Milhares de haitianos chamados a protestar contra uma possível intervenção.

#Haití #intervención #pandillas #protestas

Porto Príncipe, 17 de Outubro (Prensa Latina) O líder do partido Pitit Dessalines, Moïse Jean Charles, apelou a uma mobilização maciça hoje em frente à embaixada dos EUA para denunciar o pedido do governo de enviar tropas estrangeiras para o Haiti.

Jean Charles exige a demissão do primeiro-ministro Ariel Henry, a quem culpa por alta traição, e prevê uma “maré humana” nas ruas da capital como resposta do povo ao executivo, ao sector privado e ao Ocidente, que pedem uma nova intervenção no Haiti, disse o antigo senador a um órgão de comunicação social local.

“O destacamento de uma força militar estrangeira para o país solicitado pelo governo de Ariel Henry é para proteger os interesses dos capitalistas e dos colonos. Não somos o quintal dos Estados Unidos”, garantiu ele à plataforma da Gazette Haïti.

A 6 de Outubro, o Conselho de Ministros deu luz verde a Henry para solicitar assistência militar estrangeira com o destacamento de forças especializadas capazes de conter os bandos, um mês depois de grupos armados terem bloqueado a distribuição de combustível.

Dias depois, o Secretário-Geral da ONU António Guterres apelou ao envio de forças internacionais “sem demora” para o Haiti, face ao agravamento da insegurança e para ajudar o país das Caraíbas a enfrentar “imensos problemas humanitários”.

O pedido deverá ser considerado esta semana quando o Conselho de Segurança da ONU se reunir, embora possa ser vetado pela Rússia e pela China.

No entanto, o governo Henry não pode fazer tal pedido devido à sua natureza ilegítima, disse Jean Charles.

Por esta razão, ele está a promover contínuas manifestações anti-governamentais desde segunda-feira, o 206º aniversário do assassinato do pai pró-independência Jean Jacques Dessalines, até 18 de Novembro, data da Batalha de Vertières, que deu liberdade ao país das Caraíbas.

jf/ano

O que está acontecendo no Haiti?

#Haiti #Politica #Elecciones #InjerenciaDeEEUU #OEA #EstadosUnidos

O Presidente do Haiti chegará hoje em Cuba

O Presidente da República do Haiti, Sua Excelência o Senhor Jovenel Moïse, chega hoje a Cuba em visita oficial

Presidente de Haití

O Presidente da República do Haiti, Sua Excelência o Senhor Jovenel Moïse, chega hoje a Cuba em visita oficial.
Durante a sua estadia, o ilustre visitante realizará conversações oficiais com o Presidente dos Conselhos de Estado e Ministros, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, e realizará outras atividades.

%d bloggers like this: