Daily Archives: 24 de Agosto de 2020

Federação das Mulheres Cubanas da Embaixada de Cuba em Angola saúda o 60º aniversário da organização.

Retirado do site da Embaixada de Cuba em Angola.

Declaração da delegação da Federação das Mulheres Cubanas da embaixada de Cuba em Angola, por ocasião do 60º aniversário da fundação da FMC.

A delegação da Federação das Mulheres Cubanas da embaixada de Cuba em Angola, comemora hoje, juntamente com todas as mulheres do nosso país, os 60 anos da organização de massas, criada com o objectivo de desenvolver políticas e programas que visem a concretização do plena igualdade das mulheres em todas as áreas e níveis da sociedade.

Num contexto mundial convulsivo derivado da crise gerada pela Covid-19 e, no caso particular de Cuba, agravada pela intensificação do bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos; em meio a novos discursos e campanhas que promovem o ódio a Cuba, a falta de empatia, sensibilidade e solidariedade entre os cubanos; e cientes dos muitos desafios inerentes a cada sociedade, homenageamos todas as mulheres que ao longo da história contribuíram para alcançar a independência e os plenos direitos das mulheres.

José Martí disse que “As campanhas populares só são fracas quando o coração da mulher não está alistado nelas, mas quando a mulher estremece e ajuda, encoraja e aplaude, quando a mulher culta e virtuosa unge o trabalho com mel. de seu afeto, o trabalho é invencível ”.

Hoje celebramos a unidade e a força que ela implica; o papel da mulher cubana na sociedade e a vontade de fazer e crescer, como mulher e como país. Nestes tempos difíceis e desafiadores, clamamos por força, sabedoria, educação e respeito.

Que nossas mãos sejam forjadoras de um caminho de bem. Essa sensibilidade, perseverança e empatia prevalecem sobre qualquer adversidade. Que nosso trabalho perdure.

Parabéns federados!

Categories: #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Fidel, #YoSoyFidel, ANGOLA, CUBA-ANGOLA, Declaração do governo revolucionário, Jose Marti | Deixe um comentário

Trump está considerando acelerar a vacina COVID-19 de Oxford antes das eleições nos Estados Unidos.

Retirado do RT

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, estuda acelerar a aprovação da vacina covid-19 que está sendo desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca, para que esteja disponível no país antes das eleições presidenciais, planejadas em 3 de novembro de 2020, o Financial Times informa, citando três pessoas familiarizadas com o assunto.

Reportan que Trump considera acelerar la vacuna de Oxford contra el covid-19 con vistas a las elecciones de EE.UU.

Para isso, o presidente estaria avaliando o fato de ignorar os padrões regulatórios normais dos EUA para esse tipo de procedimento. Uma das opções para atingir a meta envolveria a Food and Drug Administration (FDA) conceder uma “autorização de uso emergencial” em outubro.

A disponibilidade da vacina em curto prazo permitiria mudar a imagem do governo Trump e sua resposta à pandemia – que já custou a vida a mais de 170 mil pessoas nos Estados Unidos – aumentando as chances de vencer as próximas eleições .

Segundo fontes do jornal, os comentários sobre esse plano foram feitos pelo chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, e pelo secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, em uma reunião com o presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, em 30 de julho, onde a deputada teria alertado que “atalhos” não deveriam ser tomados no processo de aprovação da vacina.
Negação de comentários

No entanto, um porta-voz do secretário do Tesouro referiu-se ao assunto e garantiu que Mnuchin não comentou sobre a vacina e “também não tem conhecimento de planos”. Ele também mencionou que qualquer autorização emergente depende do FDA.

Enquanto isso, da AstraZeneca, afirmaram que “a autorização de uso emergencial não foi discutida com o governo dos Estados Unidos” e que “seria prematuro especular sobre essa possibilidade”.

Separadamente, no sábado, Trump atacou o FDA via Twitter, sugerindo que eles estão impedindo os testes de vacinas. “Obviamente, eles esperam adiar a resposta para depois de 3 de novembro. Deve se concentrar na velocidade e em salvar vidas!” Escreveu o presidente.

Pelosi qualificou a declaração de “perigosa” para a saúde do povo americano. “O FDA tem a responsabilidade de aprovar os medicamentos, a julgar por sua segurança e eficácia, e não por uma declaração da Casa Branca sobre a rapidez e politização da entidade”, afirmou a congressista.

Categories: #Argentina, #Brasil, #Donald Trump, #Estados Unidos, #salud, #Trump, @Trump, A Casa Branca: Poderosa casa de cartas, casa branca, Casa Branca, do Departamento de Estado, Coronavirus, CoronaVirus, Política, Elecciones EEUU, epidemia, FORA TRUMP, MEXICO, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, relações bilaterais, o governo Donald Trump, SALUD, Um bom filho ... de Trump | Deixe um comentário

O epidemiologista garante que o coronavírus pode deixar sequelas mesmo em casos assintomáticos.

Retirado do RT.

A epidemiologista equatoriana Catalina Yépez, ex-assessora externa da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), garante que o novo coronavírus pode deixar sequelas mesmo em casos assintomáticos, informou o La Vanguardia nesta sexta-feira, que inclui declarações à agência EFE.

Epidemióloga asegura que el coronavirus puede dejar secuelas incluso en casos asintomáticos

O especialista evoca estudos que mostram que pessoas com covid-19 que não apresentam sintomas podem desenvolver consequências cardíacas, cerebrovasculares ou ‘nevoeiro cobiçoso’, ou seja, confusão mental que torna difícil para os pacientes articularem palavras ou fazerem operações matemáticas simples.

Nesse sentido, Yépez sustenta que, após a superação da doença, mesmo alguns atletas infectados manifestaram, sem saber, fadiga e cansaço em certas atividades que antes da infecção não eram um problema para eles.

Da mesma forma, o epidemiologista alerta que o nível de disseminação do coronavírus continua alto, apesar de a primeira onda da pandemia já ter sido superada em vários países, como a China, e o índice de mortalidade do vírus ter diminuído. Por isso, ele exorta a população a continuar cumprindo as recomendações de saúde para evitar que os assintomáticos e os leves continuem a infectar outras pessoas.

“Há estudos que dizem que se forem partilhados 15 minutos sem máscaras, a probabilidade de contágio grave é muito elevada”, explica o especialista, acrescentando que os jovens entre 20 e 40 anos estão agora mais expostos, ao contrário do que acontece com idosos, que – em sua opinião – estão em casa e assimilaram medidas de precaução.
“O vírus veio para ficar”

Por outro lado, o ex-integrante da OPAS chama a atenção para a “sorte da competição” que se abriu no desenvolvimento da vacina contra o coronavírus por diferentes nações. “Não importa quem tem a vacina primeiro”, enfatiza, pois – garante – o importante é que ela seja eficaz, de alta qualidade e acessível a todos.

Yépez está convencido de que esta não será a última pandemia, argumentando que geralmente ocorre uma por século. Além disso, ele comenta que o aumento do comércio mundial aumenta o risco de uma pandemia.

Por fim, ele aconselha a preparação de todos os sistemas de saúde para enfrentar a próxima pandemia com o objetivo de que “ela não gere fatalidade, dor e colapso” da saúde, como aconteceu este ano. “Isso não acabou, o vírus veio para ficar. Quando vai? Não sabemos”, concluiu o epidemiologista.

Categories: #salud, Coronavirus, epidemia, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud | Deixe um comentário

Cientistas fornecem detalhes sobre a vacina cubana contra covid-19.

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Cuba mais perto de sua própria vacina contra COVID-19.

Retirado do site da Embaixada de Cuba em Angola.

Identificado pela sigla FINLAY-FR-1, o projeto de vacina, liderado pelo Finlay Institute of Vaccines, do Center for Molecular Immunology – ambos pertencentes à BioCubaFarma– e com a colaboração do Laboratório de Síntese Química e Biomolecular da Universidade do Habana, concluiu com sucesso a fase de desenvolvimento farmacêutico e os estudos pré-clínicos em animais; cujas evidências científicas apoiaram a emissão da autorização do Centro de Controle Estatal de Medicamentos, Equipamentos e Dispositivos Médicos de Cuba (Cecmed).

O órgão de gestão empresarial de topo BioCubaFarma informou a concessão da permissão para iniciar ensaios clínicos no país de uma vacina candidata cubana contra COVID-19, capaz de induzir uma poderosa resposta imunológica à infecção do vírus SARS-COV-2.

A nota explica que, com tal licença e o apoio de várias instituições do Ministério da Saúde Pública, “terá início o ensaio clínico fase I-II, denominado Sovereign, que será seguido de outros estudos clínicos antes de se considerar a vacina pronta para aplicação”.

Argumenta-se ainda que está sendo desenvolvida uma estratégia de manufatura industrial que desenvolve capacidades para “ter os milhões de doses necessárias para proteger nossa população após a conclusão bem-sucedida” dos exames.

Pelas informações da BioCubaFarma, constata-se que a vacina candidata é a 30ª – a primeira da América Latina e Caribe – a receber autorização para ensaios clínicos, entre as mais de 200 que estão sendo realizadas no mundo.

Especifica que o requerente do alvará, o Finlay Vaccine Institute, tem mais de 30 anos de experiência na obtenção de vacinas, “e o facto de possuir plataformas desenvolvidas para outras epidemias, especificamente para a epidemia de meningite na década de 1980. século passado, permitiu-lhe obter estes resultados relevantes ».

A BioCubaFarma, reitora da atividade biotecnológica e farmacêutica das Grandes Antilhas, descreveu o andamento da urgente investigação para a obtenção de uma vacina nacional, em homenagem ao Comandante em Chefe Fidel Castro Ruz, fundador e promotor do desenvolvimento do setor, e em Saudável expressão de orgulho pelos resultados anunciados, ele pediu que não varie o rigor no cumprimento das medidas sanitárias para conter a doença, à medida que o país se aproxima de ter sua própria vacina.

«Foram semanas de intenso trabalho, sacrifício e dias muito tensos, nos quais contamos com a inteligência e o empenho desta comunidade científica cuja prioridade é cuidar da saúde e salvar vidas, e que garante ao povo cubano que Não descansará até que cada cubano esteja protegido com a vacina contra esta terrível doença, mas neste momento é importante continuar mantendo as medidas higiênico-sanitárias dirigidas pelo Ministério da Saúde Pública para enfrentar a COVID-19 ».

(Redação Nacional)

Categories: # Cuba, #America Latina, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, ·Medicos Cubanos, BLOQUEIO VS CUBA, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, epidemia, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud | Etiquetas: | Deixe um comentário

Cuba inicia os testes clínicos de sua própria vacina contra o coronavírus em 24 de agosto.

Categories: # Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, Coronavirus, epidemia, Profesionales e la Salud, SALUD | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: