MasMedicos

Eles premiam a excelência do Hospital Cubano em Dukhan, Catar

O Instituto Nacional de Qualidade da Saúde do Catar concedeu na quarta-feira o prêmio anual Estrelas de Excelência ao Hospital Cubano em Dukhan, por reconhecer a equipe de profilaxia da trombose venosa com o prêmio National Collaboration for Patient Safety por compromisso contínuo, dedicação e trabalho duro.

El Hospital Cubano en Catar fue abierto en 2012 para brindar servicios generales y de emergencia, con una capacidad de 75 camas.

Segundo o instituto, esses dois importantes prêmios foram concedidos por terem alcançado excelência na qualidade da saúde e segurança do paciente. Ambos os prêmios são concedidos anualmente pelo Ministério da Saúde do Catar e todos os hospitais do país optam por eles.

Por seu lado, o ministro da Saúde de Cuba, José Angel Portal Miranda, disse que esses prêmios são adicionados aos numerosos que o Hospital Cubano de Dukhan recebe desde a sua fundação.

Além disso, ele enfatizou que esses prêmios fizeram dele uma jóia dos serviços médicos da área, de acordo com a mídia e as autoridades do Catar.

“Do Ministério da Saúde Pública de Cuba, parabéns a todos os profissionais de saúde cubanos que trabalham no Hospital Cubano Dukhan, no Catar”, escreveu o ministro em suas redes sociais.

O Hospital Cubano no Catar foi aberto em 2012 para fornecer serviços gerais e de emergência, com capacidade para 75 leitos; Existem médicos na ilha especializados em estomatologia, obstetrícia, ginecologia, oftalmologia, ortopedia, pediatria, reabilitação, urologia, neurologia e cardiologia, entre outros.

Da mesma forma, a Hamad Medical Corporation, principal prestadora de serviços de saúde pública no Catar, afirma que a existência desse hospital exclusivo é resultado de uma parceria duradoura entre as duas nações.

Categories: #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, ·Medicos Cubanos, MasMedicos, MasQueMedicos, Programa de Médicos, Uncategorized | Etiquetas: , , , , ,

Eles retornam vitoriosos

Com a chegada, no início da manhã, de 207 profissionais de saúde cubanos que estavam na Bolívia, 431 profissionais que retornaram à pátria, depois que um primeiro grupo voltou neste sábado.

Llegada de los primeros 224 colaboradores de la salud que se encontraban en Bolivia al efectuarse el golpe de estado. Fueron recibidos por Roberto Morales Ojeda, vicepresidente del Consejo de Ministro y Bruno Rodríguez Parrila, ministro de Relaciones Exteriores; ambos miembros del Buró Político y el Ministro de Salud, así como otras autoridades.

Desde o início da colaboração na Bolívia, 73 330 447 consultas foram realizadas. Foto: Juvenal Balán
Com a chegada, no início da manhã, de 207 profissionais de saúde cubanos que estavam na Bolívia, 431 profissionais já retornaram à Pátria, depois que um primeiro grupo voltou neste sábado.

Entre os que foram recebidos no Aeroporto Internacional José Martí pelo membro do Bureau Político do Partido, Roberto Morales Ojeda, vice-presidente do Conselho de Ministros, e José Ángel Portal Miranda, ministro da Saúde Pública, entre outras autoridades, estavam Amparo García, Idalberto Delgado, Ramón Emilio Álvarez e Alexander Torres, que foram detidos arbitrária e injustamente em 13 de novembro.

Regresa a Cuba segundo grupo de médicos procedentes de Bolivia

No sábado, o abraço dos cubanos chegou aos 224 membros da brigada médica na Bolívia que estavam voltando para casa, através de Morales Ojeda e do membro do Bureau Político Bruno Rodríguez Parrilla, Ministro das Relações Exteriores; assim como Portal Miranda, e Marta Oramas Rivero, Primeira Vice-Ministra de Transportes.

“Voltamos vitoriosos”, disse Nirza García Valdés, especialista em cirurgia geral, em nome dos colaboradores; enquanto o Ministro da Saúde Pública de Cuba, encarregado das palavras de boas-vindas, disse que “continuaremos oferecendo nossas experiências e prestando nossa assistência solidária”.
A colaboração médica cubana na Bolívia começou em 1985 e, como resultado, 17 684 profissionais de saúde contribuíram nesse país.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #colaboracion medica cubana, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, ·Medicos Cubanos, bloqueio econômico, cooperação médica cubana, MasMedicos, MasQueMedicos, Medicina de Família, criada pelo Comandante em Chefe Fidel Castro em 1984,, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

O estranho pluralismo da mídia sobre os médicos cubanos. De Iroel Sánchez

Resultado de imagen de fotos de medicos cubanos

Os meios de comunicação parecem concordar que em um país como Cuba não há liberdade de expressão e pluralismo, enquanto estes abundam na imprensa capitalista. No entanto, algo de estranho parece estar acontecendo nos últimos dias, como resultado da retirada dos mais de 8.000 profissionais de saúde cubanos que trabalharam no programa de Médicos no Brasil, depois que o Ministério da Saúde de Cuba declarou que o presidente eleito daquele país, Jair Bolsonaro, “com referências diretas, pejorativas e ameaçadoras à presença de nossos médicos, declarou e reiterou que modificará os termos e condições do Programa Mais Médicos, com desrespeito à Organização Pan-Americana da Saúde e concordou com isso com Cuba. ” Continuar a ler

Categories: #CubaCoopera, Jair Bolsonaro, MasMedicos, MasQueMedicos, Medicos en Brasil, Organiacion Panamericana de la Salud, Prensa Capitalista, Uncategorized | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: