Os incêndios florestais deixam três feridos no sudeste da França.

#Francia #Incendio #DesastresMeteorológicos #MedioAmbiente

teleSUR

As autoridades francesas informaram terça-feira que os incêndios florestais que afectaram o sudeste da França feriram três bombeiros e evacuaram residentes da região.

O incêndio, que começou na sexta-feira passada nas montanhas de Diois, no departamento de Drome, ainda não foi apagado.

A seca extrema e a onda de calor em França também contribuíram para os incêndios florestais. | Foto: PL

De acordo com os media locais, o incêndio afectou 180 hectares, e 240 bombeiros foram mobilizados para operações destinadas a controlar os incêndios.

Noutro, os bombeiros da zona disseram que, devido à influência dos ventos, as chamas estão a alastrar para casas localizadas em declive.

“As chamas estavam a algumas centenas de metros, os gendarmes e bombeiros vieram dizer-nos que tínhamos de evacuar e que todos tínhamos de sair durante a noite”, recordou o proprietário de uma estalagem, Gabin Castro.

Outros incêndios florestais deflagraram na passada segunda-feira nos departamentos de Lozere e Aveyron, onde mais de 700 hectares de terra foram destruídos e 3.000 pessoas tiveram de ser evacuadas.

Tambores da NATO para #Suécia e #Finlândia

#OTAN #Francia #InjerenciaDeEEUU #España

Madrid, 29 de Junho (Prensa Latina) Os tambores da NATO e uma cimeira em Madrid que visa dar uma volta de 360 graus estão hoje a bater com tons mais militaristas e a abrir as portas à Suécia e à Finlândia.

Com esta notícia, que é praticamente um facto, a cimeira de dois dias da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) começa na quarta-feira no centro de exposições IFEMA-Madrid, onde os 30 membros do bloco e países associados ou observadores estão a cerrar fileiras com o Ocidente em meio às críticas internacionais.

Há algumas horas atrás ficou conhecido que a Turquia, que tinha levantado algumas dúvidas, concordou em abandonar a sua oposição à adesão da Suécia e da Finlândia à aliança, um desenvolvimento aplaudido pelos parceiros da Aliança.

Contudo, a perspectiva é ainda mais tensa pelos receios da Rússia de que dois países tão próximos um do outro sejam cercados pela adesão ao fórum militarista, de acordo com analistas locais.

O secretário-geral da aliança militar, Jens Stoltenberg, disse que após uma reunião de alto nível com os líderes dos três países, “temos agora um acordo que abre o caminho para a adesão da Finlândia e da Suécia à OTAN”.

A justificação para os finlandeses e suecos até agora não-alinhados é a alegada ameaça colocada pela operação militar russa na Ucrânia desde 24 de Fevereiro, que ainda está em curso.

A Finlândia, que partilha uma longa fronteira com a Rússia, é um caso especial. Se, como todas as indicações sugerem, se juntar ao bloco, terá as prerrogativas de, se for eventualmente atacado, será considerado um ataque a todos e desencadeará uma resposta militar de toda a aliança.

O Presidente turco Recep Tayyip Erdogan, devido à posição dos dois países nórdicos sobre os rebeldes curdos, ameaçou bloquear a adesão de ambos os países, o que foi resolvido através de diligências diplomáticas e das conversações de terça-feira.

O processo avançará agora rapidamente em Madrid quando os líderes das 30 nações membros emitirem um convite formal à Suécia e Finlândia na quarta-feira. No entanto, a decisão deve ser ratificada por todos individualmente, o que Stoltenberg disse que seria “absolutamente certo”.

No dia anterior, o Rei Felipe VI organizou um banquete de boas-vindas com os líderes presentes, incluindo os presidentes dos Estados Unidos, Joe Biden, e França, Emmanuel Macron, e os primeiros-ministros do Canadá, Justin Trudeau, e do Reino Unido, Boris Johnson. À sua chegada à capital, Biden foi recebido por Sua Majestade, e depois reuniu-se com o chefe do governo espanhol, Pedro Sánchez, durante uma hora e com um forte sotaque militar, de acordo com a cimeira.

Os Estados Unidos, que tem quatro destruidores na base naval Rota (sul de Espanha), disseram a Sánchez, através do ocupante da Casa Branca, que vão aumentar estes navios de guerra, que são partes essenciais do sistema anti-míssil da OTAN, para seis.

Esta oferta dos EUA, que reforça ainda mais as forças atlantistas em Espanha, terá de ser ratificada pelo Conselho de Ministros e subsequentemente pelo Congresso.

João Lourenço e Emmnuel Macron abordam questões sobre segurança alimentar.

#Angola #Francia #Política #EconomíaNacional

O Presidente da República, João Lourenço, abordou hoje o estado das relações entre Angola e a França numa conversa telefónica com o Chefe de Estado francês, Emmanuel Macron.

Presidente da República, João Lourenço © Fotografia por: CIPRA

No contacto, que aconteceu a meio da tarde desta quinta-feira, os dois Chefes de Estado trataram, também, de questões regionais e globais, principalmente as relacionadas com a segurança alimentar.

Em concreto, foi abordada a iniciativa FARM – FOOD AND AGRICULTURE RESILIENCE MISSION, um programa que tem como principal objectivo prevenir e colmatar efeitos catastróficos para a segurança alimentar resultante da situação global actual.  

Os Presidentes João Lourenço e Emmanuel Macrón falaram igualmente sobre os acordos financeiros firmados hoje pelos dois países no valor global de 200 milhões de Euros para financiar projectos na área da Agricultura, refere uma nota da Presidência da República enviada ao Jornal de Angola.

“Estão reunidas todas as condições para uma guerra tradicional”.

#InjerenciaDeEEUU #Rusia #Ucrania #Francia #OTAN

Polícia reprime com gás lacrimogêneo manifestação dos ‘comboios da liberdade’

Milhares de opositores ao passe de vacinação, em caravanas chamadas “comboios da liberdade”, chegaram a Paris de toda a França, desafiando a proibição de participar desses protestos que visavam bloquear a circulação na capital.

Diferentes comboios foram postados desde a noite de sexta-feira nos arredores da capital francesa com a intenção de chegar ao centro de Paris e bloquear várias artérias da capital. Mas cerca de 3.000 policiais e gendarmes estavam esperando por eles lá, com ordens para impedir que esses comboios entrassem em Paris.

No entanto, na tarde de sábado, uma centena de veículos que compunham essas caravanas conseguiram burlar o dispositivo de segurança e chegar ao emblemático Arco do Triunfo, aos pés da Champs-Elysées, uma das avenidas mais famosas do mundo, onde passageiros e Pedestres agitavam bandeiras gritando “liberdade”.

Para dispersá-los, a polícia disparou gás lacrimogêneo, em cenas que evocaram os confrontos de 2018 e 2019 com os “coletes amarelos”,

As forças de segurança evacuaram os pedestres que cercam o Arco do Triunfo e encurralaram os manifestantes em direção aos jardins que ficam do outro lado da avenida.

Segundo a polícia, 337 pessoas foram multadas por “participar de uma manifestação não autorizada”.

RT

As seguradoras deixam de cobrir os voos na Ucrânia, o que iria bloquear a aviação comercial no país.

#InjerenciaDeEEUU #OTAN #Rusia #Ucrania #Francia #UnionEuropea

O Presidente francês pediu para trabalhar no sentido de levantar o bloqueio americano a Cuba.

#Francia #Cuba #UnionEuropea #EliminaElBloqueo #PorLaFamiliaCubana

Putin diz que a Rússia e a França têm uma preocupação de segurança comum.

#Putin #Macron #OTAN #Europa Rusia #Ucrania #ManipulaciñonMediáticaDeEEUU

Os preços do gás sobem “por causa da Rússia” (e depois esvaziam): o que se passa?

#AhiLesVa #Gas #Russia

%d bloggers like this: