Venezuela e UE ultrapassam “impasse” em relação aos observadores eleitorais.

#Venezuela #UnionEuropea

Uma facada mortal nas negociações do México”.

#LaVerdadSiempreTriunfa #AlexSaab #Venezuela #EstadosUnidos

O Presidente venezuelano Nicolas Maduro disse domingo que os EUA sabiam que o “rapto” do seu diplomata Alex Saab iria arruinar o processo de diálogo com a oposição no México.

“O governo dos EUA sabia que ao raptar Alex Saab, membro da comissão de diálogo no México, estava a dar um golpe mortal nas conversações e negociações no México, o governo dos EUA sabia-o e ainda agiu”, disse o presidente numa emissão no canal de televisão estatal Venezolana de Televisión.

O presidente também lamentou a extradição ilegal da Saab para os EUA e anunciou que Caracas está a tomar medidas na ONU para resolver o caso do diplomata venezuelano.

Em Setembro passado, o governo venezuelano anunciou a sua decisão de acrescentar Saab ao processo de diálogo, incluindo-o como delegado pleno “à mesa redonda social que foi aprovada no acordo parcial de atenção ao povo venezuelano, assinado no México”.

O presidente indicou que, devido à extradição do diplomata, ordenou ao chefe da delegação governamental para o diálogo, Jorge Rodríguez, que se retirasse e suspendesse a viagem ao México para uma nova reunião de negociação com a oposição, marcada para domingo, 17 de Outubro; no entanto, anunciou que “outros virão”.

Além disso, denunciou que a acção das autoridades cabo-verdianas “é um rapto muito grave ao abrigo do direito internacional e diplomático”, uma vez que o Tribunal da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), “declarou em duas ocasiões que Alex Saab era inocente, que devia ser absolvido e que a extradição não era permitida e que devia ser libertado imediata e incondicionalmente”.

O diplomata venezuelano, que foi extraditado de Cabo Verde para os EUA no sábado, comparecerá perante um juiz em Miami, Florida, na segunda-feira, para formalizar a sua detenção.

Saab, que estava em prisão domiciliária desde Junho de 2020, foi transportado para Miami num avião do Departamento de Justiça dos EUA, onde enfrentará acusações de branqueamento de dinheiro no valor de mais de 350 milhões de dólares. Os procuradores dos EUA também terão aberto um processo contra vários dos associados próximos da Saab, incluindo o seu filho, bem como o seu parceiro comercial Álvaro Pulido.

Maduro: “Os EUA sabiam que ao raptar Alex Saab, estava a apunhalar as negociações do México pelas costas”.

#Venezuela #EstadosUnidos #AlexSaab #NegociacionesDePaz

A longa (e pouco conhecida) disputa territorial entre a Venezuela e a Guiana: o Essequibo .

#Venezuela #Esequivo #Guyana #AmericaLatina #EstadosUnidos #Europa #ONU

Nova ronda de diálogo entre o governo e a oposição face aos progressos eleitorais da #Venezuela.

#Venezuela #EstadosUnidos #Elecciones #Democracia #GolpeDeEstado #Politica

#Guaido e o seu roubo de capital assistido pelos #EUA.

#Guaido #Venezuela #UnionEuropea EEUUBloquea #ElBloqueoEsReal

O Presidente #NicolasMaduro denuncia o #Guaidó por fingir roubar a mdd.

#Venezuela #NicirasMaduro #AutoProclamadoGuaido #InjerenciaDeEEUU #AmericaLatina

O Presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, durante o acto de comemoração do XII Aniversário da Milícia Bolivariana e do Dia da Dignidade Nacional, denunciou o plano liderado por Juan Guaidó de confiscar bens venezuelanos detidos nos Estados Unidos (EUA).

“O Guaidó destinava-se a roubar milhões de dólares. Foram apresentados vídeos e provas do esquema de corrupção”, denunciou o Presidente venezuelano.

El jefe de Estado declaró que el exdiputado Sergio Gergerbara firmó el contrato para invadir Venezuela.

O presidente rejeitou a alegação de roubo de recursos ao país pelo sector mais extremista da oposição venezuelana, referindo-se à cadeia de roubos da “Assembleia Nacional” ilegal que, sob a liderança de Juan Guaidó, faz pedidos de financiamento para instituições inexistentes e promove campanhas violentas no país.

O Chefe de Estado disse que o Presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Jorge Rodríguez, apresentou “provas irrefutáveis” ligando o grupo liderado por Guaidó no roubo de 50 milhões de dólares da nação, que os EUA têm sob o seu poder ilegalmente.

O chefe de Estado declarou que o antigo deputado Sergio Gergerbara “assinou o contrato para invadir a Venezuela e matar venezuelanos”. O presidente bolivariano disse que Sergio Gergerbara também tratou do dinheiro.

Da mesma forma, o presidente constitucional da Venezuela recordou que “estamos em vésperas da designação constitucional do novo conselho eleitoral que irá reger os processos eleitorais de 2021 a 2028 (7 anos) das eleições que se avizinham no futuro”.

Conexão Global 24/02: #Venezuela dá ao embaixador da UE 72 horas para deixar o país .

#Venezuela #UnionEuropea #NacionesUnidas #InjerenciaDeEEUU #Washington #Guatemala

#Maduro questiona a decisão de #Duque de oferecer proteção temporária aos migrantes venezuelanos.

#Venezuela #NicolasMaduro #PoliticaExterior #Colombia #IvanDuque #Migracion #MnipulacionPolitica

Declarações do presidente Maduro após a posse de Biden.

#Venezuela #NicolasMaduro #EstadosUnidos #PoliticaExterior #DonaldTrumpCulpable #ForaTrump #NoMoreTrump #ElBloqueoEsReal #BloqueoNoSolidaridadSi