Justicia brasileña señala contradicciones en sentencia contra expresidente Lula

Defesa de Lula pedirá liberação imediata após decisão judicial no Brasil

Para os advogados, a decisão do Supremo Tribunal Federal “reforça que o ex-presidente é injusto (…) injusto”, pois “Lula não cometeu nenhum ato ilegal”.

A defesa do ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva disse quinta-feira que pedirá sua libertação imediata, com base na votação de quinta-feira do Supremo Tribunal Federal que decidiu que uma pessoa não pode começar a cumprir sua sentença até que tenha esgotado tudo. os recursos.

La votación causó festejos en la vigilia Lula Livre, en el Barrio Santa Barbara, de Curitiba, donde miles de personas acampan para reclamar la liberación del dirigente.

“Depois de conversar com Lula nesta sexta-feira, levaremos uma petição ao tribunal de execução por sua libertação imediata com base no resultado do julgamento no Supremo Tribunal Federal”, disseram os advogados.

Para os juristas, a decisão do Supremo Tribunal Federal “reforça que o ex-presidente foi detido injustamente por 579 dias”, uma vez que “Lula não cometeu nenhum ato ilegal e é vítima de ‘lei’ ‘, que, no caso do ex-presidente, consiste no uso estratégico da lei para fins de perseguição política “.

Além disso, o grupo de defesa reiterou seu pedido ao Supremo Tribunal para julgar o quanto antes os pedidos de habeas corpus solicitando a nulidade de todo o processo com base na falta de parcialidade do juiz Moro e dos promotores da Operação Lava Jato.

A votação provocou celebrações na vigília Lula Livre, no bairro de Santa Bárbara, em Curitiba, onde milhares de pessoas acampam para exigir a libertação do líder.

O presidente do @ptbrasil, @gleisi, e o líder do @MST_Oficial, Roberto Baggio, já estão na Vigília em frente à prisão onde o @LulaOficial está localizado. O ex-presidente deve ter ouvido falar da decisão da Corte pelos gritos. pic.twitter.com/MX9OK3QDPI

– Nacho Lemus (@LemusteleSUR) 8 de novembro de 2019
O ex-presidente foi condenado em primeira instância pelo ex-atual ministro da Justiça Sérgio Moro e em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (tribunal de apelação), cumprindo pena de oito anos e dez meses de prisão por crimes de suposta corrupção passiva e lavagem de dinheiro desde abril de 2018.

Categories: #Lula, #LulaLivre, Partido de la Social Democracia Brasileña, Justicia brasileña señala contradicciones en sentencia contra expresidente Lula, Lula libre, já: outra bandeira que Cuba está levantando, Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Justiça brasileira aponta contradições na sentença contra o ex-presidente Lula

Resumo da América Latina / 26 de fevereiro de 2019

O Ministério Público Federal no Brasil observou que existem “lacunas e inconsistências” na frase de corrupção que fez o juiz Gabriela Hardt contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2011), informou a imprensa local. Continuar a ler

Categories: Justicia brasileña señala contradicciones en sentencia contra expresidente Lula, Uncategorized | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: