Daily Archives: 4 de Janeiro de 2021

A Unesco parabeniza Cuba pelo aniversário de sua Revolução.

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) felicitou Cuba no sábado por ocasião do feriado nacional do 62º aniversário do triunfo da Revolução em 1º de janeiro.

Cuba es mimebro fundador de la Unesco, desde 1947, y uno de sus más activos defensores como parte del multilateralismo.

A informação veio através de um comunicado da missão permanente de Havana ao organismo multilateral da ONU, em Paris, no qual indica ter recebido uma carta de felicitações ao Governo e ao povo cubano pela data.

De acordo com a missão diplomática, a carta foi enviada pelo vice-diretor-geral de Prioridade África e Relações Exteriores da UNESCO, Firmin Matoko, que destacou os laços que sempre existiram entre as maiores das Antilhas e a organização, bem como agradeceu aos O compromisso de Cuba com os ideais e programas da Unesco e reiterou a vontade de continuar trabalhando juntos.

Matoko também expressou nos parabéns o interesse de que os laços continuem a se fortalecer para benefício mútuo, em áreas como o cumprimento dos objetivos da Agenda 2030 da ONU para o Desenvolvimento Sustentável e a defesa do multilateralismo.

Em nota pública, a missão permanente de Cuba lembrou que a história das relações diplomáticas entre a ilha e a Unesco remonta aos primórdios da criação da entidade, com seu lançamento oficial em 29 de agosto de 1947.

Imagen

Meses depois essa etapa foi complementada com a constituição da Comissão Nacional Cubana para a UNESCO, encarregada de promover a cooperação em todas as áreas de competência da entidade internacional, frisou.

Categories: # Cuba, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Francia, Africa, Declaração do governo revolucionário, Ordenamiento Monetario, UNESCO | Deixe um comentário

MINCIN sobre os novos preços da Portaria Monetária.

Categories: # Cuba, Comercio, ECONOMIA, economia nacional, LIBRE COMERCIO, Ordenamiento Monetario | Deixe um comentário

Novos PREÇOS durante a Regulação Monetária (I)

Categories: # Cuba, Comercio, ECONOMIA, economia nacional, LIBRE COMERCIO, Ordenamiento Monetario | Deixe um comentário

Empadas de carne .

Categories: #Comer Sano, #Ricas Receitas, Comer saudable | Deixe um comentário

Estados Unidos: sabotar mesmo em sua transição presidencial?

Por Nicanor León Cotayo

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, reclamou nesta segunda-feira dos “obstáculos” ao processo de transferência de poder por parte do governo do presidente cessante, Donald Trump, e especificamente de seus nomeados para cargos do Pentágono e do Gabinete de Gestão e orçamento foto Reuters

A Associated Press (AP) acaba de contar outra história quase inacreditável de admitir.

Donald Trump e seus homens estão tentando impor, neste momento, uma reviravolta no que aconteceu nas eleições de 3 de novembro.

De acordo com essa agência de notícias, nesta segunda-feira, Joe Biden denunciou que colocaram barreiras que podem prejudicar a segurança do país.

Durante seu discurso em Wilmington, Delaware, ele afirmou que sua equipe enfrentou “obstrução” da administração Trump no Departamento de Defesa e no Escritório de Gestão e Orçamento para continuar com a transição de poder.

Biden apontou que isso é irresponsabilidade.

Ele obteve essas informações por meio de sua equipe de Segurança e Defesa Nacional.

A AP comentou que o presidente eleito afirmou que esta situação prejudica a proteção do povo americano e a defesa dos seus interesses, num mundo com ameaças variáveis.

Esta agência lembra que Trump continua sem reconhecer o que aconteceu no processo eleitoral de 3 de novembro.

Outro aspecto importante abordado por Biden é o atual atraso no desenvolvimento de seu próprio plano de vacinação contra Covid-19.

No entanto, na semana passada ele indicou que o Departamento de Defesa “nem mesmo nos informa de muitas coisas” e deu a entender que, por isso, não tinha um entendimento completo do real alcance do recente ciberataque a vários sistemas governamentais.

Eles tentaram justificar o acima exposto, argumentando que Christopher Miller, secretário de defesa interino, afirmou que havia conduzido 164 entrevistas com mais de 400 funcionários.

Nesse cenário turbulento, os observadores notaram sua preocupação com as anomalias que se vêm acumulando no atual processo de transição presidencial nos Estados Unidos.

Em primeiro lugar, porque fere, ainda mais, a imagem supostamente democrática de seus processos eleitorais.

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Timothy Patrick Zúñiga-Brown, um velho conhecido do ódio a Cuba

Depois de anunciar as sanções para a eliminação das remessas a Cuba pelo governo do presidente Donald Trump em 23 de novembro, dois tweets da Embaixada dos Estados Unidos em Havana foram publicados em dias, indicando de forma autoritária ao presidente Miguel Díaz-Canel o que deve fazer para recuperar as remessas dos cubanos na ilha.

O condicionamento era claro, quem escreveu as linhas de ataque, pediu que o presidente de todos os cubanos se ajoelhasse diante do Império ou seu povo sofreria, como fizeram muitos governos na América e no resto do mundo.

Cuba não cede, mantém sua condição de resistir, lutar e vencer, por mais cruel que seja o adversário.

O encarregado de negócios em Havana Timothy Patrick Zúñiga-Brown também usou falsos grevistas e movimentos ligados ao terrorismo como um método para subverter a ordem e a paz em Cuba. Estimula constantemente a execução de ações de protesto e interfere abertamente. Como tanto ódio de um americano chega aos cubanos? O que o motiva a reagir com tanto desprezo e insulto ao povo cubano?

Vamos olhar sua história e revelar várias ações “ocultas” de seu passado.

O Sr. Zúñiga-Brown é graduado pela América University e pelo National War Of College, o melhor dos melhores quando o assunto é doutrina imperialista. Para se ter uma ideia, muitos dos futuros cargos diplomáticos dos Estados Unidos vêm desses centros de estudos.

O jovem Timóteo escolheu a diplomacia imperial como futuro, que, como admitimos, é muito diferente das demais diplomacias do mundo. O normal nessas áreas são os procedimentos consulares, o apoio cultural e até mesmo político.

O que é anormal é o uso de cargos para se reunir com setores descontentes de um país e orientar ações que permitam a criação de focos sociais, a construção de falsas lideranças com o interesse de derrubar governos legítimos ou subjugar vontades políticas por meio de chantagem e dinheiro.

Mais claramente, o Sr. Zúñiga-Brown como muitos, está permanentemente dedicado à propaganda negra. Para ele, doutrinar servos imperiais é o sentido da vida, ele o recompensa com o que ele mais deseja, benefícios pessoais e econômicos, (dinheiro)

Em seu não curto período no Departamento de Estado, foi coordenador do grupo de trabalho de crianças desacompanhadas da Diretoria de Assuntos do Hemisfério Ocidental, paradoxalmente hoje apóia o presidente Trump e sua agenda anti-imigração que afeta crianças enjauladas ou separadas. de seus pais na fronteira dos EUA

Suas missões diplomáticas estão concentradas no Equador, Bahamas, Iraque, Nova Zelândia, Peru, África do Sul, Cuba, Panamá e México.

Antes de retornar a Cuba, atuou como coordenador do Escritório de Assuntos Cubanos do Departamento de Estado, mesmo cargo que hoje ocupa o caráter sombrio de Mara Tekach.

Na ilha tropical, muitos dos pseudo-democratas o conhecem como o padrinho da chamada oposição interna. Personagens como Oswaldo Payá, José Daniel Ferrer, Coco Fariñas, Manuel Cuesta Morua, Elizardo Sánchez, Bertha Soler, Yoany Sánchez entre outros, trazem a sua marca. A razão é que são produtos de sua criação e os mais recentes são o Movimento San Isidro.

Em sua história na ilha, sabe-se que em 19 de maio de 1997 chegou a Havana. Ao chegar, ele é recebido no escritório de Michael Kozak, chefe da Seção de Interesses dos Estados Unidos em Havana, então SINA. Lá foi nomeado o primeiro secretário político e econômico e especialista na área de direitos humanos.

Ele deixou claras suas intenções em 12 de junho do mesmo ano, ao receber em seu gabinete os contra-revolucionários Lázaro Cuesta Collazo e Rita María Hernández Trujillo, integrantes da organização subversiva Consejo Unitario de Trabajadores Cubanos (CUTC). O objetivo de dividir a Central dos Trabalhadores Cubanos (CTC) Ele também aproveitou a oportunidade para fotocopiar documentos subversivos que seriam distribuídos clandestinamente na ilha e forneceu-lhe dinheiro para as bem-aventuranças.

Incorreu muito cedo na violação da Convenção de Viena para as relações internacionais, cometeu ingerência nos assuntos internos de um país, história que se repete até hoje.

Em 1º de julho de 1997, convidou o líder Vladimiro Roca para a residência de Kozak em Havana, sabendo das profundas divisões que existiam entre seu pai e o personagem. O objetivo era que Vladimiro desse uma conferência ao corpo diplomático acreditado em Cuba e à imprensa estrangeira sobre as supostas violações dos direitos humanos na ilha.

A atividade contou com a presença do Senhor Kozak, hoje Subsecretário de Estado para Assuntos do Hemisfério Ocidental e tenaz em sua agressividade para com os governos de Cuba, Venezuela e Nicarágua. Um ponto a favor de Timothy foi o interesse da imprensa por essa citação.

No mesmo mês, o senhor Zúñiga contatou vários contra-revolucionários para influenciar os participantes estrangeiros do XIV Festival Mundial da Juventude e do Estudante em Havana. O objetivo era confundi-los e conduzi-los às atividades desenvolvidas pelos pequenos grupos para que ganhassem seguidores. Nessa empreitada, ele fracassou, pois os alunos mostraram-se mais interessados ​​em conhecer o Comandante Fidel Castro, que participou de um encontro de várias horas com os delegados do evento.

Em janeiro de 1998, os assistentes dos deputados Jesse Helms e Dan Burton se reuniram na residência de Zúñiga em Havana, onde a atual lei Helms-Burton foi “preparada”. Entre os temas bordados estava o “embargo” e a forma como poderiam afetar Cuba em termos de saúde pública, garantindo então que com esta nova Lei o “embargo” fosse reforçado.

No contexto da visita do Papa João Paulo II a Cuba, Zúñiga entrou em contacto com elementos contra-revolucionários aos quais indicou que deviam desempenhar um papel preponderante junto da Igreja Católica e da oposição para cultivar o que chamou de espírito de rebelião. Um dos participantes foi Guillermo Coco Fariñas com sua falsa greve de fome. A aposta de Zúñiga era fazer com que a Igreja se pronunciasse a favor da Contra-revolução e em detrimento do governo cubano. O resultado foi um fracasso total.

A Igreja foi convidada a mediar o pedido de libertação dos presos por razões políticas ao Vaticano e a vender Cuba como um regime ditatorial. Zúñiga-Brown evidenciou o acompanhamento que o governo do então presidente Bill Clinton deu a este assunto, pois nas discussões entre Cuba e os Estados Unidos, este último condicionou o levantamento do bloqueio, a venda de remédios e alimentos a dinheiro, ao decisão de que Cuba adote medidas imediatas sobre a libertação de presos políticos.

A pedido de João Paulo II, Cuba libertou um número significativo de presos comuns cujas sentenças não eram de natureza grave, pois não havia presos políticos. A ação se tornou um hábito para Cuba, já que se repetiu várias vezes desde então.

Em maio de 1998, diante da possibilidade de representantes de países da União Européia se reunirem com os dirigentes Elizardo Sánchez e Gustavo Arcos Bergnes, para tratar do tema da suposta repressão contra a oposição, Timóteo deu orientações sobre como se comportar no referido contato, informando que deveriam ter critérios próprios, manifestar que ainda existia o assédio ou inventá-lo, abordar os problemas das prisões e enfatizar a situação de dissidência interna.

Em outros contatos com dirigentes, interessou-se pela situação em Cuba, indagou sobre possíveis atos de desobediência civil, convocou marchas e protestos ante embaixadas de outros países, disse que os opositores não eram a favor de continuar divulgando a diminuição do assédio e existência de uma certa abertura. Cuba se preparava para assinar um acordo transcendental com a União Européia, que deveria sabotar.

Naquela época, ele instruiu muitos de seus acólitos a visitarem as embaixadas de países europeus, inventando denúncias sobre violações dos direitos humanos em Cuba e se candidatando aos programas do National Endowment for Democracy (NED), USAID e demais agências que a promovem subversão política para Cuba da Europa. Assim foram criados Yoani Sánchez e seu blog 14 y medio, que por sua vez entregaram diversos prêmios às Damas de Branco e Coco Fariñas. Enquanto falassem mal do comunismo, eram bem-vindos.

Em meio à pandemia de 2020, a sede diplomática dos Estados Unidos em Havana mantém a mesma ação com novos atores. Ele questiona o sistema penitenciário cubano, denuncia supostas torturas de dissidentes políticos, pede aos líderes pagos que exijam a intervenção da Igreja Católica e inventa pastores evangélicos para clamarem por falsa ajuda na ilha.

A nova e mais recente linha de ataque é a cultura que motiva e orienta as manifestações lideradas por contra-revolucionários como Tania Bruguera, Luis Manuel Otero Alcántara e Anamelis Ramos.

Vimos nos últimos meses os casos ridículos de José Daniel Ferrer que clama por protestos “pacíficos” aproveitando a celebração do Dia da Caridade do Cobre para promover a piada da Revolução Girassol. Ao mesmo tempo, pressiona líderes como Maykel Osorbo a realizar greves de fome fictícias; todo um show rude cheio de mentiras.

O senhor Zúñiga-Brown tem que entender que não se pode com Cuba e seu fracasso será sempre o mesmo quando tentar destruir a Revolução. Digo aos cubanos que são momentos definidores em todos os sentidos e é nas vicissitudes que se mede a coragem dos homens e das mulheres de valor, seja com San Isidro ou com o Quartel de Moncada.

Editor Looks.

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Rachaduras entre os republicanos em relação às eleições e ajuda devido à pandemia.

Categories: #Donald Trump, #Estados Unidos, #Trump, @Trump, candidato presidencial demócrata Joe Biden, Casa Blanca, Cámara de Representantes, Cuba, el director interino de Inteligencia Nacional, Estados Unidos, Joseph Maguire, presidente de Ucrania, preside, democrata, Elecciones EEUU, FORA TRUMP, Republicanos ou democratas, Um bom filho ... de Trump | Deixe um comentário

Bolsonaro causa uma multidão ao visitar uma praia e nadar com banhistas, apesar da pandemia.

Categories: #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, #Jair Bolsonaro,, #salud, Andrés Manuel López Obrador, Bolivia, estados unidos, Evo Morales, Grupo de Lima, Luis Almagro, Mexico, Nicolás Maduro, Red Europea de Solidaridad con la Revolución Bolivariana, venezuela, Brasil, Coronavirus, CoronaVirus, Política, Cuba-Mexico, Jair Bolsonaro, MEXICO, Presidente do Mexico, Profesionales e la Salud, provocações Jair Bolsonaro | Deixe um comentário

Quais serão as novidades em 2021?

Por Walkiria Juanes Sánchez Razones de Cuba .

Ele 2021 traz diversos temas de notícias ao redor do mundo. A tão esperada vacina contra a COVID-19, o início da Ordem Econômica em Cuba, a postergada celebração dos Jogos Olímpicos ou a crise econômica global provocada pelo coronavírus estão, sem dúvida, entre os temas de maior repercussão para o novo ano.

Cuba inicia 2021 com a homenagem de todo o povo à Revolução, que impõe um desafio econômico maior com o início da Tarefa de Ordenação anunciada há poucos dias pelo Primeiro Secretário do Partido Comunista de Cuba, General do Exército Raúl Castro Ruz, e pelo Presidente da República, Miguel Díaz-Canel Bermúdez.

A Ilha dá as boas-vindas ao novo ano com moeda única e câmbio, após mais de duas décadas de dupla moeda, com o desafio de eliminar a ineficiência empresarial do país.

Não só será importante o complexo cenário econômico interno nas Grandes Antilhas, mas também as consequências do maior surto que o bloqueio teve em mais de 60 anos e da crise econômica global que a pandemia deixou.

Internet

Por outro lado, o cenário científico cubano é animador, que já conta com quatro vacinas candidatas cubanas contra COVID-19, das quais duas delas, Soberana 01 e Soberana 02, devem estar disponíveis para a população até fevereiro de 2021.

No panorama legislativo cubano, aprovado pela Assembleia Nacional do Poder Popular, espera-se um intenso movimento que por causa da COVID-19 foi preso e que responde ao que está estipulado na Constituição.

Para o período 2021-2022 das 33 leis do calendário inicial, 10 leis estavam pendentes para a próxima legislatura, entre as quais a Lei de Terras; A Lei da Reciclagem; A Lei de Migração; A Lei de Estrangeiros e a Lei de Defesa e Segurança Nacional.

O MUNDO VAI EXPERIMENTAR MOMENTOS CONVULSOS E COMPLEXOS EM 2021

A crise econômica global agravada pela COVID-19 terá seu ponto mais difícil no novo ano, a Organização das Nações Unidas avisa que 2021 será a pior fome até hoje.

Especialistas da economia internacional garantem que as restrições para conter a pandemia vão desaparecer gradativamente com a vacinação em massa, mas isso será gradativo, então não terá impacto na economia até o final do ano que vem.

De acordo com vários relatos da mídia internacional, os mercados emergentes e os países em desenvolvimento serão afetados, enquanto os mais pobres sofrerão as piores consequências da crise.

Em entrevista à entidade chilena Puerto Ideas, Josepg Stiglitz disse em entrevista à entidade chilena Puerto Ideas que “não haveria recuperação econômica até que nos recuperemos da pandemia”.

A POLÍTICA MUNDIAL TRARÁ GRANDES MUDANÇAS

O novo mapa político da América Latina em 2021 traz a esperança de que várias eleições podem mudar a situação na região.

Com a aposentadoria do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, os governos alinhados com suas políticas terão que enfrentar eleições nos próximos meses com um diagnóstico reservado; enquanto o novo presidente, Joe Biden, assumirá o cargo com a promessa de modificar a política externa implementada por seu antecessor.

O melhor exemplo eleitoral, realizado em outubro passado, foi o triunfo do Movimento ao Socialismo (MAS) na Bolívia, que derrotou um regime de fato patrocinado pelos EUA e pela OEA.

Em 2020, importantes mudanças de governo também foram realizadas em países caribenhos como República Dominicana, Guiana, Trinidad e Tobago, Jamaica, Suriname e Saint Kitts e Nevis, que devem iniciar um período de trabalho com novas projeções políticas.

As primeiras eleições gerais de 2021 serão no Equador, em 7 de fevereiro, e a fórmula vencedora tomará posse em 24 de maio. 17 candidatos aspiram a substituir o governante Lenín Moreno, em diferentes estágios de registro formal, incluindo o da União para a Esperança, chefiada por Andrés Arauz, colaborador do ex-presidente Rafael Correa, que não pôde participar das eleições.

O Peru realizará eleições gerais em 11 de abril, após a nomeação de Francisco Sagasti como presidente interino, encarregado de organizar e garantir essas eleições.

No Chile, onde acaba de ser aprovado um referendo para modificar a Constituição herdada do ditador Augusto Pinochet (1973-1990) e mantida essencialmente por vários governos civis, haverá eleições gerais em 21 de novembro.

Em novembro de 2021, também deverão ser realizadas consultas gerais na Nicarágua e Honduras, bem como importantes eleições parlamentares e regionais no México e na Argentina, que marcarão possíveis mudanças na região.

Segundo análise publicada pela Prensa Latina, o novo mapa político latino-americano continuará a se formar em 2022, com disputas presidenciais acirradas na Colômbia e no Brasil, atualmente governados pelos direitistas Iván Duque e Jair Bolsonaro, respectivamente.

O MUNDO ESTÁ ESPERANDO PELAS OLÍMPICAS

Sem dúvida, 2021 será um ano memorável, pela primeira vez na história moderna, em 124 anos, os Jogos Olímpicos foram adiados devido à pandemia global do COVID-19.

O COI acertou que o evento acontecerá entre 23 de julho e 8 de agosto de 2021, enquanto os Jogos Paralímpicos começarão no dia 24 de agosto e se estenderão até 5 de setembro do mesmo ano.

Apesar do adiamento, os jogos continuarão a chamar-se Tóquio 2020, e serão baptizados como “os jogos que conquistaram a COVID”, seguindo o tema inicialmente levantado de reconstrução e ressurgimento.

A CULTURA CONTINUARÁ A DAR VIDA

No universo cultural, o anúncio da Real Academia Espanhola de se transformar no mundo digital e promover o novo dicionário histórico espanhol será uma notícia.

Já o estado mexicano de Zacatecas foi eleito Capital Americana da Cultura em 2021. Este também será o Ano Ibero-Americano das Bibliotecas.

Além disso, 2021 sediará o Festival do Caribe para o mês de julho com sede na cidade de Santiago de Cuba, nas Grandes Antilhas.

Categories: #America Latina, #Trump, @Trump, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, candidato presidencial demócrata Joe Biden, Casa Blanca, Cámara de Representantes, Cuba, el director interino de Inteligencia Nacional, Estados Unidos, Joseph Maguire, presidente de Ucrania, preside, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, FORA TRUMP, MasQueMedicos, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump | Deixe um comentário

Milhares de profissionais de saúde cubanos destacados em quase 40 países para apoiar a luta contra o coronavírus.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Donald Trump, #Estados Unidos, #solidaridadvs bloqueo, ações subversivas, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Andrés Manuel López Obrador, Bolivia, estados unidos, Evo Morales, Grupo de Lima, Luis Almagro, Mexico, Nicolás Maduro, Red Europea de Solidaridad con la Revolución Bolivariana, venezuela, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, cooperação médica cubana, Cooperacion Cuba y Angola., Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, CUBA COOPERA, Cuba-Mexico, CubavsBloqueo, FORA TRUMP, MasQueMedicos, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, política dos Estados Unidos em relação a Cuba, Presidente do Mexico, Relações Estados Unidos Cuba, Relaciones Cuba Estados Unidos, Subversão contra Cuba, Subversión, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: