Presidente da Turquia no país para o reforço da cooperação .

#Angola #Turquia #Minrex

Jornalista:César Esteves

O Presidente da República, João Lourenço, tem, esta segunda-feira (18), no Palácio da Cidade Alta, um encontro com o homólogo turco,Tayyip Erdogan, que se encontra desde o princípio da noite de ontem em Luanda, onde inicia, hoje, uma visita de Estado de dois dias a Angola.

O Chefe de Estado turco está em Luanda a convite do Presidente João Lourenço, em retribuição à visita que o estadista angolano efectuou, em finais de Julho, a Turquia.
De acordo com o programa da visita, os Presidente João Lourenço e Tayyip Erdogan têm um encontro em privado, ao mesmo tempo em que as delegações ministeriais dos dois países reúnem para discutir aspectos concretos das relações bilaterais, bem como para assinatura de acordos de cooperação. No final da assinatura dos acordos – ainda não revelados -, os dois Presidentes vão prestar declarações à imprensa.

Ainda hoje, o Presidente da Turquia vai à Assembleia Nacional para tomar parte de uma plenária convocada em sua homenagem. Consta ainda do programa de hoje a ida ao Memorial António Agostinho Neto, onde Erdogan vai depositar uma coroa de flores no sarcófago do primeiro Presidente de Angola e Fundador da Nação.

A participação num fórum empresarial e um jantar de gala no Palácio Presidencial serão as duas últimas actividades do dia. A visita de Tayyip Erdogan a Angola termina amanhã.
Os dois Chefes de Estado encontraram-se, pela última vez, em Julho deste ano, durante a visita de trabalho que o Presidente João Lourenço efectuou a Turquia.

Naquela ocasião, os dois Presidentes testemunharam a abertura das conversações oficiais entre delegações dos dois países e a assinatura de vários acordos nos domínios dos transportes, comércio e outros.
Neste particular, o destaque recaiu para a assinatura de um acordo que vai permitir a ligação aérea entre os dois países, a partir deste mês, assim como uma linha de crédito, nos termos e montantes por definir.


Ligação aérea

Nos termos do acordo que vai permitir a ligação dos dois países por via aérea, a Turkish Airlines permitirá que a TAAG utilize o seu código de companhia e números de voo para identificar e comercializar ao público serviços de transporte de passageiros programados e operados pela companhia turca para os mais de 254 destinos em que opera.

A TAAG também vai ceder o seu código e números de voo à Turkish Airlines, permitindo encaminhar os seus passageiros à sub-região da África Austral, nomeadamente Maputo, Joanesburgo, Cidade do Cabo e outros destinos operados e a operar pela companhia angolana.
A Turkish Airlines prevê iniciar as ligações aéreas entre Istambul e Luanda a partir deste mês, inicialmente com dois voos semanais, uma operação que permitirá, igualmente, que a TAAG comercialize o mesmo percurso, através da parceria em partilha de código (Code-Share).

De acordo com um comunicado do Ministério dos Transportes, este tipo de acordo é uma prática comum da indústria de aviação civil, permitindo a cada companhia ampliar a oferta de destinos e oferta de lugares para os respectivos passageiros.

Acredita-se que, com este acordo, a TAAG vai promover a sua marca num novo mercado, sem agravar os custos operacionais, beneficiar da conectividade entre África e Europa, Ásia e Médio Oriente, aumentar e diversificar a oferta de destinos, novas oportunidades comerciais, bem como criar mais oportunidades de captação de receita.

Quanto aos benefícios para os passageiros, o memorando prevê a aquisição do bilhete em moeda nacional na rede TAAG, maior oferta de destinos, aquisição do bilhete a preços competitivos, experiência de uma viagem integrada (um único bilhete, um único voo, até ao destino final), acumular milhas e pontos dos programas de Fidelidade Umbi Umbi e Star Alliance e acesso aos lounges da Turkish Airlines, nos aeroportos para e de onde opera.

Angola e a Turquia realizaram, nos últimos anos, importantes reformas económicas, envolvendo a melhoria do ambiente de negócios que os coloca, hoje, em posição privilegiada para o relançamento da cooperação nas áreas de interesse mútuo.
Angola continua a envidar esforços para dotar a economia dos instrumentos vitais para a sua competitividade, captação de investimentos, crescimento sustentável e melhoria da vida das famílias.

O Reino Unido proibiria voos internacionais devido à Covid-19 .

#ReinoUnido #Aerolineas #SaludMundial #Covid-19 #EstadosUnidos #Singapur

Retirado do teleSUR .

O ministro insistiu que a medida será avaliada de acordo com o andamento das campanhas de vacinação nos diferentes países. Shapps insistiu que a viagem pode ser determinada pelo uso futuro de um “passaporte de saúde”, onde é registrado o processo de imunização contra o coronavírus.

Grant Shapps precisó que quien quisiera reservar unas vacaciones en las circunstancias actuales, tenga en cuenta que no puede hacerlo legalmente en este momento

“Dada a possibilidade de que alguém esteja ouvindo esta entrevista neste estágio e pensando em reservar férias nas atuais circunstâncias, tenha em mente que eles não podem fazer isso legalmente neste momento”, disse Grant Shapps.

“Eu estava falando com meu homólogo em Cingapura e meu homólogo nos Estados Unidos esta semana, e teremos discussões sobre esse assunto para ter um sistema reconhecido internacionalmente”, enfatizou o Ministro dos Transportes do Reino Unido.

O Ministério da Saúde do Reino Unido relatou 13.013 novos casos de Covid-19 hoje, para um total de 3 milhões 985.161 infecções, e 1.001 mortes também foram relatadas.

A venda de certificados falsos de PCR negativo aumenta no mundo.

#CubaPorLaSalud #SaludEnCuba #CubaSalva #PCR #EFE #LaVanguardia #Covid-19 #Aerolineas #Europa

Autor: Julio Martínez Molina | internet@granma.cu

A Europol alertou este primeiro. Fevereiro de aumento da venda ilegal de certificados PCR negativos para viajar na União Europeia (UE), após a detecção de documentos falsos em diversos aeroportos e o desmantelamento de redes de contrafacção que ofereciam, nestas instalações, testes falsos para mudança de up a 300 euros, informou a EFE.

De acordo com esta agência de coordenação policial, autoridades de diferentes países detectaram certificados fraudulentos de supostos testes negativos para COVID-19 que são vendidos a viajantes para que possam embarcar em um avião ou trem, uma exigência crescente entre muitos países europeus para conter a propagação do coronavírus.

Certificados falsos por 55 dólares que se envían por correo electrónico

A este respeito, o jornal de Barcelona La Vanguardia publicou uma nota em que afirmava que a Europol sublinha ter recebido informação adicional sobre “a alegada utilização de uma aplicação móvel pelo grupo Rathkeale Rovers (criminosos que operam na Irlanda) que permite membros do crime organizado grupo falsificar resultados de teste manualmente ‘em troca de dinheiro.

A detecção desses certificados falsos confirma que “criminosos, sejam eles grupos do crime organizado ou golpistas oportunistas individuais, aproveitam as oportunidades lucrativas sempre que surgem”, explica a Europol, e alerta que, desde que as restrições de viagem sejam mantidas devido à pandemia, é “altamente provável que prevaleça a produção e venda de certificados de provas falsas”.

Conforme noticiado nos últimos dias por telegrama da agência Prensa Latina, as autoridades sanitárias chilenas anunciaram a abertura de uma investigação sanitária, uma denúncia judicial e o fechamento de uma clínica na capital daquele país, por venda de resultados falso-negativos de testes de PCR.

A clínica CareFullHome, localizada no elegante bairro de Las Condes, cobrava 60 mil pesos chilenos (cerca de US $ 80) por cada suposto teste de PCR negativo, sem fazer nenhum teste, informou a Secretaria Regional do Ministério da Saúde à imprensa.

Não é mais algo novo. Todos os dias, a mídia mundial relata episódios semelhantes.

É um negócio com consequências nefastas, porque a saúde humana está sendo traficada, pondo em perigo os viajantes e a população das regiões receptoras, como parte de uma cadeia de transmissão imparável suportada por um passe sanitário que é na verdade apócrifo.

Europa autoriza restrição de viagens internas .

#UnionEuropea #Cuarentenas #Covid-19 #Economia #Vacunas #SaludMundial #OMS Politicas #Portugal #QuedateEnCasa #PaisesBajos

Quanto a Cuba, que panorama Trump deixa para Biden?

#JoeBiden #EstadosUnidos #Cuba #ElBloqueoEsReal #DonaldTrumpCulpable #ForaTrump #Economia #Comercio #LeyHelmsBurton #CubaSalva #EEUUBloquea #MedicosCubanos #BloqueoNoSolidaridadSi #FalsosAtaques #Covid-19 #Salud

Notícias teleSUR .

#TeleSUR #Noticias #EstadosUnidos #DonaldTrump #España #MedioAmbuente #Capitolio #MikePompeo #China #Covit-19 #Ecuador #DoanldTrumpCulpable #Iran ##Venezuela #ElBloqueoEsReal #DerechosHumanos #Chile #Mexico #ONU #Aerolineas

Cuba exigirá PCR negativo para COVID-19 para viajantes internacionais que cheguem ao país.

#Cuba #PCR #Covid-19 #Salud #CubaSalva #EEUUBloquea #Aeropuertos #ProfecionalesDeLaSalud

Novas Medidas em Cuba para o Controle Sanitário Internacional.

#Cuba #COVID19 #MINSAP #CubaSiempreSalva #CubaPorLaSalud #Mexico #Panama #Bahamas #RepublicaDominicana #EstadosUnidos #Haiti #Aerolineas

Aerolinea do Catar inicia operações em Angola .

#Aerolinea #Catar #Angola #CoronavirusPoliticas #Angop #EconomiaNacional

Luanda, 14 dez (Prensa Latina) A transportadora nacional do Catar inicia hoje operações com destino a Angola, que irá oferecer opções de viagens mais flexíveis para diferentes partes do mundo, anunciou a empresa em comunicado de imprensa.
Neste momento, a Qatar Airways vai realizar um único voo semanal Doha (Catar) / Luanda / Doha, disse a empresa, cujas operações incluem mais de 150 destinos internacionais.

Eleita a ‘Companhia Aérea do Ano’ em 2011 e 2012, a empresa afirma ter uma das frotas mais modernas do mundo, composta por 158 aeronaves que voam para vários locais na Europa, Oriente Médio, Ásia, América do Norte e América do Sul .

No Aeroporto Internacional 4 de Febrero, em Luanda, aguardam esta manhã a chegada do primeiro serviço Qatar Ariways, através de um Boeing 787 Dream, com 254 lugares, 22 na classe executiva e 232 na económica.

De acordo com a fonte, a ligação com a capital angolana oferece opções de viagens mais flexíveis ao resto do mundo, através do Aeroporto Internacional Hamad, em Doha, que tem ligações para mais de 85 destinos na Ásia-Pacífico, Europa, Médio Oriente e América do Norte.

Um relatório da agência noticiosa angolana (Angop) referia que a entrada aqui da Qatar Airways responde aos acordos de cooperação entre os governos dos dois países, assinados em setembro de 2019 durante uma visita do presidente João Lourenço àquela nação árabe.

Entre os seis acordos de colaboração está o estabelecimento de ligações aéreas entre as capitais dos dois estados, bem como o incremento das relações nas áreas marítima e portuária, técnica, comercial e económica, explicou a Angop.

CURIOSO KAMIKAZES, O PAGO DE MIAMI.

#TodosSomosGuerrero #CubaPorLaSalud #CubaSalva #EEUUBloquea #Covid-19m #CubaDestinoSeguro #ManipulacionMediatica #MafiaCubanoAmericana #CubaNoEsMiami #CubaSeRespeta #AquiNoSeRindeNadie #TurismoEnCuba