Bolsonaro deve ser multado por desacreditar o sistema eleitoral.

#JairBolsonaro #olítica #CORRUPÇÃO #PTBrasil #EleccionesPresidenciales

teleSUR

O Ministério Público Eleitoral pediu na quarta-feira para multar o actual presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, por ataques e declarações contra o sistema eleitoral e fazer avançar a propaganda antes das eleições presidenciais de Outubro próximo.

A 18 de Julho, o presidente brasileiro expressou as suas suspeitas sobre as urnas electrónicas e o processo eleitoral a um grupo de embaixadores e diplomatas na residência presidencial.

A 18 de Julho, o presidente brasileiro expressou as suas suspeitas sobre as urnas electrónicas e o processo eleitoral a um grupo de embaixadores. | Foto: @eixopolitico

As acusações de Bolsonaro sobre o sistema eleitoral foram negadas pelas autoridades eleitorais do país sul-americano.

Em resposta às observações do presidente brasileiro, o Ministério Público Eleitoral pediu ao Supremo Tribunal Eleitoral para multar Jair Bolsonaro e remover os vídeos nas redes sociais que mostram fragmentos do seu discurso aos embaixadores.

Segundo o procurador-geral adjunto eleitoral, Paulo Gonet, por Bolsonaro atacando o sistema de votação e posicionando-se como vítima, acabou, na prática, por pedir votos a seu favor.

“Certamente, o que aconteceu foi a revelação de hipóteses de propaganda inaceitáveis, tanto no próprio período como de antemão”, disse Gonet.

O órgão eleitoral assinalou igualmente que o encontro entre Bolsonaro e os diplomatas foi transmitido na televisão e na Internet e chegou ao público votante nas eleições de 2 de Outubro.

Anteriormente, os legisladores da oposição pediram ao STF para investigar Jair Bolsonaro, a quem acusam de cometer um crime de responsabilidade, um crime contra o Estado democrático, transgressão eleitoral, impropriedade administrativa e incitamento às forças armadas contra o TSE.

Os media brasileiros garantiram que Jair Bolsonaro não aceitaria o resultado eleitoral se fosse derrotado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pelo que procuraria mobilizar os seus apoiantes para tentar repetir no Brasil a invasão do Capitólio nos EUA por seguidores do ex-presidente norte-americano Donald Trump a 6 de Janeiro do ano passado.

O apoiante bolonaro assassinou um líder do partido de Lula.

#Brasil #JairBolsonaro #Lula #PTB

fotografia tirada da internet

Um polícia matou a tiro Marcelo Arruda, membro do Partido dos Trabalhadores do Brasil (PT), quando a vítima celebrava o seu 50º aniversário, enquanto o oficial gritava slogans a favor do actual presidente e candidato, Jair Bolsonaro. A tragédia ocorreu na cidade sulista de Foz do Iguaçu, na região oeste do Paraná, às mãos do agente penitenciário federal Jorge José da Rocha Guaranho, que primeiro foi ao local e depois voltou armado e começou a disparar sobre o líder do PT, cujo partido estava a decorrer com temas dedicados ao PT e a Lula. Anteriormente, num evento de campanha, um homem foi preso depois de ter atirado um explosivo caseiro à multidão à espera de Luiz Inácio Lula da Silva. Devido à ameaça, o candidato presidencial brasileiro usou pela primeira vez um colete à prova de bala num rally aberto. (Telesur)

LULA NA FRENTE NAS INTENÇÕES DE VOTO PARA A PRESIDÊNCIA DO BRASIL.

#EleccionesPresidenciales #Brasil #LulaPresidente #PT

Autor: Redacción Internacional | internacionales@granma.cu

Imagem retirada da internet

Nas intenções de voto inquiridas pelo escritor Genial/Quaest, o ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva obteve 14 pontos percentuais sobre o seu adversário Jair Bolsonaro, tendo em vista as eleições de Outubro. O líder do Partido dos Trabalhadores obteve 45% a seu favor, enquanto Bolsonaro obteve 31%. Ciro Gómez do Partido do Trabalho Democrático recebeu seis pontos percentuais à frente de André Janones de Avante e Simone Tebet do Movimento Democrático Brasileiro, que empataram com 2 %. (Telesur)

Brasil: As tensões aumentam entre Jair Bolsonaro e o Supremo Tribunal.

#EleccionesPresidencialesBrasil #JairBolsonaro #LulaPresidente

Lula da Silva irá confirmar o seu bilhete para as eleições no Brasil.

#Brasil #Lula #EleccionesPresidenciales

Espera-se que o ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva confirme o ex-governador do estado de São Paulo Geraldo Alckmin como seu companheiro de candidatura às eleições presidenciais de Outubro.

Fontes do Partido dos Trabalhadores (PT) indicaram que o Partido Socialista do Brasil (PSB) deve ratificar a Alckmin esta sexta-feira em São Paulo para concorrer, como vice-presidente, à eleição com Lula, que ainda é o pré-candidato presidencial do PT.

“Eu mudei, Alckmin mudou e o Brasil mudou. Eu era o adversário de Alckmin, não o seu inimigo. Feliz foi o Brasil que teve uma disputa entre dois partidos democráticos, porque houve um debate civilizado sobre o programa do governo”, disse o ex-presidente numa entrevista de rádio.

Lula da Silva disse que iria realizar uma reunião na qual o PSB iria propor Geraldo Alckmin como vice-presidente, e “vamos levá-lo ao PT para discutir o assunto. Se estivermos juntos, reconstruiremos o Brasil, porque somos dois democratas”, observou ele.

O ex-governador Alckmin também elogiou Lula da Silva e disse que o líder do PT representa a própria democracia.

Lula excluiu a possibilidade de a ex-chefe de estado Dilma Rousseff se juntar a um possível governo seu como ministro.

“Penso que não funciona chamar um presidente para ser seu ministro, vai transformá-lo numa figura inferior a si na escala da autoridade, a tendência é para os problemas; não trabalho com essa hipótese”, reflectiu ele.

O ex-presidente brasileiro advertiu que a próxima campanha eleitoral será complicada e pediu para não se deixar levar pelo optimismo. “Não será fácil, não é uma guerra que tenha sido ganha; é uma guerra que podemos ganhar”.

Luiz Inácio Lula da Silva é o favorito em todas as sondagens de opinião no período que antecede as eleições presidenciais, após ter recuperado os seus direitos políticos em Março de 2021.

Lula procura restaurar a credibilidade internacional do Brasil.

#Brasil #Lula #PTDoBrasil #EleccionesPresidencialesEnBrasil

PorRedacción Razones de Cuba

No seu perfil no Twitter, o líder do Partido dos Trabalhadores (PT) disse querer um Brasil não de armas, mas de amor, e disse que na formação do seu futuro governo, as diferenças serão postas de lado, porque o desafio, mais do que ganhar, é consertar a nação.

Lula expressou a necessidade de voltar a discutir uma política laboral que dê aos trabalhadores o direito de serem tratados com dignidade e respeito, e de terem acesso aos cuidados de saúde.

Queremos restaurar os direitos dos trabalhadores brasileiros, disse o pré-candidato do PT, que é o favorito nas urnas antes das eleições marcadas para 2 de Outubro, das quais sairá o novo presidente brasileiro.

O antigo presidente continua a liderar as sondagens sobre intenções de voto para as eleições presidenciais e atingiria 45% na primeira volta, em comparação com os 23% do actual chefe de estado, Jair Bolsonaro, o segundo classificado de acordo com uma sondagem recente da empresa de consultoria Genial/Quaest.

Extraído de Prensa Latina.

A condenação #Lula do #Brasil foi anulada: Lições a aprender de #LavaJato e ‘lawfare .

#Brasil #JairBolsonaro # Corrupción #Moros #LavaJato

Todas as condenações de Lula da Silva no caso ‘Lava Jato’ são anuladas .

#Brasil #Lula #LavaJato #SergioMoro #Corrupción

#Brasil patria amada .

#Brasil #Covid-19 #Politica #AuxilioEmergencial

Esse auxílio é para matar a fone de quem ficou desempregado durante a pandemia. Não pode ter valor de esmola.

Imagem

#Covid-19 no #Brasil .

#Covid-19 #SaludMundial #Brasil #JairBolsonaro

Um mil novecentos e dez mortes em 24h. Luto Brasil! 1910 .

Imagem
%d bloggers like this: