deputado da oposição Juan Guaidó, que pretende aprovar uma “declaração de disputa” “no Parlamento, onde estão incluídas as chamadas para eleições presidenciais (não previstas no calendário eleitoral), aumento das pressões internacionais contra o país sul-americano e uma” saída “do que é definido como” ditadura “.

Conforme anunciado pelos dois setores, as mobilizações convergirão para o centro da capital venezuelana, a fortaleza política do Chavismo, onde fica a sede do Legislativo.

Março Guaidó
A concentração dos seguidores de Guaidó partirá da praça Juan Pablo II em Chacao (localizada no município de mesmo nome, reduto da oposição), local onde se proclamou “presidente interino” há mais de um ano e pretende chegar à sede da Assembléia.

A mídia local relatou o lento fluxo de manifestantes concentrados em torno da praça. Nas áreas adjacentes existem cordões policiais. Continuar a ler

Categories: # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Venezuela, A Venezuela que a mídia nos diz, agressão internacional contra a Venezuela,, ·Venezuela, EE. UU insiste em desestabilizar a Venezuela, Estados Unidos Venezuela, Guaidó nomeia "embaixadores" ilegais, Guaidó, um "presidente" sem território, promovendo a autoproclamação do deputado Juan Guaidó como "presidente encarregado, Uncategorized, Venezuela tras la autoproclamación de Guaidó | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Maduro declara a “emergência energética” no setor de hidrocarbonetos e cria uma comissão para reestruturar a PDVSA

Categories: # Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Nicolás Maduro Moros, #Trump, #Venezuela, @Trump, agressão internacional contra a Venezuela,, Donald Trump, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Donald Trump, Estados Unidos, EE. UU insiste em desestabilizar a Venezuela, Estados Unidos Venezuela, Estados Unidos, Nicolás Maduro Moros, Política, Rússia, Sociedade, Venezuela, EUA contra a Venezuela na ONU, FORA TRUMP, interessados na Venezuela?, Nicolás Maduro, Nicolás Maduro Moros, Revolución Bolivariana, Venezuela, novo mandato presidencial de Nicolás Maduro, Petroleo, Por que Venezuela?, relações bilaterais, o governo Donald Trump, SANCIONES, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized, Venezuela" | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: