antilatinoamericano

Cuba sem Covid-19, mas preparado

Até o momento, Cuba permanece sem os casos do Covid-19, uma doença que já atinge 73 países, com mais de 90 850 pessoas infectadas em todo o mundo, das quais mais de 3 100 morreram. Do número de mortes, 166 são relatadas fora da China, a nação onde o patógeno brotou.

Captura de pantalla COVID-19-InfoCU.

Mesmo que ninguém com essa condição tenha sido relatado, o sistema nacional de saúde das Grandes Antilhas faz suas previsões. Estes têm sua essência na prática de uma medicina preventiva, baseada em um modelo social no nível primário, capaz de atuar na ordem educacional e profilática, para evitar maiores males. É baseado no princípio de que ninguém fica desabrigado neste país. Possui também centros hospitalares especializados e métodos de diagnóstico para lidar com essa situação, além da experiência e profissionalismo de seus médicos, que atuam em situações de emergência em diferentes latitudes.

A previsão foi de uma qualidade com a qual Cuba enfrentou diferentes desafios e, se nas Américas houver 119 pacientes que contraíram o vírus, é mais necessário estar preparado e informado. Argentina (1), Brasil (2), Canadá (33), Chile (1), Equador (7), México (5), República Dominicana (1) e Estados Unidos (66), além de territórios franceses no exterior, San Bartolomé (1) e San Martín (2) são, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), os países que relataram a presença da doença.

O risco da presença do Covid-19 para qualquer nação é muito alto, pois isso foi avaliado pelos níveis global e regional; Embora a segurança oferecida pelo sistema social cubano seja notória, ninguém deve agir de forma irresponsável diante dessa pandemia. (Redação Nacional)

Categories: #salud, antilatinoamericano, epidemia, Latinoamerica, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, SALUD, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , , | Deixe um comentário

Confirme o primeiro caso do novo coronavírus na América Latina

O Ministério da Saúde do Brasil confirmou nesta quarta-feira o primeiro caso de infecção pelo novo coronavírus de um cidadão brasileiro que está em São Paulo e que passou 10 dias na Itália em fevereiro deste ano. Este é o primeiro caso na América Latina.

“O diagnóstico inicial foi confirmado”, explicou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em entrevista coletiva em Brasília, acrescentando que o comitê de emergência está reunido em São Paulo e nesta tarde haverá uma reunião para discutir as ações a serem tomadas. .

“Não muda muito em relação aos outros casos suspeitos, mas agora temos uma patologia confirmada”, afirmou o ministro.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANSA) está trabalhando para identificar todas as pessoas que mantiveram contato com a pessoa afetada como medida de prevenção. A lista de passageiros que viajaram no mesmo voo também foi solicitada.

Confirman el primer caso del nuevo coronavirus en América Latina

Um brasileiro de 61 anos
Em 25 de fevereiro, o hospital Albert Einstein, em São Paulo, recebeu uma notificação sobre um caso suspeito de um homem de 61 anos que residia em São Paulo e visitou a região da Lombardia, no norte da Itália, entre 9 e 21 anos. este mês. Neste país europeu, houve o maior surto de covid-19 fora da Ásia, com 12 mortos e 322 casos confirmados.

Na terça-feira, o paciente apresentou sinais e sintomas leves compatíveis com doença de coronavírus, como febre, tosse seca, dor de garganta e coriza.

O hospital adotou “todas as medidas preventivas” e realizou testes para vírus respiratórios comuns, bem como o teste específico para a covid-19, conforme recomendado pela Organização Mundial da Saúde. Os resultados preliminares foram positivos e foram enviados ao laboratório nacional de referência, o Instituto Adolfo Lutz, para verificação, onde foi realizado um contra-teste, que confirmou que é um caso de contágio. Continuar a ler

Categories: #Brasil, #China#EEUU#Iran#Nicaragua.barco hospital naval Arca de la Paz, #salud, antilatinoamericano, China, epidemia, Latinoamerica, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, SALUD, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Condor Planeje um fantasma que persiga os Estados Unidos.

As comunicações diplomáticas e militares de várias nações latino-americanas foram ativamente monitoradas por décadas pela inteligência dos Estados Unidos (EUA), usando máquinas de criptografia fornecidas pela empresa suíça Crypto AG, uma empresa de propriedade secreta da Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA) e a agência de inteligência alemã BND.

Os governos ditatoriais da América Latina adquiriram máquinas Crypto AG na segunda metade do século passado para executar o Plano Condor, um sistema continental caracterizado pelo extermínio e desaparecimentos forçados de opositores políticos de esquerda.

Em novembro de 1975, em Santiago, Chile, durante a reunião inaugural da operação, patrocinada pelo regime Augusto Pinochet, os líderes militares de cinco ditaduras do continente assinaram um acordo para usar um sistema de criptografia.

Os equipamentos adquiridos inicialmente foram o Crypto CX-52, mas, em 1977, eles decidiram atualizar para o Crypto H-4605, sem saber que os dispositivos eram manipulados e que os EUA Eu os usei para espionar as comunicações.

De acordo com a mídia do país do norte, os documentos mostram que os funcionários da CIA ficaram alarmados com os abusos dos direitos humanos, mas os arquivos não revelam qualquer esforço substancial das agências de espionagem ou altos funcionários para detê-los.

No plano Condor, países como Chile, Paraguai, Bolívia, Brasil, Uruguai e Argentina estavam envolvidos, mas além disso, a Crypto AG vendeu máquinas manipuladas para mais de 100 nações, incluindo Irã, Egito, Paquistão, Arábia Saudita, Itália, México, Peru, Colômbia, Venezuela e Nicarágua.

Levando em conta os países que adquiriram as máquinas Crypto AG e as datas em que foram operadas, a inteligência dos EUA. Ele ficou imediatamente ciente dos massacres na Indonésia, dos abusos do apartheid na África do Sul, do golpe militar de 1973 no Chile e do golpe de 1976 na Argentina.

Também sobre o assassinato do ex-ministro das Relações Exteriores do Chile, Orlando Letelier, em Washington, em 1976, a crise dos reféns no Irã em 1979, a revolução sandinista na Nicarágua, a Guerra das Malvinas, caso em que o governo Ronald Reagan entregou dados de inteligência ao Reino Unidos, entre outros.

No entanto, a investigação indica que os principais adversários de Washington, a antiga União Soviética (URSS) e a China, nunca foram clientes da Crypto AG, porque suspeitavam de seus laços com o Ocidente.

A empresa Crypto AG foi liquidada em 2018 e duas empresas, CyOne Security, dedicaram-se à venda de sistemas de segurança ao governo suíço e à Crypto International. Eles adquiriram seus ativos. Embora os novos proprietários afirmem que não têm conexão com serviços de inteligência, a CyOne mantém o mesmo diretor executivo da Crypto AG nas últimas duas décadas.

Em abril do ano passado, dos EUA para a Argentina desclassificaram documentos que revelam o terrorismo de estado das ditaduras e como foi realizado o Plano Condor, que mostrou seu conhecimento sobre a operação.

Categories: "Las izquierdas latinoamericanas debemos pensar porque los pobres ya no no apoyan tanto", #AmericaLatina, #China#EEUU#Iran#Nicaragua.barco hospital naval Arca de la Paz, #CIA, #Conspiracion, 70 bases nos EUA. em toda a América Latina, a luta continua, ações intervencionistas dos EUA, Agencia Central de Inteligencia de Estados Unidos (CIA), América Latina e do Caribe como Zona de Paz, América Latina y el Caribe, Americam Latina, antilatinoamericano, CIA, CIA desenvolveu a famosa Operação Mockingbird, iniciado nos primeiros anos 50 século, CIA Mike Pompeo, discurso agressivo e ofensivo contra a América Latina, eeuu, EUA contra a América Latina, interesses dos EUA, INTERVENÇÕES HUMANITÁRIAS DOS EUA, tirar a América Latina das garras dos #EUA, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Para assistir com olhos de filme

Alejandra Morejón Fuentes, Danna Marquez Salgado
digital@juventudrebelde.cu
Com o slogan Olhos que você vê começará a partir desta quinta-feira e até 15 de dezembro, dia 41. Festival Internacional de Novo Cinema Latino-Americano em Havana, dedicado ao renomado cineasta Santiago Álvarez e aos 60 anos do Instituto Cubano de Arte e Indústria Cinematográfica (Icaic).

Los protagonistas de La odisea de los giles, el filme que abrirá la fiesta del séptimo arte en Cuba.

Durante os dez dias do evento, 300 amostras de 37 países serão apresentadas nas diferentes salas do circuito de 23. Dos filmes que serão exibidos, 210 pertencem a países da América Latina e o restante a europeus como Alemanha, França, Espanha e Grã-Bretanha, segundo Os organizadores do Festival foram anunciados recentemente.

A gala inaugural, realizada pelo Ballet Nacional de Cuba, começará às seis da tarde no teatro Karl Marx em homenagem à bailarina premium Assoluta Alicia Alonso. Além disso, o filme La odisea de los giles, do diretor argentino Sebastián Borensztein, será exibido.

Os trabalhos que serão apresentados abordam questões como diversidade sexual e a atual realidade latino-americana. Entre eles, o filme cubano Finding Casal, de Jorge Luis Sánchez González; Spider, uma colaboração entre Chile, Argentina e Brasil, sob a direção de Andrés Wood, entre outros.

Desde as nove da manhã até o início da abertura do Festival, o Ministério da Cultura enviou um tweet com as tags #OjosQueVen, #FestivalCineHabana, #ConLaMismaEstrella e #CubaEsCultura. As plataformas a seguir serão @CubaCultura, @FestivalCineHabana, @Cubacine, @ElPeriodicoCubarte e @Cwrevista.

Categories: "Las izquierdas latinoamericanas debemos pensar porque los pobres ya no no apoyan tanto", "para Cuba Eu até ando de bicicleta, # Cuba, antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, antilatinoamericano, Festival do Novo Cinema Latino-americano, Latinoamerica, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Os 41 anos de Havana como capital do cinema contra-hegemônico

O Festival Internacional do Novo Cinema Latino-Americano foi inaugurado ontem

Autor:  | internet@granma.cu

Foto: Tirada da Internet

Quarenta e um anos atrás, Havana já recebeu cineastas da América Latina e do resto do mundo em uma reunião cinematográfica que possibilita a convergência e o crescimento dos participantes e do público em geral. O Festival Internacional do Novo Cinema Latino-Americano – dedicado desta vez ao centenário de Santiago Álvarez, 60 anos do Icaic e 60 anos da Revolução Cubana – bate às portas desta animada cidade.

Hoje, às seis horas da tarde, o Teatro Karl Marx sediará cineastas, artistas, roteiristas e público em uma gala inaugural, onde, pela primeira vez neste festival de cinema, será apresentado o Balé Nacional de Cuba, em homenagem a sua prima bailarina assoluta Alicia Alonso. A odisseia dos giles, longa de ficção de Sebastián Borensztein, será o filme que abrirá o evento, no qual 167 obras, em oito seções, disputarão Coral.

Categories: "Las izquierdas latinoamericanas debemos pensar porque los pobres ya no no apoyan tanto", antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, antilatinoamericano, arte, Cine, Comunidad de Estados Latinoamericanos y Caribeños (CELAC), Cuba, Organización de Estados Americanos (OEA), Festival do Novo Cinema Latino-americano, Latinoamerica, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Nossa América antes do ataque do imperialismo e das oligarquias

Autor: Ministério das Relações Exteriores de Cuba | internet@granma.cuDeclaración de @CubaMINREX

Os eventos mais recentes da região confirmam o governo dos Estados Unidos e as oligarquias reacionárias como os principais responsáveis ​​pela perigosa convulsão e instabilidade política e social da América Latina e do Caribe.

Conforme previsto em 1º de janeiro de 2019, o Primeiro Secretário do Partido Comunista de Cuba, General do Exército Raúl Castro Ruz: “Os que estão empolgados com a restauração do domínio imperialista em nossa região devem entender que a América Latina e o Caribe mudaram e o mundo também (…) A região se assemelha a um prado em tempos de seca. Uma faísca pode gerar um incêndio incontrolável que prejudicaria os interesses nacionais de todos. ”

O presidente Donald Trump proclama a validade da Doutrina Monroe e apela ao McCarthyism para preservar o domínio imperialista sobre os recursos naturais da região, impedir o exercício da soberania nacional e as aspirações à integração e cooperação regionais; tentar restabelecer sua hegemonia unipolar em todo o mundo e hemisférica; eliminar modelos progressivos, revolucionários e alternativos ao capitalismo selvagem; reverter as conquistas políticas e sociais e impor modelos neoliberais, independentemente do Direito Internacional, das regras do jogo da democracia representativa, do meio ambiente ou do bem-estar dos povos.

O secretário de Estado Mike Pompeo acusou Cuba e Venezuela ameaçadoramente na segunda-feira, 2 de dezembro, de aproveitar e ajudar a aumentar a turbulência nos países da região. Deturpa e manipula a realidade e oculta, como elemento central da instabilidade regional, a intervenção permanente dos Estados Unidos na América Latina e no Caribe. Continuar a ler

Categories: "Las izquierdas latinoamericanas debemos pensar porque los pobres ya no no apoyan tanto", #Donald Trump, #Estados Unidos, #Trump, @Trump, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, antilatinoamericano, Comunidad de Estados Latinoamericanos y Caribeños (CELAC), Cuba, Organización de Estados Americanos (OEA), Donald Trump, FORA TRUMP, Latinoamerica, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Trump Google, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Apresentando credenciais

Eduardo Bolsonaro, hijo del nuevo mandatario brasileño, presentó sus «credenciales» al secretario general de la OEA, Luis Amagro; sus sonrisas lo dicen todo.

Eduardo Bolsonaro, filho do novo presidente brasileiro, apresentou suas “credenciais” ao secretário-geral da OEA, Luis Amagro; Seus sorrisos dizem tudo. Foto: Página 12
Sem perder tempo, Jair Bolsonaro enviou seu filho Edward para Washington, enquanto esperava em casa Trump enviado irá transmitir a mensagem de que apoiar a sua antilatinoamericano rápida ascensão. Continuar a ler

Categories: #Luis Almagro, antilatinoamericano, Departamento de Estado, Dilma Rouseff, Eduardo Bolsonaro, Uncategorized | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: