causa comum dos cubanos

Chega de engano .

Por Arthur González Retirado do Razones D e Cuba .

Depois de mobilizar dezenas de jovens e não tão jovens, em frente às portas do Ministério da Cultura de Cuba, através do uso de redes sociais, elementos contra-revolucionários pagos com dinheiro do governo dos Estados Unidos, tentam fazer os desavisados ​​acreditarem que só Exigiram um diálogo aberto, quando na realidade pediram a libertação do pseudo-artista Denis Solís, sancionado por desacato à autoridade, o que as pessoas verificaram nos vídeos que o sujeito colocou na internet e foram veiculados na TV nacional.

Outra de suas reivindicações foi a libertação do provocador a serviço da embaixada ianque em Havana, Luis Manuel Otero Alcántara, um elemento anti-social e antiético que, em uma atuação inventada, se despiu em uma das ruas mais centrais da cidade , manchou a bandeira e fez greve de fome no bairro de San Isidro, junto com vários de seus seguidores, todos com posições abertamente contra-revolucionárias.

La farsa de San Isidro en Cuba, testimonios de Denis Solis González sobre  su vinculo con terrorista en EE.UU | Razones de Cuba

Nenhum dos instigadores do protesto diante do MINCULT quis dialogar, mas exigir, entre eles Tania Brugueras, uma artista radicada nos Estados Unidos há anos que viaja a Havana para provocar e criar motins de rua, como tentou realizar há alguns anos na Plaza de la Revolução e mais recentemente com o chamado INSTAR, uma fachada que procuravam poder pagar por suas ações subversivas.

A ata da reunião com o vice-ministro da cultura foi publicada no Diario de Cuba, livro criado e financiado pela USAID, no âmbito de programas com o rótulo “Liberdade de informação”, que entre 2014 e 2017 promoveu cerca de 39 programas com financiamento de 6 milhões 797 mil 562 USD, mais os 2 milhões que o NED contribuiu.

El Ministerio de Cultura cubano abre diálogo con jóvenes artistas que piden  más libertad de expresión

O referido ato mostra que o objetivo daquele encontro não era um diálogo entre verdadeiros artistas e intelectuais, mas reivindicações contra a Revolução sem encobrimento ou afetação.

Seguindo o roteiro escrito dos Estados Unidos e sua propaganda anticubana, Michel Matos, membro do pequeno grupo Movimiento San Isidro, disse entre outras coisas:

“A Segurança do Estado tomou conta do país, fomos maltratados por eles, presos, reprimidos, espancados, citados e nos colocaram em prisão domiciliar … É inadmissível … Denis Solís teve todos os seus direitos violados. A greve de fome iniciada por alguns membros do MSI foi fruto do desespero… Estamos totalmente indefesos e totalmente sozinhos ”.

Todos somos San Isidro!', un grito que se extiende por Cuba y el mundo |  DIARIO DE CUBA

Onde está a reivindicação de um diálogo dos artistas?

Ele afirmou que os “espancam e reprimem”, mas as imagens da televisão dizem o contrário. Nem golpe, nem repressão, nem greve de fome e sempre acompanhada do embaixador dos Estados Unidos em Havana.

Mauricio Mendoza, que se autodenomina jornalista do Libero Diario de Cuba, exigiu o reconhecimento dos jornalistas independentes e com total atrevimento disse: “Não concordamos com o Governo, e daí?”

Isso está relacionado ao MINCULT? De jeito nenhum, faz parte do roteiro pensar que havia uma fraqueza no governo e era hora de começar o que Gene Sharp idealizou em seu manual de Luta Não Violenta, que estabelece 5 etapas. A reivindicação de Mendoza se enquadra na 2ª e 3ª etapas que levantam:

2ª Etapa. Realizar intensas campanhas de “defesa da liberdade de imprensa e dos direitos humanos”, acompanhadas de denúncias de “totalitarismo” contra o governo no poder.

3º Luta ativa pelas “demandas políticas e sociais”, e na manipulação do grupo para realizar manifestações e protestos violentos, ameaçando instituições.

Por sua vez, Tania Brugueras, que foi premiada pela UNEAC há alguns anos e decidiu morar em Nova York, expressou, entre outras idéias:

“A arte independente não é reconhecida em Cuba devido à censura. A arte independente não é inimiga, é um direito; o artista é independente por natureza. Eu tenho uma pergunta: Qual é a relação entre o MININT e o MINCULT? Há 30 anos sou censurado em Cuba.

Omara Ruiz Urquiola se reconcilia con Tania Bruguera y manifestantes del  Mincult

Falsas afirmações, em Cuba há arte independente em todas as manifestações, mas seus atos contra-revolucionários não são independentes, dependem do financiamento da USAID e do NED, como telas da CIA e por isso sua atitude provocativa em cada ato em que finge Aparecer.

Ela se sente desconfortável em ser impedida de seus atos contra-revolucionários, mas nunca foi julgada ou condenada por eles.

O que aconteceria nos Estados Unidos se alguém tentasse mudar o sistema capitalista pelo socialismo? Eles permitiriam isso?

Todos nós vimos como Bernard Sanders teve que renunciar em sua aspiração à presidência dos Estados Unidos, sendo acusado de ser socialista, e até Joe Biden também foi apontado por Donald Trump como socialista. Lá, não permitem que ninguém fale mal do capitalismo, mas agora querem que seus funcionários aspirem a pavimentá-los, a restabelecer na Ilha aquele capitalismo que nunca resolveu os problemas econômicos e sociais do povo.

Os orçamentos aprovados e publicados pela USAID e NED não deixam dúvidas. Eles construíram várias organizações para poder canalizar dinheiro para a contra-revolução em Cuba, por exemplo:

A Cuban Soul Foundation, Inc. atribuiu a ele no ano fiscal passado US $ 95.000 para “a liberdade de expressão do artista independente cubano e para poder produzir e exibir seu trabalho em eventos comunitários sem censura”.

O Diario de Cuba, recebeu 220 mil dólares para “promover a liberdade de expressão na ilha e na comunidade internacional, e envolver jornalistas, artistas, intelectuais e acadêmicos cubanos independentes, a fim de promover a análise da evolução social e política , econômico e cultural na Ilha ”.

Os ianques não poupam dinheiro para subverter a Revolução, algo que se reflete publicamente em seus sites oficiais.

Em Cuba existem aqueles que vivem há 40 anos do comércio de ser contra-revolucionários, transformando-o em “um modo de vida”.

Para enganar os outros com aquele disfarce e lembrar sempre de José Martí quando ele alertava:

“Abrir a casa ao inimigo é nos doarmos a eles e não nos livrarmos deles”

Categories: #Daniel Ortega Saavedra, #Nicaragua, #USAID, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Estados Unidos, #EstadosUnidos, #USAID Dexis Consulting Group and ChemonicsFrente Sandinista de Liberación Nacional (FSLN)Fu, A guerra dos Estados Unidos, A obsessão dos Estados Unidos, ações subversivas, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, Agencia Central de Inteligencia de Estados Unidos (CIA), Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, causa comum dos cubanos, Contrarevolucion, Contrarrevolucion, contrarrevolucionarios anticubanos, #Cuba, guerra mediática, redes sociales, Referéndum Constitucional, CUBA - ESTADOS UNIDOS, Cuba, Donald Trump, Estados Unidos, Iglesia, Ley Helms-Burton, Relaciones Cuba Estados Unidos, Religión, cultura, Declaração do governo revolucionário, departamento de estado dos estados unidos, Derechos Humanos, Diferendo Estados Unidos - Cuba, Relaciones Cuba-EE.UU, Estados Unidos Vs Cuba, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, origem e causa do conflito EE. UU.-Cuba?, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, pretextos para acusar Cuba, RADIO MARTI, Subversão contra Cuba, Subversión, Usacc | Deixe um comentário

Use redes para induzir a violência e criar uma sensação de caos

Por: Cubadebate Writing

Categories: # Cuba, #Cuba #CIA, A força-tarefa e a guerra na internet contra Cuba, Acciones contra Cuba, fake news, ataques frenéticos contra Cuba, BLOQUEIO VS CUBA, bloqueo contra cuba, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, campanha anti-cubana, causa comum dos cubanos, Contrarevolución, Manipulacion, Manipulacion Politica, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

E a resposta não veio de Cuba

«Cuba é um país extremamente pobre, onde o atraso é evidente em sua infraestrutura»

A nova ministra das Relações Exteriores da Colômbia, Claudia Blum, que afirmou categoricamente sem nenhuma evidência de que

Cuba é uma nação com poucos recursos naturais e sujeita a um bloqueio de mais de 60 anos; no entanto, está entre os países mais avançados do mundo e, acima de tudo, da América Latina em aspectos vitais para o ser humano, como saúde e educação. duas das principais conquistas alcançadas em 1º de janeiro de 1959.

No setor de saúde, a maior das Antilhas se tornou uma potência mundial e, apesar do bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto por mais de 60 anos pelos Estados Unidos na Ilha, o ano de 2019 foi encerrado com uma taxa de mortalidade lactente de 5,0 mortes por mil nascidos vivos.

Com esse resultado, Cuba continua nos 35 países com menor taxa de mortalidade infantil e entre os primeiros na região, enquanto nos Estados Unidos da América em 2018 houve 5,9 mortes por mil nascidos vivos. Continuar a ler

Categories: "para Cuba Eu até ando de bicicleta, # Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, causa comum dos cubanos, Colômbia, Comunidad de Estados Latinoamericanos y Caribeños (CELAC), Cuba, Organización de Estados Americanos (OEA), Constitución de la República de Cuba, Contra-revolução cubana, Cuba Relaciones Exteriores., CubaCoopera, CubavsBloqueo, Tiene Colombia moral para enjuiciar a Venezuela, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , , | Deixe um comentário

Díaz-Canel: Convido você, com forças renovadas, a defender Cuba

Em uma reunião com os cubanos residentes na Argentina, o Presidente Díaz-Canel anunciou que de 8 a 10 de abril de 2020 a IV Conferência La Nación e Emigración será realizada em Havana.

encuentro con cubanos residentes

Díaz-Canel denunciou que, entre os principais obstáculos ao fortalecimento dos laços com os cubanos residentes no exterior, persistem o ressurgimento do bloqueio e as medidas adotadas pelas sucessivas administrações norte-americanas. Foto: Estudos da Revolução
Buenos Aires, Argentina – A palavra cativante, de uso recorrente, foi curta na noite desta terça-feira, quando o Presidente da República de Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, participou do encontro nesta cidade com parte da comunidade dos cubanos residentes na Argentina, um diálogo já comum em todas as viagens do Chefe de Estado.

O que começou com as notas do hino de Bayamo, e continuou com o Cuba Tell Me de Alexander Abreu, terminou em um encontro entre irmãos que – dentro e fora das Grandes Antilhas – montam o tecido sensível dos cubanos: o amor para o seu país Foi assim que Díaz-Canel disse: Convido você, com forças renovadas, a defender Cuba, porque “o país é tudo”.

Imagem relacionada

Ele compartilhou com eles a certeza de que o fortalecimento dos laços entre a Ilha e os cubanos residentes no exterior é contínuo e irreversível, um espírito que acompanhou as sucessivas atualizações de nossa política de migração em 2013, 2016 e 2018, disse o obrigatório.

“As medidas tomadas durante a presidência do general Raúl Castro Ruz e hoje confirmam a continuidade desse processo”, confirmou.

Ele então comentou o aumento anual de cubanos que viajam para o exterior e retornam ao país; como também tem aumentado sistematicamente o número de residentes permanentes cubanos no exterior que solicitam a recuperação de residência permanente no território cubano.

Como exemplo dos laços estreitos que as Grandes Antilhas mantêm com os cubanos residentes no exterior, ele mencionou o bem-sucedido programa de bolsas de estudo para a comunidade cubana no exterior, através do qual seus filhos também se beneficiam. “Até o momento, 124 bolsas foram concedidas em 41 países e 61 estudantes se formaram”, disse ele. Continuar a ler

Categories: # Argentina, #Canadá, #Caracas, #Colombia, Grupo de Lima, #Jorge Arreaza, #Perú, #venezuela, # Miguel Díaz-Canel, ALBA, ALBA-TCP, Cuba, Fidel Castro Ruz, Hugo Chávez Frías, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, Nicolás Maduro Moros, Venezuela, ·Medicos Cubanos, brasil argentina, causa comum dos cubanos, Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, Soberania, Venezuela, DIAZ CANEL, O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , | Deixe um comentário

Transformar solidariedade com Lula na causa comum dos cubanos

Em uma reunião realizada ontem pela manhã no jornal Granma, o intelectual e teólogo brasileiro Frei Betto, quando questionado sobre a necessária solidariedade internacional para conquistar a liberdade de Lula, compartilhou suas experiências com recentes visitas à cadeia com os presentes. onde está Lula

Autor: 

lula

Como se a barbárie judicial cometida contra Luiz Inácio Lula da Silva, injustamente presa desde abril de 2018, não bastasse, a juíza brasileira Gabriela Hardt condenou recentemente o ex-presidente do Brasil a 12 anos e 11 meses de prisão por “crimes de corrupção”. Continuar a ler

Categories: causa comum dos cubanos, solidariedade com Lula, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

<span>%d</span> bloggers like this: