Rússia acusa os EUA de querer quebrar a estabilidade global

Ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia denuncia que a política dos EUA Destina-se a quebrar a estabilidade estratégica global e vai contra os interesses de todos os países. x

El canciller de Rusia, Serguéi Lavrov, en una reunión en Bangkok, capital de Tailandia, 31 de julio de 2019. (Foto: AFP)

“Você já pode dizer com certeza, que os EUA Ele visa o colapso de todo o sistema de controle de armas que garante a estabilidade estratégica internacional ”, disse Sergey Lavrov na quinta-feira.

O ministro russo das Relações Exteriores sublinhou que os Estados Unidos já se retiraram do Tratado Antibalístico de Mísseis (ABM) e do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF) e, em julgamento em Lavrov, Washington está se preparando para sair do acordo START III (Tratado de Redução de Armas Estratégicas) e do Tratado de Proibição Completa de Testes Nucleares.

“Isso é categoricamente inaceitável para a maioria dos países e contradiz a posição promovida pela grande maioria dos membros da ONU (Organização das Nações Unidas): evitar uma corrida armamentista”, disse Lavrov.

No dia 3 de agosto, um dia depois da saída oficial do Tratado de INF dos EUA, o secretário de Defesa dos EUA, Mark Esper, destacou o interesse de Washington em implantar novas armas convencionais de alcance intermediário na Ásia-Pacífico para conter a ascensão. da China na região.

Na quarta-feira, o embaixador dos EUA em Moscou (capital da Rússia), Jon Hutsman, disse que o presidente dos EUA, Donald Trump, “apoia fortemente um acordo de controle de armas entre os Estados Unidos e a Rússia”, mas enfatizou que deve favorecer os interesses de Washington e “responder às exigências da época”.

Hutsman disse que ainda não está claro o que acontecerá com o tratado russo-americano. para limitar os mísseis de longo alcance, que expiram em 2021, e enfatizou que, quando esse acordo foi assinado, a China, agora um ator político global, não foi levada em conta.

De acordo com Lavrov, o governo Trump quebrou os acordos de corte de armas para garantir que “os EUA ser livre para agir e resolver os problemas de sua política militar sem ser limitado por qualquer compromisso internacional. ”

Diferentes analistas alertam que o fim dos tratados levará a uma nova corrida armamentista e acreditam que o objetivo de Washington é formar forças militares no continente europeu.

 

Anúncios
Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: