MINREX

CARICOM rejeita a intensificação do bloqueio e reconhece o valor da colaboração médica cubana

Por: Cubadebate Writing

Os Chefes de Governo presentes na 31ª Reunião da Comunidade do Caribe (Caricom) reiteraram na quarta-feira sua preocupação com a intensificação das sanções anunciadas pelo governo dos Estados Unidos sob o Título III da Lei Helms-Burton, que fortalece o Embargo econômico, comercial e financeiro dos Estados Unidos contra Cuba.

A reunião foi concluída na quarta-feira em Georgetown com a participação de 15 Estados membros, representados por seus chefes de governo, além de outros cinco parceiros.

Chefes de Governo denunciaram como injustificável a aplicação de leis e medidas extraterritoriais contrárias ao Direito Internacional.

Também expressaram seu profundo apreço pela assistência médica prestada por Cuba aos Estados membros da Comunidade ao longo dos anos que ajudaram a construir seus setores de saúde em benefício e bem-estar de seus povos.

Eles reconheceram que, por seu próprio conhecimento em primeira mão, as pessoas enviadas haviam acrescentado um enorme valor para ajudar seus cidadãos.

Eles rejeitaram a afirmação de que essa assistência médica fornecida pelos cubanos era uma forma de tráfico de pessoas.

Por sua parte, o ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez Parrilla, em sua conta no Twitter, agradeceu aos Chefes de Governo por rejeitarem o bloqueio ao nosso país e pela defesa da CARICOM pela solidariedade que os médicos conquistam.

Bruno Rodríguez P

@BrunoRguezP

Agradezco a los Jefes de Gobierno de por su rechazo al recrudecimiento del bloqueo de vs y a la aplicación de la Ley Helms-Burton y su agradecimiento a la cooperación médica cubana que por años ha contribuido al bienestar de sus pueblos. |

Ver imagen en Twitter
246 personas están hablando de esto

Além disso, no intercâmbio, os líderes examinaram o estado de implementação das disposições do mercado único e da economia.

Por outro lado, discutiram esforços para promover iniciativas em um sistema de telecomunicações para coleta de dados; os desafios das listas negras; a eliminação de riscos e a retirada de serviços bancários correspondentes.

Outro item da agenda do grande fórum foi propor uma aliança com a Cúpula Africana e a análise de questões regionais como crime, violência e segurança.

Na reunião, houve consenso na luta contra as mudanças climáticas, na promoção da democracia, no comércio, no crescimento econômico e na segurança.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, América Latina e do Caribe como Zona de Paz, América Latina e do Caribe,, América Latina y el Caribe, ·Medicos Cubanos, bloqueo, bloqueo contra cuba, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, Bruno Rodríguez Parrilla, Cuba, Daniel Ortega Saavedra, Governo, Ministério das Relações Exteriores (Minrex), Nicarágua, Caribe, Caribe Sul e Antilhas, Comunidad de Estados Latinoamericanos y Caribeños (CELAC), Cuba, Organización de Estados Americanos (OEA), Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC), CubavsBloqueo, La Unión Europea se posiciona contra el bloqueo, Mais Medicos, MAS MEDICOS, MINREX, Perguntas sobre # Cuba e mais médicos? MINREX responde, programa de fuga de cérebros contra médicos cubanos, Programa de Médicos, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , | Deixe um comentário

Cuba rejeita “pretextos” da Bolívia para “impedir relações bilaterais”

O chanceler da ilha explicou que seu país agiu com “paciência e prudência”, a fim de evitar confrontos “apesar do desempenho reproduzível dos golpistas”.

O Ministério das Relações Exteriores de Cuba rejeitou os “pretextos das autoridades golpistas da Bolívia para suspender as relações diplomáticas”. O pronunciamento oficial foi feito através de comunicado divulgado neste sábado.

A crise ocorreu depois de quinta-feira, o chefe da diplomacia da ilha, Bruno Rodríguez, descreveu a presidente interina Jeanine Áñez como “golpe” e “mentiroso”.

Posteriormente, o Executivo de fato anunciou na sexta-feira a decisão de suspender os laços com Cuba com base nas “expressões recentes e inadmissíveis do ministro das […] Relações Exteriores e na hostilidade constante e queixas constantes de Cuba contra o Governo Constitucional Boliviano e seu processo democrático”. .

Diante dessas acusações, Cuba garante que, desde sua “violenta irrupção no poder” – em 12 de novembro de 2019 -, os membros do atual governo do país andino desenvolveram ações sistemáticas para “deteriorar e dificultar as relações bilaterais”.

Rodriguez explicou que seu país agiu com “paciência e prudência”, a fim de evitar confrontos “apesar do desempenho reproduzível dos conspiradores”.

Pressão dos EUA
Na declaração oficial, o Ministério das Relações Exteriores de Cuba compila uma série de “mentiras e deturpações” contra a cooperação bilateral, especialmente em saúde. A instituição garante que esses “insultos” respondam à “pressão” dos Estados Unidos. intensificar o bloqueio e a hostilidade contra Cuba.

“São conhecidas as pressões que o governo do presidente Donald Trump exerce sobre outros países para forçá-los a aderir às políticas neoliberais, unilateralistas, coercitivas e violadoras do Direito Internacional”, diz o texto.

Categories: #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Bolívia, BOLIVIA Evo Morales Fidel Castro Hugo Chávez, Bruno Rodríguez Parrilla, Cuba, Daniel Ortega Saavedra, Governo, Ministério das Relações Exteriores (Minrex), Nicarágua, CUBA-BOLÍVIA, MINREX, Perguntas sobre # Cuba e mais médicos? MINREX responde, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Ministro das Relações Exteriores de Cuba reitera que o bloqueio dos EUA É o mais grave

O diplomata Bruno Rodríguez enfatizou que a medida coercitiva imposta pelos EUA É o mais longo que foi implementado em qualquer país.

Noticias > América Latina

Ver imagen en Twitter

O ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez Parrilla, reiterou nesta sexta-feira que o bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos (EUA) contra seu país representa uma política genocida condenada no mundo.

“O bloqueio dos EUA contra Cuba constitui o sistema de medidas coercitivas unilaterais mais severas e prolongadas que foram aplicadas contra qualquer país ”, afirmou o chanceler em sua conta no Twitter.

O diplomata também enfatizou que Cuba e a União Européia (UE) conversam sobre a imposição de medidas coercitivas unilaterais.

Rodríguez destacou que as sanções são contrárias ao Direito Internacional, às regras do comércio e têm o objetivo de “exercer coerção política e econômica contra os Estados”.

Além disso, ele enfatizou que o diálogo entre Cuba e a UE aborda a natureza extraterritorial da aplicação de medidas coercitivas e como combatê-las.

O funcionário reiterou que o bloqueio imposto pelos EUA Constitui o principal obstáculo ao desenvolvimento econômico da nação do Caribe, que sofreu perdas da ordem de 922.630 milhões de dólares por quase 60 anos.

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #solidaridadvs bloqueo, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, Bruno Rodríguez Parrilla, Cuba, Daniel Ortega Saavedra, Governo, Ministério das Relações Exteriores (Minrex), Nicarágua, CubavsBloqueo, MINREX, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Estados Unidos busca novos pretextos para destruir relações com Cuba.

O governo dos Estados Unidos continua em sua campanha de desacreditar Cuba e buscar assim novas escusas para entorpecer as relações entre ambas as nações, apesar da aproximação conseguida durante o governo do presidente Barack Obama

Categories: CUBA, CUBA - ESTADOS UNIDOS, ESTADOS UNIDOS, MINREX, POLÍTICA, Politica agressiva contra Cuba, Relações Estados Unidos Cuba, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

EUA está em culpar Cuba por laços nas relações diplomáticas.

O diretor-geral adjunto dos Estados Unidos na Chancelaria de Cuba, Johana Tablada, disse hoje que o governo da nação do Norte está culpando a ilha por dificultar as relações diplomáticas bilaterais.

Em declarações à imprensa, o funcionário do Ministério dos negócios estrangeiros (Minrex) lembrou que, desde a chegada de Donald Trump à presidência americana, há um retrocesso nas relações entre os dois países devido a sucessivas ações hostis por Parte de Washington.

Confrontado com a incapacidade de ter o apoio dos povos de Cuba e dos Estados Unidos, bem como a comunidade internacional, a administração Trump recorreram ao uso e abuso de calúnia contra a nação caribenha, a fim de criar um foco de confronto, disse.

De acordo com Tablada, todas as mentiras, incluindo os alegados ataques sonoros contra o pessoal diplomático na embaixada dos EUA em Havana, foram negadas repetidas vezes.

Quanto às alegações de dificultad dos  relações diplomáticas, o diplomata observou que desde o final de setembro 2017 o governo dos EUA concedeu apenas 26 vistos e negou seis para o pessoal que necessitam de Cuba em sua embaixada em Washington.

Entretanto, no mesmo período, o Ministério dos negócios estrangeiros de Cuba concedeu 105 vistos para pessoal diplomático e administrativo temporário e permanente da embaixada dos EUA em Havana, e só negou um.

De acordo com um comunicado do Minrex emitido a véspera, nos últimos meses, o departamento de estado utilizou um novo pretexto para afetar as relações, ligadas ao processo de concessão de vistos diplomáticos e oficiais que exige para o desempenho de suas funções O pessoal das respectivas embaixadas em Washington e Havana.

“A manobra consiste em empunhar que Cuba dificulta a concessão de vistos para os funcionários nomeados na embaixada dos Estados Unidos em Cuba, o que supostamente dificulta o desempenho dessa missão diplomática”, o texto aponta.

De acordo com as autoridades de Cuba, o departamento de estado deliberadamente ocultou que era o governo dos EUA que decidiu unilateralmente reduzir sua equipe de embaixada em Havana em setembro de 2017, incluindo o pessoal encarregado de Serviços consulares.

Além disso, foi o governo dos Estados Unidos que decidiu expulsar, arbitrariamente e injustamente, 15 funcionários diplomáticos cubanos da embaixada cubana em Washington, em outubro daquele ano, acrescentou o comunicado.

“Desde essa data, a operação de ambas as missões foi afetada por essas decisões unilaterais. Da mesma forma, a concessão dos vistos exigidos para o pessoal das respectivas embaixadas foi sujeita às aprovações caprichosas e atrasos do departamento de estado “, disse Minrex.

Ao dizer da entidade governamental da ilha, acusar Cuba de gerar uma situação insustentável para o funcionamento da embaixada dos Estados Unidos constitui uma distorção flagrante da verdade.

O governo cubano não é responsável pela instabilidade e irregularidade gerada unilateralmente pelo governo dos Estados Unidos, sublinhou.

“O Ministério dos negócios estrangeiros mantém o espírito de facilitar as exigências de cada parte para o respectivo funcionamento das embaixadas com base na reciprocidade”, conclui a declaração.

Categories: AMERICA LATINA, CUBA, CUBA - ESTADOS UNIDOS, ESTADOS UNIDOS, MINREX, POLÍTICA, Politica agressiva contra Cuba, Politica Exterior, subversion, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

EE.UU usa o visto para afetar as relações diplomáticas com Cuba.

Cubaminrex
Nos últimos meses, o Departamento de Estado dos EUA gerou uma nova desculpa para afetar as relações diplomáticas bilaterais, relacionadas ao processo de concessão de vistos diplomáticos e oficiais exigidos pelos funcionários das respectivas embaixadas em Washington e La Havana para o desempenho de suas funções. A manobra consiste em empunhar que Cuba impede a concessão de vistos para os funcionários designados na Embaixada dos Estados Unidos em Cuba, o que supostamente dificulta o desempenho dessa Missão Diplomática.

Ao fazê-lo, o Departamento de Estado deliberadamente esconde que foi o governo dos Estados Unidos que decidiu unilateralmente reduzir o pessoal de sua Embaixada em Havana em setembro de 2017, incluindo, em particular, o pessoal encarregado dos serviços consulares, com a conseqüente afetação. Cidadãos cubanos e americanos que dependem desses serviços. Foi ele quem decidiu expulsar, arbitrária e injustamente, 15 funcionários diplomáticos cubanos da Embaixada de Cuba em Washington, em outubro daquele ano. Continuar a ler

Categories: CUBA, CUBA - ESTADOS UNIDOS, ESTADOS UNIDOS, MINREX, POLÍTICA, Politica agressiva contra Cuba, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Tuxpan, no México, presta homenagem a Fidel Castro e expedição do Granma

Continuar a ler

Categories: DESEMBARCO GRANMA, México, MINREX, MNOAL, TUXPAN, Uncategorized | Deixe um comentário

Cuba abre sua primeira missão diplomática nos Emirados Árabes Unidos

Almazrouei destacou o interesse de seu país na abertura deste escritório, que é, ele destacou, em benefício de ambas as nações. Foto: Prensa Latina Continuar a ler

Categories: Emiratos Arabes Unidos, MINREX, Uncategorized | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: