Donald Trump, Estados Unidos

Trump aconselha Greta Thunberg a “relaxar” e ir ao cinema

Em sua conta no Twitter, o inquilino da Casa Branca descreveu como “ridícula” a nomeação do jovem ecologista como pessoa do ano pela revista Time e deixou cair que a garota tem um “problema de controle da raiva”.

Trump aconseja a Greta Thunberg que "se relaje" y vaya al cine

A ativista Greta Thunberg olha para o presidente dos EUA, Donald Trump, em Nova York, EUA, Andrew Hofstetter / Reuters

“Ridículo.” Foi assim que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, avaliou a nomeação de Greta Thunberg como pessoa do ano de 2019 pela revista Time.

Em um tweet escrito quinta-feira em sua conta no Twitter, o presidente dos EUA compartilhou a capa do Time com a imagem da jovem ativista sueca, comentando que “Greta deve trabalhar em seu problema de controle da raiva” para saber o que ela deve ver. “Um bom filme de antes com um amigo”.

O jovem ecologista reagiu logo. Quando não passou uma hora desde o tweet do presidente americano, a garota mudou a descrição de seu perfil na rede social, onde escreveu: “Uma adolescente que trabalha com seu problema de controle da raiva. Atualmente, ela está relaxando e assistindo um bom filme de antes com um amigo “.

Nesta quarta-feira, a revista Time anunciou que o título de pessoa do ano de 2019 recai sobre a ativista sueca de 16 anos, conhecida por sua intensa luta contra as mudanças climáticas. O presidente Trump foi outro candidato, juntamente com sua rival política Nancy Pelosi, seu colega chinês Xi Jinping e o cofundador do Facebook Mark Zuckerberg, entre outros.

Thunberg já havia sido destacado pela mesma mídia como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo. A lista, composta por figuras públicas que inspiraram outras pessoas, positiva ou negativamente, está dividida em cinco categorias: ‘pioneiros’, ‘titãs’, ‘artistas’, ‘líderes’ e ‘ícones’. A jovem sueca entrou na quarta categoria, sendo um dos 26 líderes mais proeminentes deste ano.

Categories: #Donald Trump, #Estados Unidos, @Trump, Acordo Climatico, Aquecimento Global, Mudanças Climáticas, Meio Ambiente, Oceanos, Temperaturas, clima, Condições climatéricas, Donald Trump, Donald Trump, Estados Unidos, FORA TRUMP, MEDIO AMBIENTE, Mudança climática, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Trump Google, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Sobre o que Lavrov e Pompeo conversaram após uma reunião em Washington?

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, e o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, se encontraram na terça-feira em Washington, em uma reunião a portas fechadas, sem acesso à imprensa, na qual eles trocaram opiniões sobre questões internacionais e assuntos atuais. .

Ambos viajaran la Casa Blanca, donde se reunirán con el presidente estadounidense Donald Trump.

Após a reunião, os dois funcionários compareceram à imprensa, onde Lavrov convidou Pompeo a visitar a Rússia quando julgar apropriado, um convite que foi aceito pela autoridade dos EUA.

A visita de Lavrov ao programa Washigton também incluiu uma reunião com o presidente dos EUA, Donald Trump.

No final da reunião, Lavrov disse que a Rússia está disposta a ajudar a promover as relações entre os Estados Unidos e a Coréia do Norte e superar o impasse em que se encontra.

“A Coréia do Norte não pode ser obrigada a fazer tudo de uma só vez, e somente depois de retornar à solução do problema de sua segurança, ao levantamento de sanções e assim por diante”, disse o diplomata russo. Continuar a ler

Categories: #China#EEUU#Iran#Nicaragua.barco hospital naval Arca de la Paz, #Rússia, #Trump, @Trump, Donald Trump, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, eeuu, Estados Unidos, Nicolás Maduro Moros, Política, Rússia, Sociedade, Venezuela, FORA TRUMP, propaganda contra Cuba, Venezuela, Nicarágua, Irã, Rússia e China,, relações bilaterais, o governo Donald Trump, RUSSIA, Trump Google, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Direitos atropelados

São os Estados Unidos, de longe, o país onde os direitos humanos são mais violados.

Autor:  | internet@granma.cu

derechos humanosFoto: Granma

Sem celebrações ou discursos de desculpas e cheio de mentiras, poderia ser neste dia 10 de dezembro – Dia dos Direitos Humanos – um dia de lamentável vergonha para o governo americano de Donald Trump, por suas violações flagrantes e contínuas desses direitos.

Mas precisamos ouvir! Ele e sua equipe de falcões, quando acusam outros governos e países por “desrespeitá-los”.

Trump, Pompeo e o já defendido John Bolton foram capazes de compor uma história de mentiroso, onde os violadores de direitos humanos são invariavelmente Cuba, Venezuela e Nicarágua. Enquanto isso, os Estados Unidos sempre aparecem como o “grande guardião” do que ele pisotea todos os dias.

Pobres aqueles que “engolem” tantas falácias e criam histórias adoçadas em uma sociedade que “ilumina” seu desenvolvimento com a venda de armas para fazer guerras e matar; o construir muros para separar países; ou sancionar populações inteiras de outras nações pelo “crime” único de não compartilhar uma ideologia racista e xenofóbica, onde a única coisa que tem valor é dinheiro.

Deve ser denunciado, todos os dias, com maior força, para que todos saibam: nos Estados Unidos, nenhum dos preceitos relacionados aos direitos humanos é cumprido. Pelo contrário, eles são violados como em nenhum outro lugar.

Talvez por isso, e para que seus ouvidos não explodissem diante de tantas queixas, o presidente Donald Trump levou seu país, em junho de 2018, ao Conselho de Direitos Humanos da ONU.

No mesmo ano, em setembro, o ex-conselheiro de Segurança Nacional John Bolton anunciou que o governo Trump não cooperaria com o Tribunal Penal Internacional (TPI) e ameaçaria uma série de represálias se as investigações do TPI envolverem cidadãos dos EUA. .

Vamos colocar apenas dez exemplos, retirados de relatórios e da grande mídia, que retiram milhares de violações de todos os tipos que o governo dos Estados Unidos faz, apóia ou oculta.

SOMENTE DEZ EXEMPLOS

De acordo com o Comitê da ONG Cidadãos para Crianças, aproximadamente 32.000 crianças menores de 18 anos são confinadas anualmente em prisões para adultos. Cerca de 1.300 pessoas têm sentenças de prisão perpétua sem liberdade por crimes cometidos enquanto crianças ou menores de 18 anos.
O Washington Post informou que, até o início de outubro, a polícia havia baleado e matado 876 pessoas. Dos mortos, 22% eram afro-americanos. Das pessoas desarmadas mortas pela polícia, 39% são afro-americanas.
As prisões estaduais e federais e prisões do país continuam a abrigar mais de 2 milhões de pessoas, enquanto outros 4,5 milhões estavam em liberdade condicional ou sob fiança.
Os Estados Unidos mantêm 31 homens presos sem acusação por tempo indeterminado na prisão da base militar ilegal em Guantánamo, que está lá há 12 anos ou mais.
Segundo os Direitos Humanos, os lares de idosos nos Estados Unidos administram medicamentos anti-psicóticos aos idosos com demência para controlar seu comportamento. Essa prática abusiva permanece generalizada e pode resultar em tratamento cruel, desumano ou degradante.
Nos Estados Unidos, cerca de 6,8 milhões de pessoas entre dez e 17 anos não têm acesso garantido a alimentos.
Um em cada sete americanos, ou seja, pelo menos 45 milhões de pessoas, vive na pobreza, segundo o Daily Mail.
Mais de 2.500 famílias de imigrantes foram separadas à força na fronteira EUA-México, como parte do plano de “Tolerância Zero” imposto por Trump. Até crianças deficientes são enjauladas, como aconteceu com uma criança com menos de dez anos com síndrome de Down.
Das 15 mortes mais recentes de imigrantes detidos na fronteira mexicana, a Human Rights Watch constatou que oito estavam relacionadas a cuidados médicos precários.
Erick Altuve morreu em 26 de maio em Caracas aos 11 anos. É a quarta criança que morreu esperando por um transplante de medula óssea que seria realizado na Itália e que, devido ao bloqueio dos EUA da empresa petrolífera venezuelana PVDSA em bancos estrangeiros, não pôde ser executado.
Não relato aqui outras violações dos governos dos EUA, mas os mais de um milhão de mortos, mutilados e feridos durante o bombardeio do Iraque podem aparecer; os da Síria foram vítimas de “danos colaterais” causados ​​pela aviação americana; aqueles em risco igual no Afeganistão; a tortura mundialmente conhecida nas prisões aberta pelo Pentágono em Abu Ghraib, Guantánamo e outros “lugares sombrios” onde milhares de “suspeitos” foram presos e detidos pelo único motivo de terem uma fisionomia árabe.

Por tudo isso e muito mais, vale lembrar que, em 10 de dezembro de 1948, quando as Nações Unidas aprovaram a Declaração Universal dos Direitos Humanos, a humanidade certamente pensou que após a Segunda Guerra Mundial, um mundo onde os fundamentos eram respeitados os direitos das pessoas garantiriam o objetivo principal: paz.

Mas a vida mostrou outra coisa e os Estados Unidos são os principais responsáveis por não realizar esse desejo.

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #solidaridadvs bloqueo, #Trump, @Trump, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, bloqueo contra cuba, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Colombia, Cuba, Economía, Ernesto Samper, Estados Unidos, Ministerio de Turismo (MINTUR), Relaciones Cuba Estados Unidos, Turismo, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, CubavsBloqueo, Derechos Humanos, Donald Trump, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Donald Trump, Estados Unidos, El 10 de diciembre, Día de los Derechos Humanos, FORA TRUMP, La Unión Europea se posiciona contra el bloqueo, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Trump, sobre a investigação do FBI: “É uma tentativa de derrubar o governo”

Departamento de Justiça dos EUA Ele descobriu que o FBI tinha um motivo adequado em 2016 para abrir uma investigação sobre os supostos vínculos da campanha de Trump com a Rússia.

Trump, sobre la investigación del FBI: "Es un intento de derrocamiento del Gobierno"

O presidente dos EUA , Donald Trump, na Casa Branca, Washington, em 9 de dezembro de 2019.
Tom Brenner / Reuters
O inspetor-geral do Departamento de Justiça dos EUA, Michael Horowitz, publicou a revisão interna esperada sobre as origens da investigação sobre os supostos vínculos da campanha presidencial de Donald Trump com a Rússia. Segundo o documento, o FBI tinha um motivo adequado em 2016 para abrir essa investigação.

O relatório Horowitz também revelou que, embora o lançamento da investigação tenha cumprido as políticas do Departamento de Justiça e do FBI, há “preocupações importantes sobre como certos aspectos da investigação foram realizados e monitorados”.

“Foi uma derrubada do governo, foi uma tentativa de derrubada, e muitas pessoas participaram”, disse o presidente Donald Trump, comentando os resultados da investigação de Horowitz. Continuar a ler

Categories: #Donald Trump, #Estados Unidos, #Trump, @Trump, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, confrontar Donald Trump da câmara baixa, Cuba, Donald Trump, Estados Unidos, Iglesia, Ley Helms-Burton, Relaciones Cuba Estados Unidos, Religión, Cuba, Donald Trump, Estados Unidos, Marco Rubio, Mario Díaz-Balart, Relaciones bilaterales., Donald Trump, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Trump Google, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Rejeitam o aumento das detenções ilegais de jornalistas na Colômbia

A Fundação para a Liberdade de Imprensa (FLIP) rejeitou “o enorme aumento de detenções ilegais da Polícia Nacional para repórteres em várias cidades da Colômbia”. Entre 5 e 7 de dezembro, a FLIP documentou três casos de detenções arbitrárias que afetaram pelo menos seis repórteres nas cidades de Bucaramanga, Medellín e Bogotá, afirmou em comunicado.

Entre 21 de novembro e 7 de dezembro, a FLIP documentou que pelo menos 19 repórteres foram detidos ilegalmente. Foto: notimerica.com

A esse respeito, ele disse que os anteriores são adicionados aos casos desse tipo que começaram em 21 de novembro com a greve nacional, após o qual foram desencadeadas ações diárias de protestos contra o governo.

Entre 21 de novembro e 7 de dezembro, a FLIP documentou que pelo menos 19 repórteres foram detidos ilegalmente.

Apesar dos repetidos apelos à Polícia Nacional para garantir o trabalho da imprensa, a instituição não encontrou canais efetivos que evitem ataques a jornalistas.

Pelo contrário, vários de seus membros agiram com desdém contra o trabalho dos repórteres, violando, entre outros, as disposições da Constituição Política e do Código Policial, observou.

Segundo o comunicado, “o aumento incomum de detenções estabelece padrões semelhantes na conduta dos funcionários e faz com que a FLIP questione se os uniformizados estão recebendo uma diretriz segundo a qual o trabalho da imprensa deve ser impedido”.

Na quinta-feira, 5 de dezembro, a jornalista María Montiel, da Colombia Informa, foi presa após deixar um evento cultural. A repórter diz que foi agredida física e psicologicamente durante sua detenção, pois não tinha permissão para comer e teve que permanecer em pé, amarrada com as algemas às barras da cela.

Montiel foi libertado depois que o Ministério Público determinou que não havia apoio para as acusações contra ele. A jornalista já havia sido atacada pelo Esquadrão Mobile Riot no meio da capa da manifestação e disse que a prisão estaria relacionada às queixas que ela fez sobre irregularidades da Polícia durante a greve nacional.

A FLIP apontou que as ações da Polícia nesses casos, bem como as documentadas desde 21 de novembro, têm em comum que ocorram após jornalistas terem registrado ou denunciado arbitrariedade cometida por membros da Força Pública.

São ações que têm como efeito a interrupção definitiva da cobertura dos fatos, observou.

Essas ações ilegais não apenas afetam os jornalistas detidos, mas também intimidam o restante dos repórteres que cobrem as manifestações, um cenário de máximo interesse noticioso para o país. A Fundação “faz um forte apelo à polícia para interromper os ataques contra a imprensa e estabelecer canais claros de sanção”, afirmou ele em comunicado.

Categories: # Argentina, #Canadá, #Caracas, #Colombia, Grupo de Lima, #Jorge Arreaza, #Perú, #venezuela, #COLOMBIA#MéxicoCarlos MesaComandante Che GuevaraCompañía Minera Huanchaca, #Colombia, Ejército de Liberación Nacional (ELN), Guerrilla, Paz, #Venezuela, #Trump, @Trump, Colômbia, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, FORA TRUMP, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Evo Morales expressa sua aprovação após conclusões da Assembléia do MAS

“Não estamos sozinhos na Bolívia ou no mundo, lutando com a verdade por nossa dignidade, unidos pela vida e pela democracia”, disse Evo Morales

Autor:  | internet@granma.cu

Evo MoralesFoto: Tirada da Internet
Em sua conta no Twitter, Morales disse: “Não estamos sozinhos na Bolívia ou no mundo, lutando com a verdade por nossa dignidade, unidos pela vida e pela democracia”.

O legítimo presidente da Bolívia, Evo Morales, parabenizou o partido Movimento pelo Socialismo (MAS) depois de concluir com êxito sua Assembléia, na qual endossou sua vocação democrática e apresentou seu plano de luta política para recuperar o governo, após o golpe de Estado. a direita racista e fascista ».

Morales, que recebeu asilo político no México, após o golpe de estado contra ele, após ser reeleito nas eleições de 20 de outubro, foi nomeado chefe de campanha nacional do MAS-IPSP (Instrumento Político para a Soberania dos Povos) para as eleições nacionais de 2020-2025.

Obrigado irmãos, não estamos sozinhos na Bolívia ou no mundo, lutando com a verdade por nossa dignidade, unidos pela vida e pela democracia. Parabenizo as conclusões do primeiro nacional ampliado após o golpe pela direita racista e fascista. Pátria ou morte, nós venceremos! pic.twitter.com/2T87lw5tuW

– Evo Morales Ayma (@evoespueblo) 8 de dezembro de 2019
De Cuba, Morales, que está em Havana, em caráter temporário, indica por telefone aos apoiadores do instituto político que ele voltará em breve para vencer as eleições, “quer ele esteja certo ou não”.

O líder boliviano, que deixou a Bolívia em 10 de novembro para evitar um “banho de sangue” quando a repressão contra os seguidores se intensificou após o golpe de Estado, pediu unidade ao MAS no final da primeira extensão nacional extraordinária de ontem em Cochabamba,.

«Quero lhe dizer, irmãs e irmãos, por enquanto estou momentaneamente fora do país. A qualquer momento, quer eu queira ou não, o que eles dizem, o que eles fazem, estarei em breve na Bolívia para que juntos possamos enfrentar as eleições e vencê-las, como sempre fizemos ”, disse Morales.

Ontem, o MAS realizou uma extensão nacional para avaliar a situação política em face das eleições gerais de 2020. Na reunião, líderes de diferentes setores sociais expressaram seu apoio a Morales, a quem se referiram como “seu presidente”.

A plataforma política instou a fazer julgamentos responsáveis ​​à presidente de fato, Jeanine Áñez, ea interpelar os ministros, a polícia e as forças armadas devido ao golpe de estado; bem como o acompanhamento de casos de violações dos direitos humanos, exigem o desenvolvimento de tribunais pró-garantia que garantam eleições limpas.

O representante da Confederação Sindical Única dos Trabalhadores Rurais da Bolívia, Rodolfo Machaca, explicou que a reunião também decidiu exigir que a Assembléia Legislativa Plurinacional acelere o processo eleitoral dos membros do Corpo Eleitoral de maneira imparcial e transparente, com profissionais profissionais que garantem a democracia intercultural.

Categories: #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Bolívia, #Trump, @Trump, Bolívia, BOLIVIA Evo Morales Fidel Castro Hugo Chávez, CUBA-BOLÍVIA, Donald Trump, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Donald Trump, Estados Unidos, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Esta imagem de satélite sugere que a Coréia do Norte renova sua atividade em um local de teste desmontado anteriormente

Esta é a plataforma de lançamento de satélites Sohae (Tongchang-ri), que utiliza tecnologia semelhante à usada para lançar mísseis balísticos intercontinentais.

O Instituto Middlebury de Estudos Internacionais e a operadora de satélite Planet Labs Inc. publicaram uma imagem de satélite que indica que a Coréia do Norte está se preparando para retomar os testes dos motores dos lançadores de satélites – uma tecnologia semelhante à usada para lançar seus mísseis. balística intercontinental – no polígono de Sohae (Tongchang-ri). O presidente dos EUA, Donald Trump, após sua cúpula em Cingapura com o líder norte-coreano Kim Jong-un, no verão de 2018, disse que esse local de teste foi desmontado.

Esta imagen satelital sugiere que Corea del Norte renueva su actividad en un sitio de pruebas anteriormente desmantelado

A imagem foi capturada em 5 de dezembro. Ele mostra a plataforma de lançamento de satélites de Sohae, onde está localizado um grande contêiner, que não havia sido visto antes da quinta-feira, disse à CNN Jeffrey Lewis, diretor do Programa de Não-Proliferação do Leste Asiático no Middlebury Institute. .

Na opinião de Lewis, a presença desse contêiner sugere que os norte-coreanos estão se preparando para retomar os testes de motores em Sohae.

Nem o Pentágono nem a CIA comentaram a imagem mencionada, diz a CNN.

Coréia do Norte anuncia “preparativos para enfrentar” possíveis ações militares dos EUA após as declarações de Trump à OTAN
Coréia do Norte anuncia “preparativos para enfrentar” possíveis ações militares dos EUA após as declarações de Trump à OTAN
Segundo Lewis, os testes de motores não são considerados tão provocativos quanto os lançamentos de mísseis ou satélites, mas, de qualquer forma, ele diz, essa atividade no local de Sohae representa “um desenvolvimento significativo e um passo em direção ao lançamento de armas de uma natureza mais ameaçadora “.

Em março passado, foram publicadas outras imagens que sugeriam a “reconstrução rápida” do referido polígono. Alegou-se que a reconstrução era “evidente” na bancada de testes de motores e foi avistada uma estrutura sobre trilhos para o transporte de foguetes para a plataforma de lançamento.

Categories: #Trump, @Trump, Donald Trump, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, FORA TRUMP, Trump Google, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

As questões da agenda da reunião decisiva entre López Obrador e o procurador-geral dos EUA.

Nesta quinta-feira, os dois países estão tentando alcançar uma estratégia comum de cooperação contra o tráfico de armas e drogas, entre outros.

Procurador Geral dos EUA William Barr e Presidente López Obrador.
Edgard Garrido / Loren Elliott

Depois de uma série de eventos violentos que nos últimos dois meses colocaram a estratégia de segurança do governo mexicano em destaque e enquanto o governo Donald Trump avalia considerar os cartéis mexicanos como terroristas, nesta quinta-feira os dois países se reunirão para definir o tipo cooperação bilateral sobre o assunto. Continuar a ler

Categories: #COLOMBIA#MéxicoCarlos MesaComandante Che GuevaraCompañía Minera Huanchaca, #Donald Trump, #Estados Unidos, @Trump, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, AMLO, Andrés Manuel López Obrador, estados unidos, México, zona franca, Andrés Manuel López Obrador, Bolivia, estados unidos, Evo Morales, Grupo de Lima, Luis Almagro, Mexico, Nicolás Maduro, Red Europea de Solidaridad con la Revolución Bolivariana, venezuela, Donald Trump, Donald Trump, Estados Unidos, drogas, FORA TRUMP, México, Presidente do Mexico, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Trump procura reforçar o bloqueio, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

Dominica mantém a data das eleições gerais para a próxima sexta-feira

Autor: Redação Internacional | internacional@granma.cu

Apesar da interferência estrangeira, o governo da Dominica confirmou que mantém a data das eleições gerais para a próxima sexta-feira.

Primer ministro de Dominica, Roosevelt Skerrit, ratifica elecciones pese a injerencia de EE. UU. y la OEA.

O primeiro ministro da Dominica, Roosevelt Skerrit, ratifica as eleições apesar da interferência dos EUA. UU. e a OEA. Foto: AFP

Os Estados Unidos e a Organização dos Estados Americanos (OEA) realizaram uma forte campanha para que o candidato da oposição Lennonx Linton, do Partido dos Trabalhadores Unidos (UWP), possa ser eleito e por isso eles usaram um clima de incerteza.

A Prensa Latina relata as alegações feitas pelo primeiro-ministro Roosevelt Skerrit, que instou seus compatriotas a manter a calma e evitar qualquer provocação. “A oposição sabe que está perdendo as eleições e está usando meios ilegais para intimidar as pessoas e usar uma narrativa internacional para deslegitimar os resultados”.

O Tribunal Superior de Justiça da Dominica rejeitou na terça-feira um apelo da oposição para suspender as eleições e disse que as eleições estão de acordo com as leis da Comunidade do Caribe (Caricom).

Em apoio ao governo da Dominica, os ministros das Relações Exteriores Jorge Arreaza, da Venezuela; e Bruno Rodríguez, de Cuba, e os primeiros-ministros Ralph Gonsalves, de São Vicente e Granadinas; e Gaston Browne, de Antígua e Barbuda, questionaram a posição antidemocrática da OEA. A Caricom enviará nas próximas horas uma Missão de Observação Eleitoral para supervisionar as eleições na ilha.

Categories: # OEA, #OEA,Luis Almagro, #Trump, @Trump, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, Barack Obama Bruno Rodríguez ParrillaDonald Trumpoficina del Servicio de Ciudadanía e Inmi, Carta Democrática da OEA, Comunidad de Estados Latinoamericanos y Caribeños (CELAC), Cuba, Organización de Estados Americanos (OEA), Dança de máscaras na OEA, Donald Trump, Donald Trump, Estados Unidos, FORA TRUMP, Luis Almagro, Nicarágua, Organização dos Estados Americanos (OEA), República Dominicana, Trump Google, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

A verdadeira “ajuda” do #Trump ao setor privado: cinco histórias de cubanos #Cuba

Maio de 2017. Um novo negócio é aberto na rua San Lázaro, em Havana. “Quartos para alugar”, alerta a placa com o número da residência 1210. Houve tempos de “vacas gordas” para empresas ligadas à indústria do turismo e Adriana Orejuela se aproveita disso. Assim como ele previu, o boom de visitantes americanos bate à sua porta. Mas essa “tremenda série” duraria em breve.

“Quase 60% dos visitantes que recebi eram dos Estados Unidos e hoje, infelizmente, representam apenas 5%”, diz esse colombiano com sede em Cuba, cuja acomodação, perto da Universidade de Havana, atraiu jovens que vieram para a “ilha proibida” coberta pela licença para viagens acadêmicas.

# Craft lockBrave against CubacrucerosCuba

Desde que Donald Trump chegou à Casa Branca, ele se voltou ao seu antecessor, que optou pelo setor privado como uma estratégia para continuar a política histórica de seu país contra Cuba. Uma avalanche de sanções contra as Grandes Antilhas acompanha os dois anos e 11 meses do atual mandato do presidente.

“Eles (o novo governo dos Estados Unidos) dizem que todas essas medidas afetam quem governa o país, mas afetam os trabalhadores autônomos”, diz Adriana.

Para o proprietário do “San Lázaro 1210”, um dos maiores danos tem sido a incerteza gerada pelas políticas de Trump. Além de medidas como a proibição de viagens de cruzeiro e todos os vôos para Cuba – com exceção de Havana – “a idéia de que visitar a ilha é um risco ainda está sendo vendida”.

Esse efeito desencorajador surgiu, por exemplo, quando o tornado em janeiro de 2019. “Muitas reservas foram canceladas porque (nas redes sociais e na mídia) mostraram Havana como caos, embora nada (aqui no Vedado) nada tenha acontecido. . No momento, há uma campanha feroz contra o turismo, porque, com a situação, eles dizem coisas às pessoas que não são, os problemas são ampliados e, no final, afetam quem tem seu pequeno negócio. ”

“Para o turismo – ele argumenta – a tranquilidade é muito importante. Por isso é promovido que o destino é perigoso, que há ataques sônicos. Eu já tive clientes americanos que me escreveram para me perguntar o que eles deveriam trazer para Cuba; Eles foram informados de que não há táxis aqui no aeroporto. Eles me perguntam até sobre as rotas de ônibus e eu apenas ri. ” Continuar a ler

Categories: # yo voto vs bloqueo, #Donald Trump, #Estados Unidos, #solidaridadvs bloqueo, #Trump, @Trump, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, Automobilismo, Carros Clássicos, Cuba, Economia, Fotografia, Havana, Turismo, bloqueo contra cuba, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Colombia, Cuba, Economía, Ernesto Samper, Estados Unidos, Ministerio de Turismo (MINTUR), Relaciones Cuba Estados Unidos, Turismo, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, CubavsBloqueo, Donald Trump, Donald Trump, Estados Unidos, ECONOMIA, economia nacional, FORA TRUMP, La Unión Europea se posiciona contra el bloqueo, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: