Nuclear global

O Irã dará uma resposta séria e firme conforme os signatários do acordo nuclear.

O porta-voz dos Ministérios das Relações Exteriores do Irã, Abbas Mousavi, respondeu na terça-feira o passo conjunto dado horas antes pelo Reino Unido, França e Alemanha, que decidiram ativar o mecanismo de disputa pela violação de Teerã pelos termos do Plano Global Ação Conjunta (JCPOA).

O funcionário descreveu a iniciativa dos países europeus como uma “medida passiva” contemplada nas disposições do pacto nuclear e indicou que Teerã está interessado em preservar esse tratado.

“A República Islâmica do Irã, como no passado, está totalmente preparada para apoiar qualquer [ato de] boa vontade e esforços construtivos para salvar esse importante acordo internacional”, afirmou uma declaração divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores do Irã citando Mousavi.

No entanto, o porta-voz ameaçou dar uma resposta “séria e firme” a qualquer “ação destrutiva” tomada por qualquer um dos signatários da JCPOA.

No início deste dia, o Reino Unido, a França e a Alemanha anunciaram que haviam ativado o mecanismo de disputa pela violação de Teerã pelos termos do acordo nuclear. Em uma declaração conjunta, eles afirmaram que as ações de Teerã “têm implicações não reversíveis na proliferação”.

Em 5 de janeiro, Teerã anunciou que eliminaria os limites que o impedem de enriquecer urânio, mas enfatizou que continuaria a cooperar com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).

Categories: #China#EEUU#Iran#Nicaragua.barco hospital naval Arca de la Paz, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Francia, #Trump, @Trump, alemanha, Conflicto en el Medio Oriente, Donald Trump, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, FORA TRUMP, Nuclear global, REINO UNIDO, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Putin alerta para alto risco de catástrofe nuclear global.

O Presidente russo, Vladimir Putin, alertou ontem para o risco crescente de uma guerra nuclear e criticou os Estados Unidos por provocarem uma nova corrida às armas ao abandonarem os acordos de desnuclearização.

“Lamentavelmente, existe uma tendência para desvalorizar o perigo de uma guerra nuclear”, disse Vladimir Putin, em Moscovo, na conferência de imprensa anual, na qual participam mais de dois mil jornalistas russos e estrangeiros.
Ao criticar a intenção de Washington de se retirar do tratado de 1987 sobre armas nucleares de médio alcance, considerou que se os Estados Unidos colocarem mísseis de médio alcance na Europa, a Rússia será forçada a tomar medidas. “Temos de garantir a nossa segurança. Não procuramos vantagens, estamos a tentar preservar o equilíbrio e garantir a nossa segurança”, disse.
Para o Presidente russo, assiste-se “ao colapso do sistema de controle de armas”, com uma tendência “de diminuição do limiar” para o uso de armas nucleares.
“Baixar esse limiar pode levar a uma catástrofe nuclear global”, disse.
Putin destacou igualmente o facto de os EUA estarem a ponderar usar mísseis balísticos com ogivas convencionais, adiantando que o lança-
mento desses mísseis pode ser confundido com o lançamento de mísseis nucleares.
“Se acontecer, pode levar à destruição da civilização inteira e mesmo acabar com o planeta”, disse.
Putin considerou ainda que os EUA parecem pouco interessados em prolongar o novo programa de redução de armas nucleares START, que termina em 2021.
“Não estão interessados, não precisam disso? Ok, nós sabemos como garantir a nossa segurança”, disse.

Acusações de espionagem
O Chefe de Estado russo disse que as acusações ocidentais de espionagem, nomeadamente o caso do ex-agente Serguei Skripal, são pretextos para “travar o desenvolvimento” da Rússia. “Se não tivesse havido Skripal, teriam inventado outra coisa. O objectivo é simples: travar o desenvolvimento da Rússia como possível concorrente”, afirmou Putin. Continuar a ler

Categories: Catástrofe, CIÊNCIA, ESTADOS UNIDOS, Nuclear global, Presidente de Estado., Putin, SOCIEDADE, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: