#Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana

Procurando por #Yotuel … alguém o viu? Eu vim para Bruxelas.#PatriaOMuerte

Categories: #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, ações subversivas, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CONTRA REVOLUÇÃO EM CUBA, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Contra-revolução cubana, contrarrevolucionarios anticubanos, #Cuba, guerra mediática, redes sociales, Referéndum Constitucional, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, Manipulacion, Manipulacion Politica, MIAMI, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, Patria Jose Marti, Redes sociais, Subversão contra Cuba, Subversión | Deixe um comentário

Sussurros, murmúrios e mais do mesmo.

Autor: Pedro de la Hoz | pedro@granma.cu

A obsessão anticubana de alguns eurodeputados e o negócio com a contra-revolução que um astuto empresário nascido na Ilha, mas radicado em Espanha, vem trazendo há muito tempo, tentaram animar um espectáculo no Parlamento Europeu esta sexta-feira, que tentou vender um panorama apocalíptico e irreal em Cuba.

O roteiro velho e gasto, encorajado pela posição comum fracassada da época do alinhamento de Aznar com a Casa Branca, e a reciclagem de vozes antigas, como a de alguém que negou sua militância lutadora – ele até ofereceu uma festa no dia em que eles deram o cartão – e de outro que há anos vem cantando que chegará e nunca chegará, agora acrescentam algumas linhas, derivadas das ações mais recentes contra Cuba nascidas em Miami, que estão comprometidas com a nova administração dos Estados Unidos não só não inverter, se não apertar o bloqueio.

dinero

Mal murmura e sussurra em discursos com pouca imaginação e pouca solvência: um rapper que delira por se acreditar porta-voz de 11 milhões de cubanos, outro que mal sabe definir a democracia, um comediante que não tem muita credibilidade quando fala sério e, portanto, dois ou três a mais do que na soma não vai além de abundar mais sobre o mesmo. Todos em boa companhia, como quem não canta nem escreve e conta como carta de apresentação pedindo fogo, bloqueio, fome e morte para seus compatriotas, como foi documentado aos olhos de todos os habitantes desta terra.

Que distração foi introduzida no fórum de Bruxelas pelos eurodeputados Leopoldo López Gil, dos anfitriões do reacionário Partido Popular, da Espanha, e Dita Charanzova, da República Tcheca, ninguém menos que a vice-presidente do Parlamento Europeu, discípula de o bilionário Andrej Babis e porta-estandarte do neoconservadorismo populista. Com tantos temas úteis para enfrentar, como os programas de vacinação disponíveis para todos ou a recuperação econômica de um continente atingido pela pandemia, Charanzova e López Gil se permitem jogar a contra-revolução anticubana. Aliás, a tcheca é muito, muito próxima de Juan Guaidó, tanto que convidou o fantoche venezuelano para participar do evento.

A credencial do moderador do programa, Javier Larrondo, fala por si: foi ele quem deu assistência e corda à patética criatura que foi filmada enquanto se atacava contra uma mesa na montagem de uma Cuba violadora dos direitos humanos, e Ele aparece ao lado dele como co-fundador do grupo.

No chat que acompanhou a transmissão online do show, alguém escreveu: “Você não me representa”, E assinou: “Pátria ou Morte, Vamos vencer”.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Estados Unidos, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, bloqueio econômico, BLOQUEIO VS CUBA, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Colombia, Cuba, Economía, Ernesto Samper, Estados Unidos, Ministerio de Turismo (MINTUR), Relaciones Cuba Estados Unidos, Turismo, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, CONTRA REVOLUÇÃO EM CUBA, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Contra-revolução cubana, Contrarrevolución, José Daniel Ferrer, cooperação médica cubana, CUBA COOPERA, La Unión Europea se posiciona contra el bloqueo, Revolução Cubana sobrevive a todas as agressões, SANCIONES, Solidaridad, UNION EUROPEA | Deixe um comentário

Eles afirmam em #Belgium que a Revolução #Cubana é vida.

Tomado de Siempre con Cuba .

Bruxelas, 27 de fevereiro A presidente da associação belga Cubanismo.be, Isabelle Vanbrabant, disse hoje que a Revolução Cubana representa a vida e um dos exemplos são os esforços da ilha para criar vacinas contra o coronavírus SARS-CoV-2.

Isso para mim é pátria e é vida, não o que procuram mostrar, disse à Prensa Latina, a respeito de uma canção que com o título de ‘Pátria e Vida’ ataca a Revolução, pretende distorcer o slogan ‘Pátria ou Morte’ e serve de pano de fundo para provocações como a realizada ontem nas redes sociais.

Vanbrabant destacou a solidariedade de Cuba nos tempos de Covid-19, em particular sua disposição de compartilhar as vacinas que prepara com outros povos, posição expressa no Twitter pelo presidente Miguel Díaz-Canel, que destacou ‘a vontade de imunizar nosso povo e a todos as nações irmãs que podemos ajudar.

Da mesma forma, ele rejeitou a manipulação contra a ilha da extrema direita nos Estados Unidos e por parte de alguns na União Europeia.

Ainda na Bélgica, a bailarina e coreógrafa Menia Martínez rejeitou o uso da cultura como arma para atacar Cuba, cruzada que considerava fadada ao fracasso. Não entendo como se envolvem com algo tão forte como a cultura, setor em que o governo tanto fez em todos esses anos, na dança, na música, no teatro, nas artes plásticas e em tantas outras manifestações, disse à Prensa Latina também presidente da Associação de Moradores de Cuba na Bélgica.

Em sua opinião, a ultradireita radicada em Miami, nos Estados Unidos, não sabe o que fazer para impedir uma nova reaproximação entre Washington e Havana, que considerou uma possibilidade com a chegada de Joe Biden à Casa Branca e o fim do a administração de Donald Trump, caracterizada por sua agressividade para com o país caribenho.

Em relação ao fórum anticubano do dia anterior, o professor de balé minimizou a provocação, que atraiu pessoas dispostas a atacar o país onde nasceram, incluindo intérpretes do tema “Pátria e Vida”.

Na França, a associação Cuba Linda repudiou o show da nova mídia e garantiu que a manipulação dos assalariados do império norte-americano não pode enganar o povo.

Ninguém é mais vida do que Cuba, que os salva em todo o mundo com os seus médicos, alertou em nota rejeitando o evento organizado nas redes sociais, apresentado de forma falsa e promocional como fórum do Parlamento Europeu, apenas porque dois dos seus 705 deputados emprestou seu nome à provocação.

Por sua vez, o Coordenador dos Residentes Cubanos na França afirmou que nenhum mercenário pode usurpar o direito de falar em nome da ilha e de seu povo.

Em nota intitulada “Em meu nome, não”, qualificou de ilegítima o uso por parte de alguns da visibilidade que as empresas transnacionais de comunicação lhe dão “para se ajoelhar a serviço dos inimigos de Cuba e da Revolução que defendemos”.

Eles não nos representam, não nos identificamos com eles, nem eles com nossos valores, insistiram os cubanos residentes na França unidos no Coordenador. (PL)

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, BLOQUEIO VS CUBA, bloqueo contra cuba, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Colombia, Cuba, Economía, Ernesto Samper, Estados Unidos, Ministerio de Turismo (MINTUR), Relaciones Cuba Estados Unidos, Turismo, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, CubavsBloqueo, Injerencia De EEUU, La Unión Europea se posiciona contra el bloqueo | Deixe um comentário

Pontes de amor e contra o bloqueio a Cuba daos Estados Unidos.

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Estados Unidos, #solidaridadvs bloqueo, A guerra dos Estados Unidos, A obsessão dos Estados Unidos, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, bloqueo, bloqueo contra cuba, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Colombia, Cuba, Economía, Ernesto Samper, Estados Unidos, Ministerio de Turismo (MINTUR), Relaciones Cuba Estados Unidos, Turismo, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, Cuba, Donald Trump, Estados Unidos, Marco Rubio, Mario Díaz-Balart, Relaciones bilaterales., CubavsBloqueo, Estados Unidos Vs Cuba, Solidaridad | Deixe um comentário

Acusar falsamente é um crime.

Por Arthur González #Retirado de Razones de Cuba .

Os inimigos de Cuba há anos acusam e caluniam seus funcionários e entidades pelo ódio que sentem contra a Revolução, mas ao fazê-lo cometem um crime pelo qual podem ser punidos, como o fazem outros países.

As leis devem ser respeitadas e quem não corre o risco de ser punido, como é o caso do ex-comissário espanhol José Manuel Villarejo Pérez, a quem a Procuradoria Provincial de Madrid é interpelada por 2 anos de prisão, pelos crimes de calúnia e falsidade denúncia, contra o diretor do Centro Nacional de Inteligência.

Em Cuba, muitos dos que recebem financiamento do governo dos Estados Unidos acusam, difamam e caluniam as autoridades, como parte da guerra midiática que os ianques desencadeiam desde 1959, mas correm o risco de serem punidos pela justiça, assim como o fazem. tribunais espanhóis.

Entre os assalariados cubanos estão Yoani Sánchez e Rosa María Payá Acevedo, ambas fortemente apoiadas por integrantes da máfia terrorista anticubana de Miami, que acumulam uma longa lista de falsas acusações e calúnias que podem levá-los à prisão.

Quem não sabe que Yoani, por ser emigrante na Espanha, foi recrutado pelo agente terrorista da CIA e fugitivo da justiça cubana Carlos Alberto Montaner, para o projeto do blog Generación Y, com o objetivo de atrair jovens e realizar ações subversivas contra a revolução?

La contrarrevolución sesga el futuro de jóvenes al incluirlos en sus  acciones violentas (+Video) › Para pensar en modo QR › Granma - Órgano  oficial del PCC

A lista de mentiras e falsas acusações que a “blogueira” contou é extensa, porém, ela nunca foi processada por seus crimes.

Situação semelhante é a de Rosa María Payá, que, sem uma única prova legal, acusa as autoridades cubanas de serem a causa do acidente de trânsito em que morreu seu pai, ao distribuir dinheiro enviado de Madri por Esperanza Aguirre, por ações provocativas contra o governo. Tal acusação não foi admitida nos tribunais espanhóis por falta de provas, mas os ianques pagam-lhe para continuar com suas mentiras, a fim de criar uma matriz de opinião negativa contra Cuba.

Agora parece que Erika Guevara-Rosas, diretora da Anistia Internacional para as Américas, e José Miguel Vivanco, diretor executivo da Human Rights Watch para as Américas, não sabem a verdade e saíram para defender Yoani Sánchez, diante de um suposta campanha de difamação do governo contra ela.

Antes de acusar Cuba de “violência de gênero” e “intimidar” o blogueiro, a Sra. Erika deve mergulhar em sua história para conhecer suas ações, inicialmente guiadas pela missão diplomática dos Estados Unidos em Havana e depois em Miami durante suas visitas, ou o instruções recebidas no Instituto Lesch Walesa, na Polônia, para que ele saiba quem realmente é a pessoa que defende.

Já o diretor da Anistia Internacional para as Américas e José Miguel Vivanco, diretor executivo da Human Rights Watch, não se perguntaram como foi possível que, em 2008, apenas um ano após o blog Generación Y, Yoani Sánchez tenha sido eleita pela revista TIME entre os 100 pessoas mais influentes do mundo; O jornal espanhol El PAIS a reconheceu entre os 100 hispano-americanos mais importantes e lhe concedeu o prêmio Ortega y Gasset, um dos mais importantes prêmios de jornalismo do mundo?

Nesse mesmo ano de 2008, também foi reconhecida pela revista norte-americana Foreign Policy, considerando-a uma das 10 Intelectuais Mais Influentes da América Latina; A revista Gatopardo do México a nomeou entre os 10 personagens de 2008 e da Deutsche Welle alemã, prêmio The BOBs, (Best of Online Activism) todos esses reconhecimentos internacionais sem ter um trabalho sólido reconhecido, o que confirma a construção intencional de lançá-lo ao mundo como um “jovem adversário” do governo cubano.

2009 também veio repleto de prêmios, entre eles, segundo a revista TIME, um dos 25 Melhores Blogs do ano; o Swiss World Economic Forum apresentou-lhe o prêmio Young Global Leaders Award; a North American University of Columbia concedeu-lhe o Prêmio Maria Moors Cabot; a Pan American Development Foundation, a tela da CIA por seu trabalho subversivo, concedeu-lhe o prêmio Heróis do Hemisfério de 2009; e a televisão Azteca de México lhe concedeu o Terceiro Prêmio no Concurso de Redações Caminos de la Libertad.

Nesse mesmo ano, foi nomeada Herói da Nação, não menos que pelo chamado Conselho para a Liberdade de Cuba, formado pelos contra-revolucionários cubanos em Miami; a revista americana PODER do American Business Council concedeu-lhe o Prêmio pela Liberdade de Imprensa nas Américas; a Fundação Internacional de Jovens Líderes da Argentina concedeu-lhe o Prêmio Jovens Líderes de 2009; O Good Web Guide do Reino Unido elegeu seu Blog como o melhor do mês em dezembro de 2009 e fechou o ano com o prêmio de Protagonista do ano na América, entregue pelo El Diario Exterior de España. A lista continuou em 2010, 2011 e 2012.

Você não precisa ser muito inteligente para descobrir quem puxa esses cordões poderosos, porque ninguém no mundo conseguiu acumular tantos prêmios em apenas dois anos, nem mesmo intelectuais de renome internacional como Gabriel García Márquez, Prêmio Nobel, ou Alejo Carpentier, Prêmio Cervantes.

Não há ódio ou ataques contra ela. Goste ou não dos diretores da Anistia Internacional e dos Direitos Humanos, Yoani trabalha sob as ordens dos ianques, difama e acusa as autoridades sem provas, que segundo o código penal cubano em seu artigo 204, é punido com pena privativa de liberdade a três meses a um ano, para aqueles que difamam publicamente, denegrem ou valorizam menos as instituições da República, as organizações políticas, de massa ou sociais do país ou os heróis e mártires do país.

O artigo 318.º para a Difamação, pune com pena privativa da liberdade de três meses a um ano, que perante terceiros acusem outro de conduta ou acto contrário à honra. O artigo 319 pune por Calúnia, com pena privativa de liberdade de seis meses a dois anos, quem, com conhecimento de causa, divulgar fatos falsos que resultem no descrédito de uma pessoa.

São múltiplas as denúncias de Yoani contra as autoridades e instituições oficiais, notícias falsas e outras ações que podem ser levadas a tribunal, como Rosa María, aquela que mudou os sentimentos por um visto de refugiado político e o compromisso de difamar o governo cubano, em troca por muito dinheiro.

Sábio José Martí ao afirmar:

“A pompa é inimiga da verdade, assim como o luxo é inimigo da honestidade.”

Categories: # Cuba, #Al Qaeda, Associated Press, #CIA, #cuba, #EEUU, estados unidos, MSNBC, NBC,#Reino Unido, #Rusia, Universidad de Lincoln, William Arkin, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, ações subversivas, Acciones contra Cuba, fake news, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CONTRA REVOLUÇÃO EM CUBA, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Contra-revolução cubana, Contrarrevolucion, contrarrevolucionarios anticubanos, #Cuba, guerra mediática, redes sociales, Referéndum Constitucional, Cuba, fake news, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, Manipulacion, Manipulacion Politica, MIAMI, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, Subversão contra Cuba, Subversión | Deixe um comentário

#ThorHeyerdahl e as notícias falsas.

Por Nancy Nuñez Pirez Por Redacción Razones de Cuba

Confieso que estuve un tanto motivada a escribir sobre el explorador amigo de Cuba al publicarse de nuevo en las redes sociales una foto en la que Thor aparece junto a Fidel y, supuestamente, también está con ellos Jill Biden, la esposa del actual presidente de los Estados Unidos. A imagem, com o título ¨ Castro: o grande encantador ”, foi publicada no jornal norueguês ¨Verdens Gang¨ em 18 de novembro de 2003.

Tudo parece indicar que foi retirado do relato do Instagram do Museu Kon-Ti-ki, entidade que o reproduziu após a morte do líder cubano, em 26 de novembro de 2016. O despacho incluía outra imagem e um cartão-postal assinado por o líder da Revolução Cubana em 2014, na qual se dizia:

“Em comemoração ao centenário do nascimento de Thor Heyerdahl, Fidel Castro enviou um cartão. No livro comemorativo do @kontikimuseet encontramos imagens de um agradável encontro entre Castro e Thor Heyerdahl e a sua esposa Jaqueline Beer ”.

Reorganizando as fotos, nestes tempos de confinamento, encontrei as do explorador e etnógrafo norueguês Thor Heyerdahl, fervoroso admirador de Fidel Castro, cuja amizade se desenvolveu em encontros notáveis ​​que tive a oportunidade de desfrutar.

Devido a estes acontecimentos fortuitos da existência, ambos coincidiram, cada um a partir das suas obras, aos 33 anos com situações marcantes na sua história pessoal: Fidel à frente do exército rebelde triunfa ao derrotar a tirania e lidera uma Revolução transformadora, enquanto Thor , Doze anos antes de 1959, embarcou em uma expedição marítima, sem saber nadar, em um barco primitivo, para percorrer 8 mil km da América do Sul à Polinésia, demonstrando que o fluxo migratório entre áreas geográficas se fazia desde então por correntes marinhas tempos prehistoricos.

Voltando às notícias falsas, a mulher que aparece na imagem em questão não é a atual primeira-dama dos Estados Unidos, mas a última esposa de Thor, a ex-atriz e modelo francesa Jacqueline Beer, com quem se casou em 1991, quando tinha 77 anos.

Este tweet afirma que Jill Biden está posando com Heyerdahl e Fidel Castro, mas a mulher na foto é a última esposa de Thor, ex-atriz e modelo francesa Jacqueline Beer.
O Dr. Biden visitou Cuba, mas de 6 a 9 de outubro de 2016, quatorze anos após o falecimento de Thor Heyerdahl e com o objetivo de se reunir com “funcionários do governo e participar de um amplo espectro de cubanos em questões relacionadas à cultura, educação e saúde. , “de acordo com a declaração da Casa Branca de 6 de outubro de 2016.

Thor chegou a Cuba pela primeira vez em novembro de 1985, onde constatou a força destrutiva do poderoso Furacão Kate com ventos entre 150 e 200 km / h. A ponto de partir, lamentou ter partido sem se encontrar com Fidel, que percorria as províncias atingidas pelo meteoro, especificando os estragos para tomar medidas de recuperação.

Fidel tinha na agenda um encontro com o lendário navegador do Kon Ti-ki, mas essas circunstâncias o levaram a convidá-lo a participar do passeio para conversar com tão ilustre visitante. Thor contaria mais tarde sobre a impressão causada pela forte personalidade de Fidel, seu carisma e o estreito vínculo com seu povo. Entre eles havia uma amizade sincera.

Aos 72 anos, quando o conheci, tive a sensação de estar diante de um daqueles vikings que aparecem no cinema. Alto, magro, de olhos azuis, relutante em tolices e manifestações presunçosas, gostava de falar, escrever e ler um bom livro. Ele adorou estar em nosso país e visitar as províncias para aprender mais sobre a identidade cubana.

O experiente explorador admirou os avanços de Cuba em diversos setores, especialmente os da saúde pública e, principalmente, da biotecnologia. Sublinhou que os cubanos alcançaram os padrões científicos, sociais e culturais de primeiro mundo.

Thor teve uma inclinação precoce para a antropologia, sendo um estudante de geografia e etnologia na Universidade de Oslo. Aos 22 anos, recém-casado, foi morar com sua primeira esposa, Liv Coucheron-Top, em uma das ilhas da Polinésia para estudar os costumes e a vida dos diferentes grupos indígenas. Lá permaneceu um ano em condições semelhantes às dos nativos do lugar e, dizia ele, obedecendo a sua preferência pelo contato com a natureza.

Onze anos depois, em 28 de abril de 1947, convencido de que a Polinésia havia sido habitada por povos pré-colombianos, junto com outros exploradores, quatro noruegueses e um sueco, especializado em navegação e comunicações, embarcou na aventura do Kon Ti-ki .

A famosa jangada, construída por artesãos peruanos, tinha um mastro de nove metros de altura e uma vela de 27 quadrados, com a figura da principal divindade polinésia, desenhada por um dos exploradores, Erik Hesselberg. Eles partem de El Callao em 28 de abril de 1947 e navegam para o atol de Raroia, nas ilhas Tuamotu, no Oceano Pacífico, em 7 de agosto do mesmo ano.

Depois da aventura triunfante, em 1951 publicou seu livro narrando a experiência, um sucesso editorial absoluto publicado em 66 idiomas. O produto da venda, disse-me ele na Ligúria italiana, onde tive oportunidade de o visitar, ajudou-o a comprar, a baixo custo, aquele terreno numa vila medieval, junto à Via Julia, uma importante estrada romana construída em o ano 13 dne

Naturalista inato e homem de ação, fez seus próprios móveis com madeira do pequeno bosque de sua propriedade, após restaurar sua casa e a de seus filhos para então viabilizar o abastecimento de água e demais necessidades da família, bem como o necessário para a criação animais e cultivo de alimentos.

Sua última viagem a Cuba foi em fevereiro de 2002, para participar da Feira Internacional do Livro dedicada à França e ao intelectual cubano Miguel Barnet. Dois meses depois foi declarado doente terminal o que, apesar de tudo, permitiu-lhe despedir-se dos seus entes queridos com uma frase proverbial: ¨É chegada a hora de fazer a viagem que estou a perder¨, como se preparasse outra expedição para confirmar o que expressou ao então Secretário-Geral da ONU, Kurt Waldheim, em carta que lhe enviou em 1978, após atear fogo ao navio Tigre em protesto às guerras na região do Mar Vermelho:

“Nosso planeta é maior do que os barcos de junco que nos levaram através do oceano e, ao mesmo tempo, pequeno o suficiente para enfrentar os mesmos perigos, a menos que nós que vivemos nele percebamos que estamos enfrentando uma necessidade desesperada de cooperar de forma inteligente para salvar nós mesmos e nossa civilização do que estamos prestes a se transformar em um naufrágio.

Retirado de Cubaperiodistas

Categories: # Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Estados Unidos, #Fidel, #YoSoyFidel, Barack Obama Bruno Rodríguez ParrillaDonald Trumpoficina del Servicio de Ciudadanía e Inmi, Cuba, fidel castro, Fidel Castro Ruz, Historia de Cuba, joe biden | Deixe um comentário

Não desperdice seu dinheiro.#PatriaOMuerte

Imagem
Categories: # Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CONTRA REVOLUÇÃO EM CUBA, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Contra-revolução cubana, contrarrevolucionarios anticubanos, #Cuba, guerra mediática, redes sociales, Referéndum Constitucional, Economía, Noticias de Cuba, Política, ECONOMIA, economia nacional, MIAMI, Redes sociais, redes sociales | Deixe um comentário

As palavras soam e um dever dos revolucionários em tempos de internet.

Autor: Iroel Sánchez | internet@granma.cu

Nas aulas de Biologia, não me lembro bem se no ensino fundamental ou médio, eles ensinavam reflexos condicionados baseados no trabalho do cientista russo e Prêmio Nobel de Medicina, Ivan Pavlov. Acho que seu experimento é bastante conhecido: ele tocou um metrônomo antes de alimentar um cachorro e observou que, ao ouvir o mesmo som, quando o cachorro não tinha sido alimentado por um tempo, começou a salivar. Mais tarde, ficou na lenda que Pavlov usava um sino e não um metrônomo, mas o princípio é o mesmo: a associação induzida entre certos estímulos e as respostas emitidas. Com base nisso, a Psicologia Comportamental foi aplicada na educação, na publicidade e em muitas outras áreas nos Estados Unidos.

Em sua célebre entrevista a Ignacio Ramonet, Fidel se refere ao uso dessa técnica na propaganda anticomunista: «E estar desinformado não é o mesmo que perder a capacidade de pensar, porque na mente predominam os reflexos: o socialismo é mau, o socialismo é ruim, tira sua autoridade parental, tira sua casa, tira sua esposa. E todos os ignorantes, todos os analfabetos, todos os pobres, todos os explorados repetindo: “O socialismo é mau, o socialismo é mau. É assim que os papagaios são ensinados a falar, os ursos a dançar e a se curvar respeitosamente aos leões. ‘

Noam Chomsky inclui o efeito da propaganda anticomunista entre os cinco filtros que decidem o conteúdo da mídia. Tanto ele quanto Fidel se referiam à situação que existia antes do advento das redes sociais na internet, que, embora certamente tenha democratizado o acesso à comunicação, também fortaleceu hegemonias pré-existentes.

redes sociales

Em um cenário em que os processos acontecem em alta velocidade, o emocional tende a prevalecer sobre o racional, e a chamada egomação – promoção e predomínio de si junto com informações vinculadas ao que é pertinente ou relevante para aquele eu – prevalece sobre si mesmo, interesse no diálogo, aprofundamento e conhecimento dos outros. Sem levar em conta o uso politicamente interessado das redes sociais na Internet, em lugares como o Facebook, consolidou-se um modelo de negócio baseado em lucrar com a justiça própria e vender influência sobre indivíduos e grupos. No caso de Cuba, a esse cenário universal se soma a articulação com um orçamento anual de meio milhão de dólares aportado pelo Governo dos Estados Unidos para influenciar a sociedade da ilha.

À propaganda anticomunista, histórica e universalmente estabelecida pelo discurso dominante e pelo uso manipulado de termos como “democracia”, “direitos humanos” e “liberdade”, soma-se a construção de certas expressões sobre a realidade cubana que, a partir de os imaginários construídos sobre Cuba nessa arcada da tolerância que é Miami, se transferem para a internet como bom senso sobre a Ilha, aproveitando-se situações ocorridas há mais de quatro décadas, nem sempre analisadas em profundidade entre nós –UMAP, «Quinquênio cinzento», atos de repúdio a quem emigrou para o Mariel … -, são retirados do contexto e apresentados como características permanentes, sistêmicas e atuais do socialismo cubano, enquanto tudo que o capitalismo que nos rodeia faz sobre um o dia-a-dia é silenciado em termos de repressão, censura, violência, tortura e exclusões contra maiorias e minorias.

Basta que alguém utilize, sem qualquer demonstração, as palavras censura e repressão, ou a expressão “ato de repúdio”, para que não seja necessário fornecer dados e argumentos, nem analisar os acontecimentos a que se referem: imediatamente uma série de Postagens em que circulam o mundo três frases indignadas escritas por alguém em seu perfil no Facebook. E quando aparecem argumentos e dados que negam aquela leitura apressada, duas coisas acontecem: como quem afirma que a terra é plana, o indignado continua a se apegar à sua “verdade” e ao maquinário que ecoou sua indignação
compromete-se contra aqueles que contribuíram com uma visão mais analítica. É assim que funciona a liberdade de expressão sobre Cuba na Internet.

Em poucos meses vimos esse procedimento ser usado para justificar o derramamento de sangue de porco nos bustos de José Martí, a indignação da bandeira cubana de várias maneiras, a tentativa de ressignificar datas históricas como 27 de novembro, apagar o slogan Pátria o Morte ou alteração do nome da Plaza de la Revolución nos mapas do Google. Mas se você diz que há uma guerra cultural contra Cuba a partir das redes sociais da internet, então você é – por essa maquinaria que mobiliza as reflexões, condicionadas pela propaganda, de milhares de pessoas no Facebook – um extremista, um stalinista tropical que não tolera “pensamento diferente” porque, é claro, é “pensamento” e não propaganda. E não se surpreenda se, infelizmente, você encontrar entre os assinantes dessas declarações pessoas que você considerou críticas, inteligentes e informadas. A capacidade de pensar foi substituída pela reação emocional e tudo pode acontecer. As palavras soaram e aquela tarefa intelectual de estabelecer a verdade não é mais importante, na era da egomização o importante é conseguir gostos, embora muitos deles sejam de trolls e falsos perfis, seu ego ficará inchado e seu cérebro ficará feliz em não ter que se esforçar.

Do nosso lado, além da educação mais abrangente e profunda para formar um cidadão crítico, não manipulado pelos gestores dessa guerra híbrida, é importante entender que o cenário mudou radicalmente; que o interminável curso de provocações que buscam criar uma situação de ingovernabilidade, aproveitando a superioridade tecnológica e midiática que o imperialismo coloca à disposição de seu punhado de servidores em Cuba – mesmo que aspirem a desencadear violência e mortes – não pode contar com outra resposta senão Não é inteligência, sentido político e capacidade analítica evitar cair em emboscadas multiplicadoras e, sem perder firmeza de princípios, estar preparado em todas as partes do país para antever o rumo de cada ação possível, documentar e divulgar a verdadeira versão e a causa dos fatos, e podendo sempre sustentar que a ética e a razão, como o povo, estão do lado da Revolução. Vamos agir assim neste “xadrez de mil peças”, como Fidel chamava a luta ideológica, que agora está sendo transferida, em parte, para a internet, e o povo cubano voltará a vencer.

Categories: # Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CONTRA REVOLUÇÃO EM CUBA, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Contra-revolução cubana, contrarrevolucionarios anticubanos, #Cuba, guerra mediática, redes sociales, Referéndum Constitucional, Fidel Castro y Hugo Chávez., MIAMI, Redes sociais, redes sociales, sonhos de Fidel | Deixe um comentário

Os ensaios e a produção de #VacinasCubanas contra #COVID-19 avançam paralelamente.

Autor: Gladys Leidys Ramos López | internet@granma.cu

Os primeiros dias de março, uma vez aprovado pelo Centro de Controle Estadual de Medicamentos, Equipamentos e Dispositivos Médicos (Cecmed), marcarão o início da fase III dos ensaios clínicos Abdala (CIGB-66) e Soberana 02, da vacina cubana candidatos contra COVID-19 que provaram ser seguros e capazes de alcançar uma resposta imunológica poderosa a este vírus.

Num tour com a imprensa pelas instalações onde se fabricam os antígenos destas possíveis vacinas, o Doutor em Ciências Eduardo Martínez Díaz, presidente do grupo empresarial da Biotecnologia e Indústrias Farmacêuticas de Cuba (BioCubaFarma), anunciou que, em paralelo com In Nesses estudos, continua a produção em escala industrial desses injetáveis.

Presidente da #BioCubaFarma, Dr. Eduardo Martínez Díaz, faz um tour por @CIGBCuba e @centro_cim, instituições do setor onde se obtém o insumo farmacêutico ativo de vacinas candidatas. # Soberana01, # Soberana02, #Abdala e #mambisa

Imagen

Em relação ao candidato Abdala, concretamente, o Presidente da República, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, elogiou no Twitter que “já começa a ser produzido em grande escala no prestigiado Laboratório AICA. Lotes prontos para a terceira fase do ensaio clínico, em Santiago e Guantánamo, a partir de março. Notícias que encorajam, mas não dão motivos para descuidos.

Em relação ao ensaio Soberana 02, o Doutor em Ciências Vicente Vérez Bencomo, diretor geral do Finlay Vaccine Institute, destacou que na fase III deste estudo participarão cerca de 44.000 voluntários, enquanto será realizado um ensaio de intervenção, que deve incluir mais de 1 000 000 assuntos.

Em ambos os casos, acrescentou, o objetivo é medir a eficácia da vacina contra a infecção, questão que, até agora, não foi analisada em nenhum dos candidatos, além do fato de que este segundo ensaio permitirá mais pessoas a serem imunizadas.

O mestre em ciências Eduardo Ojito Magaz, diretor do Centro de Imunologia Molecular (CIM), instituição responsável pela fabricação do antígeno que funciona como matéria-prima das vacinas Sovereign, afirmou que as mais de 300.000 doses do Sovereign 02, necessárias para o ensaio, já são produzidos; enquanto atualmente se concentra naqueles necessários para o estudo simultâneo.

Marta Ayala Ávila, membro do Bureau Político do Partido e diretora-geral do Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia (CIGB), garantiu que esta instituição, que passou a se dedicar à produção do antígeno dos candidatos Abdala e Mambisa (CIGB-669), tem para isso, com a experiência de mais de 30 anos em produções desta natureza, especificamente com o uso da levedura pichia pastoris, que é utilizada na fabricação de vacinas de subunidades proteicas.

Categories: # Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, DIAZ CANEL, O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud | Deixe um comentário

O que o Fundo Nacional para a Democracia paga pelo que está perturbando a tranquilidade do seu bairro em #Cuba .

Se você quer saber por que a tranquilidade do seu bairro se altera em #Cuba, de onde vêm “militantes” que não nasceram e por que você não reconhece seu país nas manchetes da imprensa estrangeira, descubra o que paga o National Endowment para a democracia para isso.

Imagem
Imagem
Categories: # Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, A força-tarefa e a guerra na internet contra Cuba, ações subversivas, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, Acciones contra Cuba, fake news, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, CONTRA REVOLUÇÃO EM CUBA, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, contrarrevolucionarios anticubanos, #Cuba, guerra mediática, redes sociales, Referéndum Constitucional, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, Injerencia De EEUU, Manipulacion, Manipulacion Politica, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, Redes sociais, Subversão contra Cuba, Subversión | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: