O filme “Kizomba sem fronteiras” É Apresentada em Madri.

O jovem diretor de cinema documentário Baptista João, nascido em Luanda em 1994 e estabelecido em Madri desde faz três anos, tem percorrido médio mundo para refletir algo tão complicado como o sentimento que se transmite numa dança: a kizomba, o dance angoleño que triunfa em Europa.
Madri, Sevilla, Holanda, Suíça e Luanda são as localizações nas que se gravou este documentário, para o qual a equipa tem entrevistado a mais de 80 pessoas entre 2015 e 2017, que têm contado sua relação com a kizomba
Desde professores que têm mudado o molho e a bachata por este ritmo angoleño, até pessoas aposentadas que têm encontrado na kizomba uma nova ilusão.

Desde professores que têm mudado o molho e a bachata por este ritmo angoleño, até pessoas aposentadas que têm encontrado na kizomba uma nova ilusão. Os depoimentos que podem ver no documentário são, quanto menos, surpreendentes. “Em Suíça,um homem maior contou-nos que começou a dançar kizomba por recomendação médica, como terapia porque tinha perdido muita mobilidade e quase não podia andar –explica o diretor do documentário–, e mudou sua vida: agora caminha e, ademais, tem encontrado uma nova família dentro da comunidade da kizomba”.

Anúncios
Categories: # Sevilla., Actriz, ANGOLA, ÁFRICA, CULTURAIS, España, EUROPA, Holanda, Musica Angolana, Suíça, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: