Guatemala

Muitas igrejas evangélicas amam o Estado de Israel … e vice-versa. Nós explicamos porque..

Categories: #America Latina, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Estados Unidos, #Peru, Brasil, FORA TRUMP, Guatemala, Guatemala, Guiana, Honduras, Panamá, Paraguai, Peru e Santa Lúcia, israel, Manipulacion Politica, PALESTINA, Politica, relações bilaterais, o governo Donald Trump, RELIGIÃO, Religión, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump | Deixe um comentário

OPAS alerta sobre aumento de casos por Covid-19 na América.

Retirado do teleSUR.

A diretora da Organização Pan-Americana da Saúde, Carissa Etienne, anunciou em entrevista coletiva virtual que a região das Américas registrou 5 milhões de infecções por coronavírus nesta semana, tendência impulsionada principalmente pelo avanço da epidemia no Canadá e nos Estados Unidos. Unidos.

En América Central, la representante de la OPS indicó que Panamá y Belice están registrando un alza de los casos.

A manchete resumia que, desde o início da pandemia, a região registrou quase 31 milhões de infectados e 787.000 mortes, o que representa quase metade de todas as infecções e mortes no mundo. Durante a entrevista coletiva Carissa Etienne alertou que as hospitalizações no Canadá estão aumentando, especialmente nas regiões centrais do país.

Na América Central, o representante da OPAS indicou que o Panamá e Belize estão registrando um aumento de casos. Em contraste, Honduras, El Salvador, Guatemala e Nicarágua estão relatando relativamente poucas infecções.

O ministro regional da saúde alertou que essa tendência deve ser observada com cautela porque os furacões Eta e Iota podem ter impactado os sistemas de registro e também pode haver muitos deslocados.

Finalmente, o diretor da OPAS insistiu que a América Latina também pode experimentar uma segunda onda de infecções semelhante à da Europa e que “não existe uma fórmula única, mas a mensagem geral não é relaxar as medidas”.

Categories: #Estados Unidos, #Nicaragua, #salud, Coronavirus, CoronaVirus, Política, el salvador, Guatemala, Guatemala, Guiana, Honduras, Panamá, Paraguai, Peru e Santa Lúcia, Organiacion Panamericana de la Salud, panamá, Profesionales e la Salud | Deixe um comentário

Tradições e lendas da América Latina no Dia dos Mortos.

Retirado do teleSUR .

Os países da América Latina também têm lendas comuns que aterrorizam seu povo.

Nos dias 1 e 2 de novembro, os países da América Latina celebram seus entes queridos que já faleceram e cujas almas, acredita-se, retornam a este mundo hoje para desfrutar das ofertas que são colocadas em sua homenagem.

A tradição é uma mistura da herança indígena dos povos originários do subcontinente latino-americano com a cultura espanhola.

No México, o Dia dos Mortos é caracterizado pela colocação de ofertas. Seus componentes variam conforme a região, porém, contêm elementos como velas, água, fotos do falecido, suas comidas preferidas, frutas, bebidas e são decoradas com confetes e flores de calêndula.

Da mesma forma, as pessoas vão aos panteões para “zelar” pelos seus fiéis falecidos, ou seja, para pernoitar junto aos túmulos dos seus familiares, onde “partilham” comida e bebida, bem como para realizar “serenatas”. Entre outras tradições, no entanto, este ano essa atividade foi suspensa em todo o país devido à pandemia do coronavírus.

Na Guatemala, no Dia de Todos os Santos, costuma-se comer charcutaria, prato de origem maia que mistura carnes frias de origem espanhola e vegetais da região.

O país centro-americano destaca a tradição do vôo de pipas gigantes em cemitérios. Na localidade de Sumpango realiza-se a festa do voo de pipas ou pipas que, segundo a lenda, evitam que os maus espíritos perturbem as boas almas que regressam neste momento.

Por outro lado, no Equador, são preparadas e consumidas guaguas (crianças), bolos em forma humana e colada morada, bebida preparada a partir da farinha de milho roxa, junto com frutas.

Famílias bolivianas preparam um altar conhecido como apxata que contém velas, flores, doces e frutas. Além disso, é colocado um tantowawa, que é um pão em forma de humano que representa o falecido.

No país andino, acredita-se que durante o Dia de Todos os Santos os ajayus (espíritos) voltam das montanhas trazendo fertilidade com eles.

Legendas

Nesse marco da tradição do Dia dos Mortos, os países da América Latina também contam com lendas comuns que aterrorizam seus habitantes. Aqui estão alguns deles.

A chorona

É a história de uma mulher que afogou seus filhos em um canal em vingança porque seu marido a trocou por uma mulher mais jovem. Após o arrependimento, ele decide cometer suicídio, mas os portões do céu estão fechados até que ele encontre as almas perdidas de seus filhos pequenos. Desde então, seu espírito foi ouvido vagando, chorando e procurando por seus filhos durante a noite.
O chapéu grande

Este personagem é baixinho e usa um grande chapéu preto, ele sempre tem um violão com ele e quando ele conhece uma bela jovem ele a segue até sua casa para fazer uma serenata para ela, assim como roubar seu sono e seu apetite. Diz a tradição que ele é visto nas noites de lua cheia.

La Sayona

Esta lenda popular venezuelana centra-se em uma bela jovem que assassinou seu marido e filho, devido a versões de uma infidelidade entre seu marido e sua própria mãe, a quem ele também mata. Antes de morrer, sua mãe a amaldiçoou. Desde então, La Sayona vinga todas as mulheres vítimas de infidelidades, cegando a vida de seus parceiros infiéis.
O coco

El Coco, também conhecido como El Cuco, El Coca, El Cuca ou El Cucuy, é um personagem que, segundo a lenda, tem por objetivo sequestrar e comer crianças que não obedecem aos pais.

Categories: # Venezuela, #AmericaLatina, bolivia, ECUADOR, Guatemala, MEXICO | Deixe um comentário

A Rússia apresenta seu medicamento contra o covid-19 na América Latina.

Por :RT

A Embaixada da Rússia na Guatemala realizará em 10 de julho próximo, em conjunto com o Fundo de Investimento Direto da Rússia (RFPI, sigla em russo), uma apresentação para a América Latina e o Caribe do medicamento anti-coronavírus Avifavir, declararam RIA Novosti da missão diplomática, onde especificaram que cerca de 800 pessoas já se inscreveram no evento.

Rusia presentará este viernes a América Latina su medicamento contra el covid-19 

Representantes de “todos os parlamentos supranacionais da região”, bem como de agências e comitês especializados, são convidados a participar da conferência, informou a embaixada.

A missão diplomática destacou que, no momento, não há informações sobre nenhum pedido oficial das autoridades guatemaltecas para a aquisição da droga russa. No entanto, acredita-se que após a videoconferência “possam começar as negociações sobre o fornecimento de Avifavir à América Latina e ao Caribe”.

Aprovado pelo Ministério da Saúde da Rússia em 29 de maio, o Avifavir é o primeiro medicamento no mundo baseado no medicamento internacionalmente conhecido Favipiravir para combater o coronavírus. O Ministério da Indústria e Comércio da Rússia já recebeu pedidos de fornecimento de Avifavir de países da CEI, América Latina, Europa e Sudeste Asiático.

Categories: #América Latina, #salud, epidemia, Guatemala, Profesionales e la Salud, RUSIA, Uncategorized | Etiquetas: , | Deixe um comentário

América Latina contra o coronavírus.

Quase 30 milhões de pessoas na América Latina ficariam na pobreza devido ao impacto econômico da pandemia, segundo o estudo da ONG Ação contra a Fome. Enquanto isso, o Chile registrou um novo pico nas infecções diárias por coronavírus: mais de 4.000. Por seu lado, no México, a prefeita da capital do país, Claudia Sheinbaum, garantiu que as medidas restritivas permitiram evitar dezenas de milhares de pessoas infectadas no território nacional.

Categories: # Cuba, #América Latina, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Brasil, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, #Chile, #colaboracion medica cubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, Colômbia, eeuu, epidemia, Guatemala, Guatemala, Guiana, Honduras, Panamá, Paraguai, Peru e Santa Lúcia, Latinoamerica, México, ONG, Profesionales e la Salud, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

EUA alteram procedimentos migratórios na fronteira.

Apesar dos avisos norte-americanos, os migrantes procuram chegar a todo o
As autoridades norte-americanas anunciaram que vão realizar novos exames médicos a crianças que estão sob custódia, na sequência da morte de um migrante de oito anos, oriundo da Guatemala. É o segundo caso de um menor que morre sob custódia dos EUA, depois de atravessar a fronteira ilegalmente. O Governo da Guatemala já exigiu uma investigação “clara” sobre as mortes.

“Esta é uma perda trágica”. As palavras são do responsável do CBP (Customs and Border Protection), Kevin K. McAleenan. Em nome da autoridade que vigia as fronteiras, McAleenan endereçou à família condolências pela morte de Felipe Alonzo-Gomez, um menino de 8 anos que morreu sob custódia do Governo norte-americano na noite de Natal.

Na sequência da segunda morte de um menor no espaço de um mês, o CBP anunciou,  em comunicado, que está a focar os exames nas crianças com idades até aos dez anos. A entidade argumenta que está a rever as metodologias no que toca à custódia de criança com menos de dez anos, tanto à chegada aos centros, como após 24 horas sob custódia.
Além disso, a Patrulha de Fronteira diz estar a trabalhar com o Departamento de Imigração e Alfândega para o transporte para Centros Residenciais de Família e alta supervisionada. A agência está a avaliar as opções de custódia para aliviar os problemas de sobrelotação em El Paso, como por exemplo, trabalhar com Organizações Não-Governamentais ou parceiros locais para moradias temporárias.

O CBP garante ainda estar a considerar opções de assistência médicas com outros parceiros como a Guarda Costeira, Departamento de Defesa, serviços de saúde ou Centros de Controlo de Doença e Prevenção.
Felipe Alonzo-Gomez mostrou “sinais potenciais de doença” na segunda-feira e foi levado, juntamente com o pai, a um hospital em Alamogordo, no Estado do Novo México, onde lhe foi diagnosticada uma gripe. Apresentou depois febre e ficou na unidade médica mais 90 minutos, sendo-lhe dada alta na segunda-feira à tarde com prescrição de ibuprofeno e antibiótico.

À noite, voltou ao hospital com náuseas e vómitos e morreu quatro horas depois, segundo a CBP, pouco depois da meia noite do dia de Natal.

A agência garante que não está ainda determinada a causa de morte e que haverá uma investigação. O Departamento de Segurança Inter-na e o Governo da Guatemala foram notificados.

O menino chegou a El Paso com o pai a 18 de Dezembro e foi transferido para a estação do CBP em Almogordo no domingo.
Este é o segundo caso de morte de um menor sob custódia dos Estados Unidos, depois de terem entrado ilegalmente no país.
A 8 de Dezembro, uma menina de sete, também de nacionalidade guatemalteca, morreu dois dias depois de, juntamente com a família, ter atravessado ilegalmente a fronteira do México para os Estados Unidos. Continuar a ler

Categories: CRIANÇAS, ESTADOS UNIDOS, Guatemala, IMIGRANTE, Trump, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

O CAMINHO, QUANTAS VEZES “SILENCIOSO”

 

A dignidade, a dedicação e o amor, traduzem-se em actos de solidariedade que nenhum silêncio pode apagar!

Por: Martinho Junior

Tirado de cubadebate

Como a cada dia, noite e madrugada, os medicos cubanos se mantêm em Escuintla, Guatemala, atendendo à população albergada, depois dos desastres ocorridos pela erupção do Vulcão de Fogo.

Não precisam que os grandes meios marquem seu trabalho diário, que mencionem que são os únicos estrangeiros nas guardas de madrugadas sem faltar a uma. A bondade e agradecimento do povo é o valor mais alto que podem ter como contribuição.

Categories: #salud, AMERICA LATINA, CUBA, Guatemala, SAÚDE, SOCIEDADE, Uncategorized | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Lava e cinza afectam às comunidades no Guatemala.

Lava e cinza afectam às comunidades no Guatemala. O governo decretou 3 dias de duelo nacional. Segundo CONRED, ao momento há 69 mortos, 1,7 milhões de afectados, 3.265 evacuados, 1.687 albergados e 46 feridos.

Categories: #salud, AMERICA LATINA, Desastres, Guatemala, SOCIEDADE, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: