Europa autoriza restrição de viagens internas .

#UnionEuropea #Cuarentenas #Covid-19 #Economia #Vacunas #SaludMundial #OMS Politicas #Portugal #QuedateEnCasa #PaisesBajos

O embaixador dos EUA em Lisboa recebe críticas de Portugal por exigir que opte entre os EUA e a China.

#Portugal #China #EEUU #5G #EconomiaMundial #UnionEuropea #Huawei #ElBloqueoEsReal

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, criticou as palavras do embaixador dos Estados Unidos em Lisboa, George Glass, que indicou que a república europeia “tem de escolher” entre o aliado dos Estados Unidos e o parceiro económico China em questões como o 5G. .

Embajador estadounidense en Lisboa recibe críticas de Portugal por exigirle escoger entre EE.UU. y China

Presidente português Marcelo Rebelo de Sousa durante discurso em Lisboa, 18 de março de 2020. Miguel Figueiredo Lopes / Reuters

“É óbvio que é uma questão de princípio que, em Portugal, quem decide o seu destino são os representantes eleitos pelos portugueses – e só eles – no respeito da Constituição e do direito que esta protege, como o direito internacional”, disse o presidente português. citado pela mídia local.

Na semana passada, o jornal português Expresso publicou uma entrevista à Glass intitulada ‘USA. pressiona o Governo ‘, no qual o diplomata norte-americano descreveu o país como um “campo de batalha” entre Washington e Pequim, ameaçando consequências se Portugal recorrer às tecnologias do gigante chinês Huawei.

As declarações do embaixador receberam ainda resposta do Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, que lembrou a Washington que em Portugal as decisões são tomadas “pelas autoridades portuguesas competentes”, de acordo com os interesses nacionais de Portugal “e em coordenação. com a União Europeia.

Anteriormente, os três gigantes das telecomunicações que dominam o mercado de telemóveis em Portugal, NOS, Altice e Vodafone, já tinham afirmado que não vão utilizar a tecnologia da Huawei nas suas redes 5G, apesar do governo do país não o fazer proíbe a empresa chinesa de fornecer sua infraestrutura.

A Huawei está sob constante pressão do governo dos EUA, que acusa a empresa chinesa de espionagem, algo que a empresa rejeita. Por sua vez, a China ressalta que os países que cogitarem instalar o 5G em seu território não devem ceder às pressões externas.

Covid-19: Passageiros recebem resultados na quinta-feira

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, anunciou hoje, terça-feira, em Luanda, que os passageiros provenientes de Portugal, nos voos humanitários, vão receber as suas guias contendo o resultado do teste da Covid-19 no dia 14 (quinta-feira) do mês corrente.

dd

Os passageiros, num total de 1000, deverão dirigir-se a Escola Nacional de Saúde Pública, localizada no bairro do Morro Bento, Distrito Urbano da Samba (município de Luanda), onde decorreram a colheita de amostras no final do mês de Abril.

Esses cidadãos, que cumpriram a quarentena domiciliar, foram testados apenas por precaução, em função da capacidade de mutação do novo coronavírus, tendo resultado em apenas uma análise positiva, que ficou denominado por “caso 31”.

Noutra parte da sua comunicação, Franco Mufinda, que procedia a actualização da situação epidemiológica da covid-19 nas últimas 24 horas, fez saber que todos os passageiros provenientes de Cuba, no âmbito do voo humanitário, testaram negativo e já receberam as guias dos seus resultados.

Num dia em que se registou mais uma recuperação, totalizando 14 pacientes, reiterou a necessidade do cumprimento das medidas de prevenção, nomeadamente o uso das máscaras, lavagem das mãos, distanciamento e confinamento social.

Angop

Portugal contra o covid-19

Portugal registrou 92 novos casos de Covid-19; o menor número diário desde o início da pandemia, informaram as autoridades de saúde neste domingo, enquanto o plano para relaxar medidas restritivas está avançando.

Mujer con la bandera de Portugal en la ventana.

Segundo a contagem da Diretoria Geral de Saúde, nas últimas 24 horas houve 111 menos infecções, em relação ao dia anterior, para um total de 25.282 casos positivos no país.

O país europeu passou neste domingo do estado de emergência para o estado de calamidade, sob o qual a progressiva progressão ocorrerá com a abertura de pequenas empresas a partir desta segunda-feira.

Conforme anunciado, na próxima quinta-feira, a companhia aérea nacional TAP, que já fazia vôos domésticos, retomará alguns vôos internacionais.

Nos próximos dias, espera-se um aumento no contato entre as pessoas, para que a probabilidade e o risco de contágio sejam maiores, alertou a chefe da Secretaria de Saúde, Graça Freitas.

O plano de desconfiguração será realizado até maio, de acordo com várias nações européias, apesar do alerta da Organização Mundial da Saúde (OMS) de que a pandemia está longe de terminar e que uma queda acentuada pode ter um impacto maior. na economia.

Polícia assina hoje acordo com a GNR

A informação foi prestada, ontem, pelo comandante-geral da GNR, tenente-general Luís Botelho, que não avançou os termos detalhados do acordo. O general português falava à imprensa, depois de visitar o futuro Centro de Produção Audiovisual da Polícia Nacional, afecto ao Gabinete de Comunicação e Imagem da corporação.

O centro, a ser inaugurado dentro de dias, tem como objectivo a produção de conteúdos noticiosos ligados à Polícia Nacional. Comporta várias áreas de serviço, como gabinetes de rádio e televisão e imprensa, e vai permitir poupar, anualmente, acima de 500 mil dólares que são gastos para a produção de conteúdos. O comandante-geral da GNR visita o país a convite do comandante-geral da Polícia Nacional, comissário Paulo de Almeida. Além da assinatura do acordo, o visitante vai, também, assistir, na província do Cuando Cubango, ao acto central alusivo ao 44º aniversário da Polícia Nacional.
A delegação da GNR foi recebida, ontem, no Comando Geral da Polícia Nacional, pelo comandante Paulo de Almeida, e membros do conselho consultivo alargado da corporação. Durante o encontro, foi apresentado à delegação visitante o plano que visa combater a criminalidade no país.
O comandante-geral da Polícia Nacional frisou que os índices de criminalidade no país são estáveis, de acordo com o padrão estabelecido pelas Nações Unidas.
O comissário-geral Paulo de Almeida informou que o país, que vai assinalar, em Novembro, 45 anos de Independência, está em paz e é estável do ponto de visita de segurança. “Estamos num processo de estabilização económica e social”, disse.

Oito países europeus defendem a criação de uma missão de vigilância no Estreito de Ormuz

Imagen relacionada

França, Bélgica, Alemanha, Dinamarca, Itália, Holanda, Portugal e Grécia manifestaram apoio político à criação de uma missão europeia de vigilância marítima no Estreito de Ormuz (EMASOH), a fim de garantir a segurança e a liberdade de navegação e “reduzir as tensões existentes na região”, disse o Ministério das Relações Exteriores da França na segunda-feira.

A missão européia planeja agir “em total conformidade com o direito internacional” e implantar recursos adicionais de vigilância no Golfo Pérsico e no Mar Arábico. A declaração também expressa gratidão aos Emirados Árabes Unidos por oferecerem a sede da missão em seu território.

Isabel dos Santos em tribunal

“Assim sendo, face ao caso concreto, o direito à liberdade expressão e informação da requerida deverá prevalecer sobre os direitos de personalidade (reputação e bom nome), indeferindo-se por isso a providência”, lê-se na decisão do tribunal português divulgada ontem, que o Jornal de Angola consultou.


“Isabel dos Santos endivida-se muito porque, ao liquidar as dívidas, “lava” que se farta! E os bancos querem ser ressarcidos, só em teoria cumprem as regras, de facto não querem saber a origem do dinheiro… E o Banco de Portugal não quer ver”, escrevia Ana Gomes, no dia 14 de Outubro, na rede social Twitter.
As seis publicações acusam directamente Isabel dos Santos de branquear capitais em Portugal e de as instituições daquele país, nomeadamente o Banco de Portugal e o Ministério Público, nada fazerem para investigar as denúncias públicas. O tribunal dá como provado que tanto Isabel dos Santos como Ana Gomes “são pessoas influentes na sociedade portuguesa” e que a empresária está “sujeita ao escrutínio público, mormente por ter investimentos avultados em diversas empresas portuguesas com importância crucial no sector financeiro, designadamente na banca”.
Por outro lado, sendo Ana Gomes uma “pessoa informada e com competências na área de branqueamento de capitais e corrupção”, deve-lhe ser reconhecido o direito de expôr as situações que “considera susceptíveis de lesar o interesse público”. <br/>No caso em apreço, apesar de mencionar especificamente Isabel dos Santos, fá-lo “apenas ao nível da conduta estritamente profissional” e não deixa de fazer referência ao “Banco de Portugal, Co-missão do Mercado de Valores Mobiliários e Ministério Pú-blico” sendo estes os alvos de censura por “entender que não estão a cumprir com os respectivos deveres de investigação”.
O tribunal afirma também que não “pretende dizer que concorda com o teor dos tweets e muito menos colocar em causa a presunção da inocência da requerente”. “Pretende-se tão-só dizer que, atendendo às circunstâncias do caso em concreto, fundando Ana Gomes a sua convicção em diverso material que tem recolhido, designadamente em artigos de jornalismo de investigação, a que acresce o seu conhecimento profissional e não lhe sendo exigível provar completamente a verdade dos factos”, alega a decisão da justiça portuguesa.
Em Dezembro de 2019, numa declaração à agência Lusa, Isabel dos Santos queixou-se que Ana Gomes “tem vindo, há vários anos, a fazer uma campanha politicamente motivada, negativa e falsa” contra si.
“Durante muito tempo, na qualidade de eurodeputada, gozou de imunidade pelo que anteriormente não foi possível tomar nenhuma atitude em relação às falsas acusações e mentiras por ela proferidas. Ao deixar de ser eurodeputada, surgiu pela primeira vez a possibilidade de reclamar pelo meu bom nome”, afirmou Isabel dos Santos.</br

Cristiano Ronaldo parabeniza seus seguidores no Natal com um Papai Noel parecido com Messi e causa um rebuliço na web

O jogador de futebol português Cristiano Ronaldo publicou nesta quarta-feira, por ocasião do Natal, uma foto em suas redes sociais posando com sua família e na companhia de um Papai Noel que causou alvoroço entre os internautas.

Imagem

“Desejamos a todos um feliz Natal”, escreveu CR7 ao lado da foto de família em sua conta no Instagram. No instantâneo, aparentemente não há nada incomum, mas alguns internautas encontraram uma grande semelhança no rosto do Papai Noel com a do atacante argentino Lionel Messi.