Cuba participa do Fórum Latino-Americano de Ministros Meio Ambiente.

#Cuba #ILAC #MedioAmbiente #CostaRica

Havana, 27 jan (Prensa Latina) Cuba estará representada na Sessão Especial dos 40 anos do Fórum de Ministros do Meio Ambiente da América Latina e do Caribe, cujas reuniões começam hoje na Costa Rica.

O evento, que está acontecendo na capital do país centro-americano até amanhã, contará com a presença de uma delegação chefiada pelo Dr. Adianez Taboada, vice-ministro da Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente.

Segundo informações divulgadas na capital, este será um espaço de diálogo sobre o futuro e o papel deste espaço político regional, no âmbito do 50º aniversário do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente.

As delegações reunidas, de acordo com a comunicação, abordarão formas de acelerar a implementação da Agenda 2030 e suas Metas de Desenvolvimento Sustentável em um contexto de recuperação econômica e social pós-Covid-19, e discutirão como fortalecer parcerias e financiamentos para ações ambientais.

De acordo com a nota divulgada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente, a nação caribenha pretende manter um apelo ativo para a necessidade de ações concretas, inclusivas e eficazes, com alcance regional e global, onde todos marcham na mesma direção para reverter os danos sofridos pela natureza.

“Cuba mantém sua posição de contribuir para o fortalecimento dos escritórios regionais, concedendo-lhes maiores recursos financeiros e tecnológicos e a Iniciativa Latino-Americana e Caribenha para o Desenvolvimento Sustentável (ILAC) em relação ao uso e desenvolvimento sustentável da biodiversidade e ao aumento do uso de fontes renováveis de energia”, disse o comunicado.

Ao final da reunião, acrescentou, espera-se que decisões importantes tenham sido tomadas com o objetivo de chegar a um acordo sobre políticas ambientais para nossa região.

Outro dos objetivos estabelecidos é a oportunidade de rever as perspectivas regionais para contribuir para a retomada da sessão da Quinta Assembleia das Nações Unidas para o Meio Ambiente, que acontecerá de 28 de fevereiro a 2 de março de 2022 em Nairóbi, Quênia.

mem/ifs/bm

Os empréstimos do FMI exacerbam a pobreza durante a pandemia.

#FMI #Covi-19 #Epidemia #Pandemia #CostaRica #Capitalismo #Chile #Colombia #Peru #Ecuador #Deudas #EconomiaMundial

+

Chefes de Estado concordam com a necessidade de a ONU favorecer o multilateralismo.

#CubaSalva #EEUUBloquea #ONU #Epidemia #Civid-19 #China #CostaRica #DerechosHumanos #Guerras #ForaTrump #NoMoreTrump

Autor: Redacción Digital | internet@granma.cu

Os discursos dos presidentes no pódio das Nações Unidas exigem uma organização multilateral renovada, no respeito pelos povos, no âmbito da celebração dos 75 anos dessa entidade mundial, que se realiza virtualmente.

onu

Segundo a Prensa Latina, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, lembrou que a organização surgiu no calor da vitória contra o fascismo e o nazismo: “as mais horríveis expressões capitalistas e de extrema direita que a humanidade conheceu”, disse.

O presidente disse que seu país ratifica seu apoio à Organização Mundial da Saúde, como expressão do multilateralismo em uma área fundamental da vida das pessoas, especialmente neste momento de flagelo da pandemia COVID-19.

Por sua vez, o presidente chinês Xi Jinping exortou em seu discurso a tomar ações concretas para proteger o sistema multilateral e promover a cultura de consultas como a melhor ferramenta em face de qualquer diferença.

O presidente pediu que busquem fórmulas que permitam fortalecer a segurança, o desenvolvimento e os direitos humanos no mundo, principalmente em meio aos desafios derivados do COVID-19.

Ele deplorou as tentativas de alguns países de dominar a agenda global e perseguir outros em benefício próprio. Ele garantiu que seu país continuará firme a favor da justiça, do Estado de Direito e da cooperação.

Ele defendeu o respeito pelos propósitos e princípios da entidade global e exortou os poderes a darem o exemplo, evitar padrões duplos e não distorcer as leis em sua conveniência para minar a paz e a estabilidade do planeta.

Com eles concordou o presidente da Costa Rica, Carlos Alvarado, que afirmou que seu governo está determinado a preservar e melhorar a ONU, e condenou os elevados gastos militares mundiais.

Ele ressaltou que é chegado o momento de honrar o artigo 26 da Carta Magna e exortou o Conselho de Segurança a honrar o compromisso estabelecido nesse artigo de promover o mínimo desvio possível dos recursos humanos e econômicos mundiais para armamentos.

Outras intervenções fizeram referência à celebração do 75º aniversário com novas e melhores iniciativas em benefício dos povos do mundo.

Trump não consegue lidar com a Venezuela ou a Cúpula dos Povos.

  

Como qualquer evento de esquerda que valha a pena, a juventude de muitos e muitos se misturava com a presença de veteranos nessas lutas de antiimperialismo e anticapitalismo. Ninguém veio ao Peru para contar as histórias do passado, mas para tentar discutir como um futuro diferente é construído para este mundo que eles criam de forma intermitente a partir de Washingto.

Numerosos delegados da sociedade civil chegaram de Lima, de Cuba, Venezuela, Bolívia, Argentina, El Salvador, Costa Rica, Panamá e do resto do continente. Também vários líderes sindicais como o bolivariano Jacobo Torres, o presidente da Confederação Latino-Americana de Trabalhadores do Estado (CLATE, Julio Fuentes e aqueles que foram adicionados por diferentes organizações e políticas do Peru, chefiados pelo secretário geral da CGTP, Gerónimo López Sevillano Alguns dos cubanos darão uma batalha ideológica na Cúpula altamente oficial, enquanto outros, como seus irmãos caribenhos na Venezuela, contarão aos seus pares do continente e àqueles que participam representando o país anfitrião, as razões pelas quais ambas as Revoluções ainda estão ativas. (o caso de Cuba bate recordes) apesar dos ataques brutais que enfrentam, são sem dúvida as presenças luminosas da Cúpula dos Povos, mas delegados de outros países que tentam explicar quantas mudanças – negativamente – a vida dos pobres com a presença de governos pró-imperialistas. Continuar a ler “Trump não consegue lidar com a Venezuela ou a Cúpula dos Povos.”

Marc Anthony – Valio A Pena (Molho Version)

Vídeo oficial de Marc Anthony de seu tema ‘Valio A Pena (Molho Version)’. Clica aqui para escutar a Marc Anthony em Spotify.

Tudo que você precisa saber sobre a Superlua mais impressionante dos últimos 70 anos.

Nesta segunda-feira (14), testemunharemos a Superlua mais próxima e mais brilhante do ano, que também será a maior do século XXI até a presente data. Devido à natureza única do evento, o fenômeno tem sido descrito como “épico”, “protagonista do ano” e “Superlua do século” A última vez que a Lua esteve tão perto da […]

 

Declaración de la Asociación de Cubanos Residentes en Costa Rica contra el bloqueo.

La Asociación Cultural de Cubanos Residentes en Costa Rica , “Antonio Maceo” apoya incondicionalmente  el informe presentado por el  Canciller de nuestro país  Sr. Bruno Rodríguez Parrilla sobre las consecuencias del bloqueo  para el pueblo de Cuba y  respalda contundentemente la Resolución que presentará el día 26 de octubre el gobierno cubano sobre ante la Asamblea General de la ONU titulado  “Necesidad de poner fin al bloqueo económico, comercial y financiero impuesto por los Estados Unidos de América contra Cuba”.

Presidente da Costa Rica reitera a rejeição do bloqueio contra Cuba.

  bloqueo-3

Presidente da Costa Rica, Luis Guillermo Solis, disse hoje que o bloqueio de mais de meio século dos Estados Unidos contra Cuba não contribui em nada para a realidade atual da América Latina.
Continuar a ler “Presidente da Costa Rica reitera a rejeição do bloqueio contra Cuba.”

%d bloggers like this: